quinta-feira, 30 de abril de 2009

Especialistas suspeitam que máscaras não impedem totalmente o contágio

http://jn.sapo.pt/Dossies/dossie.aspx?content_id=1217344&dossier=Gripe%20su%EDna
JN, 2009.04.30
Especialistas admitem que a eficácia das máscaras em conter a gripe pode ser muito reduzida.
"Na realidade, há muito poucas provas de que as máscaras dão protecção real contra a gripe. Acho que dá-las ao público como aconteceu no México apenas destrói a confiança", disse John Oxford, virologista de um destacado hospital de Londres, o “Barts and the London, em declarações à BBC.
Não há nenhuma máscara que consiga impedir 100% que as partículas atravessem.
Apesar de no México quase toda a população estar a usar máscara, nos outros países está reservada apenas a pessoas no sector da saúde, a pessoas contaminadas e a passageiros que regressem de áreas afectadas.
O Departamento de Saúde britânico está a concentrar esforços para obter máscaras respiratórias em vez das máscaras padrão que estão a ser utilizadas, por serem muito mais eficientes uma vez que têm filtros que impedem a entrada de partículas do ar.
É por causa da ineficácia das máscaras, proclamada pelos especialistas, que Organização Mundial de Saúde (OMS) e a Agência Inglesa de Protecção da Saúde estão a evitar pedir ao público que use este tipo de protecção das vias respiratórias.

Prémio Pessoa: Arquitectura é "uma coisa maravilhosa e universal" - Carrilho da Graça

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9615541.html
Lisboa, 29 Abr (Lusa) -- A arquitectura é "uma coisa maravilhosa e universal", definiu hoje o arquitecto Carrilho da Graça, ao receber, em Lisboa, das mãos do Presidente da República, o Prémio Pessoa 2008.
"O facto de o prémio ser atribuído a um arquitecto cria uma maior atenção pública à sua obra e, naturalmente, à arquitectura", declarou João Luís Carrilho da Graça na entrega do prémio, no valor de 60 mil euros, no grande auditório da Culturgest, no edifício-sede da Caixa Geral de Depósitos que patrocina o galardão criado pelo jornal Expresso em 1987.
Natural de Portalegre, o arquitecto de 56 anos -- que conta, entre as suas obras mais reconhecidas, o Pavilhão do Conhecimento dos Mares, na Expo, a Escola Superior de Comunicação Social de Lisboa e o Teatro e Auditório de Poitiers -- define a arquitectura como "uma coisa maravilhosa e universal", "um trabalho intelectual e afectivo, de criação de processos de transformação positiva, de construção de desejos".

Gripe suína: Espanha confirma 13 casos, 84 em estudo

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9617774.html
Madrid, 30 Abr (Lusa) -- O governo espanhol aumentou hoje para 13 o número de casos confirmados de doentes com a gripe suína, depois de localizados três casos "positivos" em Madrid e Múrcia.
Há seis casos confirmados na Catalunha, dois em Madrid, dois em Castela la Mancha e um em Múrcia, um no País Basco e um na Comunidade Valenciana.
As autoridades estão ainda a investigar 84 casos, dos quais 24 na Andaluzi, 23 na Comunidade Valenciana, 14 em Madrid e 11 na Catalunha.

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Nuclear: Franceses da EDF e alemães da RWE/EON vencem leilões de terrenos para três centrais no Reino Unido

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9615059.html
Londres, 29 Abr (Lusa) -O produtor de energia francês EDF e os seus concorrentes alemães EON e RWE venceram hoje leilões muito disputados, para adquirir três terrenos destinados a receber novas centrais nucleares no Reino Unido.
A EDF ganhou um terreno de 200 hectares situado em Bradwell, no Sudeste de Inglaterra, precisou num comunicado a Autoridade britânica de Desmantelamento Nuclear (NDA), proprietária dos terrenos em questão e organizadora deste leilão, confirmando assim uma informação dada antes por fonte próxima do dossiê.
Os outros dois terrenos vendidos pela NDA, situados em Wylfa, no País de Gales (e que era co-detido pela EDF), assim como em Oldbury, no Sudoeste de Inglaterra, foram ganhos por consórcios criados 'ad hoc' pela RWE e EON, acrescentou a Autoridade.

Boa-Hora: Secretário de Estado da Justiça garante que edifício não será privatizado

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9615270.html
Lisboa, 29 Abr (Lusa) - O Movimento para a Defesa da Boa-Hora recebeu hoje do secretário de Estado da Justiça, Conde Rodrigues, a garantia de que o edifício daquele tribunal não será privatizado para a construção de um hotel de charme.
Em declarações à agência Lusa no final de um encontro com o secretário de Estado, o juiz desembargador Rui Rangel, manifestou a satisfação dos membros do Movimento para a Defesa da Boa-Hora face ao compromisso hoje assumido por Conde Rodrigues de que "será encontrada uma solução para o problema" e que o edifício "continuará na esfera da Justiça".
"É uma causa ganha pelos lisboetas. É um edifício que pertence aos lisboetas e, no nosso ponto de vista, tem de continuar ligado à Justiça", manifestou Rui Rangel, sublinhando que o palácio onde funciona o Tribunal da Boa-Hora serve a Justiça há 166 anos.

OMS sobe nível de alerta para "risco pandémico"

http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=1216240
JN, 2009.04.29, 20h24m
A Organização Mundial da Saúde elevou o nível de alerta para cinco, de uma escala de seis, revelando a iminência da "pandemia" de gripe suína. "Toda a humanidade está sob a ameaça de uma pandemia", disse a directora-geral da Organização Mundial de Saúde.
A OMS alerta todos os países para que activem os planos para combater uma possível pandemia. Margaret Chan avisou que o vírus da gripe suína pode sofrer mutações rápidas com efeitos imprevisíveis.
A Direcção-Geral de Saúde já actualização do nível de alerta na sua página de internet, onde se pode ler que existe um "substancial risco pandémico".
As seis fases, estabelecidas em 2005 a propósito da gripe aviaria e actualizada em 2009, são definidas segundo critérios claros que implicam a resposta dos países face ao risco pandémico.
A passagem de um estado a outro é decidida por uma "Comissão de emergência do regulamento sanitário internacional", uma instância composta por uma quinzena de especialistas internacionais convocados pela OMS.
Este nível de alerta nunca tinha sido utilizado.
- Fase 1: Não foram detectados novos subtipos do vírus da gripe em humanos.
- Fase 2: Não foram detectados novos subtipos do vírus da gripe em humanos. No entanto, existe um subtipo do vírus da gripe em circulação em animais que apresenta um elevado risco de infecção humana.
- Fase 3: Existe infecção humana com um novo subtipo do vírus mas não foi detectada transmissão pessoa-a-pessoa, ou, no máximo, houve situações de transmissão para contactos próximos.
- Fase 4: Existem um ou mais pequenos clusters/surtos com transmissão pessoa-a-pessoa limitada. No entanto, a disseminação do vírus é completamente localizada, indicando que o vírus ainda não está bem adaptado ao hospedeiro humano.
- Fase 5: Existem clusters/surtos de maiores dimensões mas a transmissão pessoa-a-pessoa ainda é localizada, indicando que o vírus está a adaptar-se gradualmente melhor ao hospedeiro humano mas ainda não atingiu um nível de transmissão considerado eficaz (substancial risco pandémico).
- Fase 6: A pandemia está instalada: existe um risco aumentado e substancial de transmissão na população em geral.

Espanha confirma 10 casos de gripe suína

http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?section_id=62&id_news=385380
DD, 29 de Abril de 2009
O Governo espanhol confirmou hoje que o número de pacientes com gripe suína no país já ascende a 10, entre os quais se encontra uma pessoa que não viajou para o México.
Os dados foram revelados na câmara baixa do Parlamento pela ministra de Saúde e Política Social espanhola, Trinidad Jiménez, que afirmou que os seis novos casos se registaram na região da Catalunha.
Além dos 10 casos confirmados no total existem outros 53 em estudo, segundo a ministra, que reiterou que nenhum dos pacientes está em estado grave.
O Ministério da Saúde alterou hoje em seu site a denominação de «gripe suína» por «nova gripe», seguindo as recomendações da Comissão Europeia.
O organismo europeu considera que a doença causada pelo vírus A/H1N1 não deveria ser designada de gripe suína, porque não foi detectada em animais, o que poderia estar a causar danos desnecessários ao sector suíno.
A Comissão Europeia recomenda que se designe a doença de «nova gripe», para evitar consequências «desastrosas e injustificadas» na indústria suína, sobretudo no período de crise actual.
No entanto, a Organização Mundial de Saúde (OMS) mantém por enquanto a denominação de gripe suína.
O receio de um possível contágio fez com que três pessoas que pretendiam voar hoje de Madrid para Barcelona se recusassem a embarcar no mesmo avião em que estavam passageiros que acabavam de chegar de Cancún, no México.
México, Espanha, Estados Unidos, Canadá, Israel, Reino Unido, Alemanha, Costa Rica e Nova Zelândia confirmaram até agora casos desta nova gripe.

Lojas sociais - Apoio aos mais carenciados

http://sol.sapo.pt/Solidariedade/Noticias/Interior.aspx?content_id=133533
O SOL, 2009.04.29, Por Sara Felizardo
Chamam-se lojas, mas nestes locais não se vende nem se compra nada. As lojas sociais já um pouco espalhadas por todo o país assemelham-se a estabelecimentos comerciais, com a diferença da inexistência de caixa registradora
Em geral, estas lojas surgem de parcerias com as câmaras municipais e os serviços sociais de cada município, com o objectivo de ajudar os mais carenciados. Entre alguns exemplos de lojas sociais, pode destacar-se o exemplo da loja de Santo André, de Ferreira do Alentejo, de Góis e do Fundão.
Nestes locais, as pessoas mais carenciadas podem encontrar diversos artigos de roupa, calçado, acessórios, mobílias, brinquedos e electrodomésticos, de modo a suprimir algumas das suas necessidades.
...

Earth Water - Luís Figo é o embaixador em Portugal da nova ‘água solidária’


http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Vida/Interior.aspx?content_id=133538

O SOL, 2009.04.29
Luís Figo é o embaixador da nova ‘água solidária’, Earth Water. A sua fundação é a responsável por trazer para Portugal este projecto único de solidariedade, cujos lucros das vendas revertem na totalidade a favor dos Programas de Gestão de Água nos países em desenvolvimento

A Earth Water é o único produto comercializado no mundo com o apoio do Alto-Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR). Esta é uma marca ambiental, com responsabilidade social e que já se encontra à venda em alguns hipermercados. Os lucros serão, por sua vez, revertidos na totalidade para programas de gestão de água nos países em desenvolvimento.
A realidade que esta iniciativa pretende mostrar é a de que todos os dias morrem 6 mil pessoas por falta de água potável, sendo que 80 por cento dessas pessoas são crianças. Com a criação desta água pretende-se, então, marcar a diferenças e reduzir estas estatísticas assustadoras.
Inacreditável será pensar que comprar uma embalagem desta água equivale a dar de beber a um refugiado durante um dia inteiro. Água esta que custa apenas 59 cêntimos.
Portugal iniciou agora a comercialização desta água mas nos Estados Unidos da América, no Canadá e na Holanda esta água já se encontra à venda há mais tempo. A nível nacional a iniciativa tem contado com algumas colaborações com a Tetra Pack, o Continente, a Central de Cervejas e Bebidas e com a Fundação Luís Figo.
No rótulo lê-se que «oferece 100% dos seus lucros mundiais ao programa de ajuda de água da ACNUR» e logo seguido o slogan «A água que vale água».
SOL

Arquitectura: Ópera e Ballet Nacional da Noruega vence prémio Mies Van Der Rohe


Lisboa, 29 Abr (Lusa) - A Ópera e o Ballet Nacional da Noruega, em Oslo, projecto do gabinete de arquitectos noruegueses Snohetta, foi a obra vencedora do Prémio de Arquitectura Contemporânea da União Europeia Mies Van Der Rohe.
O júri concedeu uma Menção Especial para Arquitecto Emergente a Studio Up/ Lea Pelivan e Toma Plejic, pelo Gimnasio 46< 09' N / 16< 50' E, em Koprivnica, Croácia.
Atribuído bienalmente a obras concluídas nos dois anos anteriores, o prémio, com uma dotação de 60.000 euros e o apoio da União Europeia, é considerado um dos mais importantes e prestigiosos no âmbito da arquitectura internacional.

UE/Finanças: Envelhecimento da população portuguesa implica aumento moderado da despesa pública

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9611893.html
Bruxelas, 29 Abr (Lusa) - O envelhecimento da população portuguesa vai implicar até 2060 um aumento "moderado" das despesas públicas de segurança social, de apenas 3,4 pontos percentuais do PIB, segundo um relatório divulgado hoje pela Comissão Europeia em Bruxelas.
O Relatório sobre o Envelhecimento 2009 indica que Portugal dedicava 24,5 por cento da sua riqueza (PIB) em despesas públicas com a segurança social (pensões, saúde, educação, subsídio de desemprego e cuidados de longa duração) em 2007, uma percentagem que deverá ser de 27,9 em 2060.
A Comissão Europeia coloca assim Portugal no grupo de países com uma evolução "mais moderada", inferior a quatro porcento, no aumento das despesas públicas provocadas pelo envelhecimento da população, que incluí a Suécia, França, Dinamarca, Itália e Polónia, entre outros.

Regionalização: Conselho Regional do Norte aprova declaração sem alusão a referendo

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9614302.html
Porto, 29 Abr (Lusa) - O Conselho Regional do Norte (CRN) aprovou hoje, por unanimidade, no Porto, uma declaração em que considera "imperioso" instituir as regiões administrativas na próxima legislatura, sem referir se essa decisão deve ser precedida de novo referendo.
A declaração foi aprovada no edifício da Alfândega do Porto, no final de um debate em que participaram cerca de 80 pessoas, na sua maioria autarcas dos 84 municípios que constituem o Conselho Regional da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDRN).
Na "Declaração da Alfândega", o Conselho Regional "entende que se torna imperioso instituir, em concreto, as regiões administrativas durante a próxima legislatura, reclamando dos principais actores políticos nacionais a explicitação das acções necessárias a um compromisso firme para a concretização desse desiderato constitucional".

Banca: BES defende vantagens competitivas das empresas que inovam no negócio da água

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9611552.html
Lisboa, 29 Abr (Lusa) - Os especialistas do Banco Espírito Santo (BES) consideraram hoje na conferência "A gestão da água - o pilar azul" que as empresas que apostam na inovação em torno do negócio da água ganham vantagens competitivas sobre a concorrência.
"Movidas pela aquisição de vantagens competitivas sobre os seus concorrentes, as empresas têm desenvolvido um esforço acrescido de inovação na área dos produtos e processos em torno da água", sublinhou Francisco Mendes Palma, director da Espírito Santo Research.
O responsável destacou dois tipos de apostas no negócio da água. Por um lado, a procura da eficiência operacional - "recorrendo à eliminação, redução ou reciclagem. Reduzindo custos e impactos e promovendo a reputação".

Spam - Gripe suína usada para roubar dados de cartões de crédito

Foram milhões as mensagens de correio electrónico enviadas, esta segunda-feira, a anunciar tratamentos para combater a gripe suína, usadas com o intuito de obter dados de cartões de crédito dos utilizadores, revela a McAfee
O medo de uma pandemia de gripe suína à escala mundial está a ser usado por indivíduos que, ontem, enviaram milhões de e-mails fraudulentos, onde eram anunciados tratamentos para combater a doença.
As mensagens enviadas, 3 a 4 por cento do tráfego registado ontem, incluem links que redireccionam os destinatários para falsas webpages de farmácias.
Segundo a McAfee, os e-mails oferecem diversos tratamentos para o vírus, no entanto, o internauta acaba por não obter «aquilo que pensa estar a comprar», alerta o director de investigações da companhia, Dave Marcus.
Em alguns casos, os sites utilizam o esquema para se apoderarem das informações dos cartões de crédito ou vender medicamentos falsos ou de má qualidade.

Gripe suína: Dois casos confirmados na Costa Rica, estado de urgência decretado

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9611020.html
São José, 29 Abr (Lusa) - As autoridades da Costa Rica decretaram o estado urgência nacional após terem diagnosticado dois casos de gripe suína em pessoas que recentemente estiveram no México, indicou terça-feira a ministra da Saúde, Maria Luisa Avila.
A presença do vírus foi confirmada por análises efectuadas pelo Instituto de investigação e de ensino sobre a Alimentação e a Saúde a uma jovem mulher de 21 anos, que regressou do México há três dias.
A doença foi também diagnosticada num homem de 30 anos, que regressou do México na semana passada.

Gripe suína: Ameaça seguida há semanas por epidemiologistas - director do Centro Europeu para a Prevenção e Controlo

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9609695.html
Lisboa, 29 Abr (Lusa) - A ameaça da gripe suína está a ser seguida há "algumas semanas" por epidemiologistas europeus, apesar de só ter ganho visibilidade na sexta-feira, após os casos no México e nos Estados Unidos, revelou um especialista europeu em saúde pública.
"Esta ameaça estava a ser seguida pelos nossos epidemiologistas há algumas semanas e passou a ser do domínio público a partir das notícias com origem nos casos do México e dos EUA", disse à Agência Lusa o director adjunto do Centro Europeu para a Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC).
Segundo Paulo K. Moreira, "a União Europeia tem um sistema de monitorização extremamente sensível a todas as ameaças à saúde pública na Europa".

Nova gripe é mistura de humana, aviária e suína, diz FAO

TSF, 2009.04.29
http://tsf.sapo.pt/PaginaInicial/Portugal/Interior.aspx?content_id=1215222
A Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO) assegurou, esta terça-feira, que as autoridades sanitárias mundiais estavam há cinco anos à espera de um surto de gripe das aves e finalmente chegou uma mistura de gripe humana, suína e aviária. A FAO decidiu ainda enviar especialistas em saúde animal para o México.
Em entrevista à agência espanhola EFE, o veterinário chefe da FA0 disse que se trata de um «vírus novo», com material genético do vírus da gripe humana, suína e aviária, pelo que os especialistas estão «no terreno» a estudar o vírus para obter mais informação sobre o potencial do surto. «Trata-se de um tipo de vírus que tem uma grande capacidade para mudar», adiantou Joseph Domenech, acrescentando que, para já, não há respostas sobre o potencial alcance do vírus. «O núcleo do problema está no México. É certo que nos últimos dias, parecia que avançava rápido, mas hoje parece que se deteve», comentou. A FAO anunciou que esta semana irá enviar ao México um grupo de especialistas em saúde animal para ajudar o Governo mexicano a «avaliar a situação epidemiológica no sector da produção suína», disse. Apesar das garantias de que comer carne de porco não representa qualquer risco, a FAO decidiu enviar, ainda esta semana, especialistas em saúde animal para o México, com vista a avaliar a situação no sector da produção suína.
Entretanto, na Cidade do México, as autoridades locais anunciaram, esta terça-feira, o encerramento de restaurantes, bares, cafés e discotecas, sendo que também a Federação Mexicana de Futebol impôs que todos os jogos passem a acontecer à porta fechada.

Obama quer 1500 milhões para combater avanço da gripe suína

TSF, 2009.04.28
http://tsf.sapo.pt/PaginaInicial/Internacional/Interior.aspx?content_id=1215152
...
Nesta altura, nos Estados Unidos, várias vozes defendem o encerramento da fronteira com o México.
Entretanto, a OMS indicou que foram confirmados laboratorialmente 112 casos no mundo, dos quais 64 nos Estados Unidos, 26 no México, 12 no Canadá, três na Nova Zelândia, dois no Reino Unido, dois em Espanha, dois em Israel e um na Costa Rica.
...
Apesar das recomendações da OMS, Cuba suspendeu, esta terça-feira, durante 48 horas, todos os voos com destino e provenientes do México para prevenir casos no país.
Também a transportadora canadiana Air Transat anunciou a suspensão de voos com partida do Canadá e de França para o México até ao fim de Maio.
...

terça-feira, 28 de abril de 2009

H1N1: California em Estado de Emergência

http://tvnet.sapo.pt/noticias/detalhes.php?id=42926
Dos Estados Unidos continuam a surgir novos dados sobre a gripe suína.
O Governador da California, Arnold Scwarzenegger, declarou o Estado de Emergência devido ao surto de gripe suína.A declaração vem acompanhada por um pedido de "serviços, materiais, pessoal e equipamento suplementar para responder às medidas preventivas extraordinárias que estão a ser tomadas por todo o país".Segundo os serviços de saúde estão confirmados 13 casos de pessoas inectadas com o vírus H1N1.De modo a combater a propagação da doença, a Barack Obama vai pedir 1,5 mil milhões de dólares ao Congresso norte-americano.Na cidade de Nova Iorque, duas pessoas foram recentemente internadas com suspeitas de serem portadoras do vírus. Por seu lado, em Los Angeles as autoridades estão a investigar a morte de duas pessoas que podem estar relacionadas com a gripe suína.Cuba já anunciou, entretanto, que vai suspender durante 48 horas todos os voos para o México, como medida de prevenção.

Dia da Terra - 2009.04.22

Dia da Terra

Nicaragua. Copyright@EPA

O aumento do número de veículos na Tailândia provocou um grande impacto na qualidade do ar. Em Banguecoque a poluição ambiental é já um grande problema. Mais de um milhão de pessoas sofre de problemas de saúde devido à poluição atmosférica. Copyright@EPA

Clima pode tornar-se a principal causa de deslocação de refugiados

http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=133475
O Sol, 2009.04.28
As alterações climáticas poderão tornar-se a «principal causa de deslocação de refugiados» no mundo, fazendo com que cerca de 250 milhões de pessoas sejam obrigadas a deixar os seus países até 2050, alertou hoje uma especialista portuguesa
«O fenómeno das alterações climáticas poderá tornar-se, nos próximos anos, a principal causa de deslocação de refugiados no mundo, ultrapassando mesmo os conflitos armados, as perseguições e os atropelos aos direitos humanos» , afirmou a presidente do Conselho Português para os Refugiados (CPR), Teresa Tito de Morais.
Em declarações à agência Lusa após a conferência Refugiados ambientais: a dimensão humana das alterações climáticas, que hoje decorreu em Lisboa, no âmbito da segunda edição de ‘Os Dias do Desenvolvimento’, Teresa Tito de Morais salientou a necessidade de se serem desenvolvidos «maiores esforços globais para ajudar os países mais pobres a adaptarem-se às consequências do fenómeno climático».
A presidente do CPR lembrou que estimativas recentes da ONU prevêem que cerca de 250 milhões de pessoas sejam forçadas a deixar os seus locais de origem até 2050 por causa dos efeitos ambientais que as alterações climáticas acarretam.
Um número que, quando dividido por ano, salientou, significa «algo como seis milhões de pessoas em movimento».
«É uma situação extremamente preocupante. Os efeitos climáticos fazem-se sentir de forma cada vez mais célere, pelo que urge que a comunidade internacional tome medidas rápidas» , frisou Teresa Tito de Morais, lembrando que o número de deslocados internos (dentro dos próprios países) devido ao clima também já aumentou.
É também fundamental que organismos como o Alto Comissariado da ONU para Refugiados (ACNUR), liderado pelo antigo primeiro-ministro português António Guterres, estudem esta nova realidade e «encontrem soluções de prevenção para evitar o agravamento desta situação», defendeu.
Em finais de 2007, só o ACNUR tinha sob sua jurisdição cerca de 11,4 milhões de refugiados. A esse número somam-se 4,6 milhões de refugiados palestinianos, 26 milhões de deslocados internos devido a conflitos e 25 milhões devido a catástrofes naturais.
No encontro, organizado pelo CPR, participaram Adérito Vicente Serrão, presidente do Instituto de Meteorologia, e Henrique Vicêncio, chefe do Núcleo de Gestão de Ordenamento Territorial da Autoridade Nacional de Protecção Civil, entre outros.
Tal como em 2008, Os Dias do Desenvolvimento, que terminam quarta-feira, são promovidos pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros em colaboração com o Instituto Português de Apoio ao Desenvolvimento (IPAD), a que se associa este ano o Ministério do Ambiente, dada a temática do evento.
Lusa / SOL

Gripe suína: Obama regressou do México sem contrair a doença - Casa Branca

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9606202.html
Washington, 28 Abr (Lusa) - A Casa Branca assegurou categoricamente segunda-feira que o presidente norte-americano Barack Obama regressou do México sem ter contraído a gripe suína, apesar de ter contactado com uma pessoa que morreu alguns dias depois da visita do chefe de Estado.
O porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, foi "inundado" por perguntas da imprensa, alarmada pela morte do director do Museu Nacional de Antropologia de México, Felipe Solis, na companhia do qual Barack Obama jantou durante a sua visita 16 de Abril.
"Nunca houve qualquer ameaça sobre a saúde do presidente. Nem o presidente, nem ninguém do meu conhecimento, que tenha viajado com ele no exercício das suas funções governamentais ou jornalísticas, mostrou sintomas que possam causar apreensão", repetiu Gibbs, várias vezes.

Parque da Cidade: Rui Rio considera que os parâmetros do acordo com consórcio continuam válidos

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9607844.html
Porto, 28 Abr (Lusa) - O presidente da Câmara do Porto, Rui Rio, afirmou hoje que as condições do acordo com o consórcio proprietário de terrenos no Parque da Cidade continuam válidas.
O autarca sustentou ainda que, se a venda do património for entretanto concretizada, a autarquia aceitará o negócio.
"Existe um acordo cujo prazo de validade já foi ultrapassado. Mas os parâmetros que ali estão são válidos na mesma. Se conseguirem fazer o acordo, nós aceitaremos. Terá depois de ser votado pelo executivo e pela Assembleia Municipal", frisou Rui Rio, na sessão pública da reunião camarária de hoje.

Confirmação de gripe suína local nos EUA pode desencadear alerta 5

A confirmação de casos locais de gripe suína nos Estados Unidos pode significar o desenvolvimento de um novo foco da doença fora do México, o que justificaria passar para o nível 5 do alerta de pandemia, informou a Organização Mundial da Saúde (OMS).
"Caso tivéssemos uma confirmação de casos locais nos Estados Unidos, em princípio, poderíamos passar à fase 5", explicou numa entrevista colectiva em Genebra o porta-voz da OMS, Gregory Hartl.
As autoridades americanas, que registraram mais de 40 casos de gripe suína, deram conta ontem de 28 pacientes com sintomas suaves confirmados numa escola da zona leste de Nova Iorque e 17 possíveis doentes.
"Ainda estamos à espera de uma confirmação final das autoridades americanas, mas, neste caso, o Comité de Emergência da OMS poderia tomar a decisão de aumentar outra vez o nível de alerta da pandemia", declarou o porta-voz da Organização Mundial de Saúde.
A passagem ao nível 5, o penúltimo nivel antes da declaração de pandemia, significa que a pandemia não apenas é iminente, como inevitável.
"Se passarmos à fase 5 será uma mudança de grande importância", insistiu o porta-voz. De acordo com os critérios da OMS, o surgimento de um foco infeccioso num segundo país justifica o alerta de nível 5.
Fora do México, o vírus da gripe suína de um tipo sem precedentes já provocou doentes humanos não fatais diagnosticados nos Estados Unidos, Canadá, Espanha, Grã-Bretanha, Israel e Nova Zelândia.
No entanto, todos os casos confirmados até ao momento fora do México pela OMS são de pessoas que estiveram no país ou têm uma relação familiar com as vítimas, o que não confirma, para já, o desenvolvimento do foco da doença fora do México.
SAPO/AFP

Os Lusíadas 1631 - Biblioteca Nacional Digital

Biblioteca Nacional de Portugal, Biblioteca Nacional Digital.

Edição de "Os Lusíadas" de 1631.
http://purl.pt/13972/1/

Portugueses pedem informações às farmácias sobre Tamiflu

http://noticias.sapo.pt/info/artigo/991743.html
28 de Abril de 2009

Várias farmácias têm sido contactadas nos últimos dois dias por utentes que pretendem informar-se sobre a venda de máscaras de protecção e Tamiflu, o medicamento reconhecido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para tratar a gripe suína.

Responsáveis por farmácias contactadas hoje pela agência Lusa adiantaram ter sido abordados nos últimos dias sobre a existência de Tamiflu, produzido pela farmacêutica Roche, cuja venda carece de receita médica, e de máscaras de protecção.

Contactada pela Lusa, fonte da Associação Nacional de Farmácias (ANF) garantiu que não está previsto o reforço de Tamiflu no mercado.

"As farmácias estão naturalmente atentas a essa situação e farão tudo para colaborar com as autoridades oficiais de saúde no sentido de fazer tudo o que seja necessário para enfrentar quaisquer situações que venham a verificar-se no quadro da gripe suína", salientou a mesma fonte.

"Há que manter a serenidade, não gerar alarme e manter a população informada sobre o que diga respeito a esta questão", acrescentou.

De acordo com um plano de contingência traçado para responder à gripe das aves, Portugal dispõe de 2,5 milhões de tratamentos com oseltamivir, o princípio activo do Tamiflu, os quais foram adquiridos em 2005 para responder a uma eventual pandemia do vírus da gripe das aves.

Os tratamentos estão guardados em contentores metálicos e a sua localização é "segredo" de Estado.

A compra do oseltamivir foi decidida em Conselho de Ministros, em 2005. A decisão, publicada no Diário da República a 21 de Setembro, atribuiu uma verba de 22,58 milhões de euros para a aquisição deste anti-viral.

Os medicamentos não chegam para todos os portugueses, estando definidos grupos prioritários: cidadãos que prestam serviços de saúde, segurança e abastecimentos de bens essenciais, e ainda grupos de alto risco, como doentes com risco acrescido de complicações graves e morte.

SAPO/LUSA

Biblioteca Multimédia Europeana

http://www.europeana.eu/
Inaugurada biblioteca multimédia online da Europa com mais de dois milhões de obrasA biblioteca multimédia online da Europa, "Europeana", está acessível desde hoje ao público, que através da Internet poderá aceder a mais de dois milhões de obras dos 27 Estados-membros da União Europeia.
Esta biblioteca virtual conta com livros, mapas, gravações, fotografias, documentos de arquivo, pinturas e filmes do acervo das bibliotecas nacionais e instituições culturais dos 27 Estados-Membros da UE, tendo por exemplo de Portugal a Carta plana de parte da Costa do Brasil, um mapa de 1784.
Acessível, em todas as línguas da UE, através do endereço (http://www.europeana.eu/ ), a biblioteca multimédia europeia conta com material fornecido por mais de 1000 organizações culturais de toda a Europa, incluindo Museus, como o Louvre de Paris, que forneceram digitalizações de quadros e objectos das suas colecções.
Segundo a Comissão Europeia, que lançou esta iniciativa em 2005, este é "apenas o começo", pois a ideia é expandir a biblioteca, envolvendo também o sector privado, e o objectivo é que em 2010 a Europeana dê acesso a pelo menos dez milhões de obras"representativas da riqueza da diversidade cultural da Europa e terá zonas interactivas, nomeadamente para comunidades com interesses especiais".
"Com a Europeana, conciliamos a vantagem competitiva da Europa em matéria de tecnologias da comunicação e de redes com a riqueza do nosso património cultural. Os europeus poderão agora aceder com rapidez e facilidade, num único espaço, aos formidáveis recursos das nossas grandes colecções", comentou o presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso.
Por seu turno, a comissária europeia para a Sociedade da Informação e os Meios de Comunicação, Viviane Reding, apelou "às instituições culturais, editoras e empresas de tecnologia europeias para que alimentem a Europeana com mais conteúdos em formatodigital".

(comunicação recolhida por F. Lobo)

Europeana -"Os Lusíadas" de Luís Vaz de Camões (edição de 1572)


http://purl.pt/1/2/cam-3-p_PDF/cam-3-p_PDF_24-C-R0072/cam-3-p_0001_i-4v_t24-C-R0072.pdf

Original de uma das primeiras edições (1572),
na biblioteca multimédia "Europeana"

OMS eleva alerta para nível 4 - risco de epidemia generalizada


http://noticias.sapo.pt/info/artigo/991674.html
27 de Abril de 2009, 22:23
A Organização Mundial da Saúde (OMS) elevou o nível de alerta para fase 4 como resultado do surto de gripe suína, avançam agências internacionais.
Subir para o nível 4 de alerta pandémico significa que a OMS considera que surgiu um vírus com o potencial de causar uma epidemia à escala global e que consegue transmitir-se facilmente entre humanos.
"A conselho do comité de emergência (da OMS), a directora-geral decidiu que o nível de alerta passará de 3 para 4", indicou Keiji Fukuda, alto membro da organização, durante uma entrevista por telefone, em Genebra.

Essa decisão é "um passo significativo para a pandemia de gripe mas também é uma fase que indica que ainda não chegámos lá", acrescentou.
O foco de gripe suína já causou 150 mortes prováveis no México e 20 confirmadas. Mil pessoas já foram infectadas nesse mesmo país. Os Estados Unidos já somam 40 casos enquanto que Espanha e Reino Unido já confirmaram alguns contágios.
Em Espanha estão a ser analisados ainda 20 casos suspeitos bem como outros 15 no Reino Unido. Estão também em observação alguns doentes no Brasil, Itália, Bélgica, Suíça, Dinamarca, Suécia, Nova Zelândia, Israel, Peru e Colômbia.
Os 6 níveis de alerta de pandemia da OMS:
Nível 1
Nenhum vírus influenza animal a circular entre animais causou infecções em humanos.
Nível 2
Vírus influenza animal causou infecções em humanos e é por isso uma ameaça potencial de pandemia.
Nível 3
Vírus influenza animal ou humano-animal causa esporádicos casos em pessoas, mas sem transmissões humano-humano, excepto em circunstâncias específicas.
Nível 4
Transmissão entre humanos de um vírus influenza animal ou humano-animal capaz de causar um surto ao nível da comunidade. "A capacidade de causar surtos sutentáveis da doença numa comunidade marca uma alteração significativa no sentido ascendente sobre o risco de pandemia".
Nível 5
O mesmo vírus que causou surto ao nível da comunidade registado em dois ou mais países de uma região. "Enquanto que a maior parte dos países não serão afectados nesta fase, a declaração de Fase 5 representa um sinal forte de que uma pandemia pode estar iminente e que o tempo para finalizar a organização, comunicação e implementação das medidas de mitigação previstas é curto".
Nível 6
O vírus causa surtos sustentáveis ao nível da comunidade em mais do que uma região. "A designação desta fase indica que uma pandemia global está em curso".
@Rita Afonso
http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9605821.html
Genebra, 27 Abr (Lusa) - Nenhuma região do mundo está imune à propagação do vírus da gripe suína, que terá provocado já 149 mortos no México, advertiu hoje o número dois da Organização Mundial de Sáude (OMS), Keiji Fukuda.
"Numa época em que as pessoas viajam de avião muito rapidamente por todo o mundo, não há nenhuma região do mundo onde o vírus não se possa espalhar", explicou hoje Keiji Fukuda.
Embora o vírus da gripe suína com origem no México se tenha propagado por todo o mundo, a OMS decidiu hoje elevar de três para quatro, numa escala de seis, o seu nível de alerta, que significa já um "aumento significativo" do risco de pandemia.

segunda-feira, 27 de abril de 2009

SAPO, Dossier sobre a gripe suína

http://saude.sapo.pt/artigos/noticias_actualidade/ver.html?id=991618&pagina=

Gripe suína: Consumo de carne de porco é seguro - Director-geral de Veterinária

Lisboa, 27 Abr (Lusa) - O director-geral de Veterinária, Carlos Agrela Pinheiro, assegurou hoje que o consumo de carne de suíno é "perfeitamente seguro", esclarecendo que a gripe suína é provocada por um "vírus humano".

Violência doméstica: Projecto de apoio iniciado em Penafiel alarga-se a 40 concelhos de todo o país

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9603138.html
Porto, 27 Abr (Lusa) - O projecto "Resposta Integrada de Violência Doméstica", iniciado em Penafiel, vai alargar-se a 40 concelhos de todo o país, disse hoje à Lusa Manuela Santos, coordenadora do gabinete Janela Aberta, que concentra no mesmo espaço várias respostas às vítimas de violência.
O programa aposta numa resposta inovadora à violência doméstica, ao concentrar, no mesmo espaço, "todas as respostas" de que a vítima de violência doméstica precisa no seu "novo projecto de vida", adianta Manuela Santos.
O objectivo desta resposta em rede é evitar que a vítima tenha de contar a sua história aos diferentes intervenientes no processo de apoio psicológico, jurídico, social e profissional, desde o momento em que é feito o pedido de ajuda, até que é concluída a inserção sócio-profissional.

Gripe suína: Vacina contra gripe sazonal com protecção "nula ou muito reduzida" contra H1N1 - especialista

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9605150.html
Lisboa, 27 Abr (Lusa) - A eficácia da vacina contra a gripe sazonal é "nula ou muito reduzida" na protecção do vírus de origem suína (H1N1), disse à agência Lusa o coordenador da Comissão de Infecciologia Respiratória da Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP).
Filipe Froes, que é pneumologista no Hospital Pulido Valente, em Lisboa, explicou que ainda há muito a saber desta estirpe que poderá ter provocado a morte a 149 pessoas no México, das quais apenas 20 estão confirmadas.
O especialista explicou que, apesar de poder existir alguma protecção cruzada, esta deverá ser "nula ou muito reduzida" contra o H1N1.

JN - Mário Crespo - Os bons e os maus


http://jn.sapo.pt/Opiniao/default.aspx?opiniao=M%E1rio%20Crespo
JN, 2009.04.27
Já há mais jornalistas a contas com a justiça por causa do Freeport do que houve acusados por causa da queda da ponte de Entre-os-Rios. Isto diz muito sobre a escala de valores de quem nos governa.
Chegar aos 35 anos do 25 de Abril com nove jornalistas processados por notícias ou comentários com que o Chefe do Governo não concorda é um péssimo sinal. O Primeiro-ministro chegou ao absurdo de tentar processar um operador de câmara mostrando que, mais do que tudo, o objectivo deste frenesim litigante é intimidar todos os que trabalham na comunicação social independentemente das suas funções, para que não toquem na matéria proibida. Mas pode haver indícios ainda piores. Se os processos contra jornalistas avançarem mais depressa do que as investigações do Freeport, a mensagem será muito clara. O Estado dá o sinal de que a suspeita de haver membros de um governo passíveis de serem corrompidos tem menos importância do que questões de forma referentes a notícias sobre graves indícios de corrupção. Se isso acontecer é a prova de que o Estado, através do governo, foi capturado por uma filosofia ditatorial com métodos de condicionamento da opinião pública mais eficazes do que a censura no Estado Novo porque actua sob um disfarce de respeito pelas liberdades essenciais. Não havendo legislação censória está a tentar estabelecer-se uma clara distinção entre "bons" e "maus" órgãos de informação com advertências de que os "maus" serão punidos com inclemência. O Primeiro-ministro, nas declarações que transmitiu na TV do Estado, fez isso clara e repetidamente. Pródigo em elogios ad hominem a quem não o critica, crucifica quem transmite notícias que lhe são adversas. Estabeleceu, por exemplo, a diferença entre "bons jornalistas", os que ignoram o Freeport, e os "maus jornalistas" ou mesmo apenas só "os maus", os que o têm noticiado. Porque esses "maus" não são sequer jornalistas disse, quando num exercício de absurdo negou ter processado jornalistas e estar a litigar apenas contra os obreiros dos produtos informativos "travestidos" que o estavam a difamar. E foi num crescendo ameaçador que, na TV do Estado, o Chefe do Governo admoestou urbi et orbi que, por mais gritantes que sejam as dúvidas que persistem, colocar-lhe questões sobre o Freeport é "insultuoso", rematando com um ameaçador "Não é assim que me vencem". Portanto, não estamos face a um processo de apuramento de verdade. Estamos face a um combate entre noticiadores e noticiado, com o noticiado arvorando as armas e o poder que julga ter, a vaticinar uma derrota humilhante e sofrida aos noticiadores. Há um elemento que equivale a uma admissão de culpa do Primeiro-Ministro nas tentativas manipulatórias e de condicionamento brutal da opinião pública: a saída extemporânea de Fernanda Câncio de um painel fixo de debate na TVI sobre a actualidade nacional onde o Freeport tem sido discutido com saudável desassombro, apregoa a intolerância ao contraditório.
Assim, com uma intensa e pouco frequente combinação de arrogância, inabilidade e impreparação, com uma chuva de processos, o Primeiro Ministro do décimo sétimo governo constitucional fica indelevelmente colado à imagem da censura em Portugal, 35 anos depois de ela ter sido abolida no 25 de Abril.

Ambiente: Ministro brasileiro visita em Lisboa edifício considerado exemplo em eficiência energética

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9603960.html
SAPO, 27 de Abril de 2009,
Lisboa, 27 Abr (Lusa) - O ministro brasileiro do Meio Ambiente, que recentemente anunciou a construção de meio milhão de casas sociais com painéis solares, visitou hoje, em Lisboa, o Edifício Solar XXI, considerado um exemplo de construção energeticamente eficiente.
O governo brasileiro anunciou a intenção de construir até 2010 um milhão de casas sociais e o Ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, acrescentou que pelo menos metade destas deverão ter, de raiz, sistemas de aquecimento por placas solares e sistemas de recolha da água da chuva, para aproveitamento.
Carlos Minc realçou que o Governo brasileiro fez as contas e estas medidas permitirão "a economia de um salário médio brasileiro por ano".

Sintomas e diagnóstico da gripe suína



http://noticias.sapo.pt/info/artigo/991524.html

SAPO, 27 de Abril de 2009,
Saiba quais os sintomas da gripe suína e as principais recomendações publicadas no site da secretaria de Saúde do México e nos meios de comunicação:

SINTOMAS: Febre repentina, mais de 38° C., tosse intensa, dor de cabeça e de articulações intensa, falta de apetite, congestionamiento nasal e mal-estar geral.DIAGNÓSTICO: Através de um "exame clínico detalhado", que analisa secreções de nariz e laringe durante as primeiras 24-72 horas, e de sangue para identificar anticorpos.TRATAMENTO: Nos casos confirmados, as autoridades mexicanas fornecem os antivirais "oseltamivir" e "zanamivir", mas sob estrita supervisão médica já que são fórmulas "de uso delicado" e uma má aplicação "não está isenta de efeitos secundários".MEDIDAS PREVENTIVAS: Usar máscaras sanitárias. Não apertar a mão, não beijar ao cumprimentar uma pessoa, não partilhar alimentos, arejar casas e escritórios, permitir a entrada de luz solar, manter limpas as casas-de-banho e cozinhas e os artigos de uso comum, como telefones, brinquedos, etc.Sapo/AFP

Gripe suína: Reunião extraordinária dos ministros da Saúde da UE na quinta-feira

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9602886.html
27 de Abril de 2009, 11:39
Bruxelas, 27 Abr (Lusa) - A presidência checa da União Europeia agendou para quinta-feira uma reunião extraordinária dos ministros da Saúde dos 27 para discutir a crise suína, anunciou hoje em Bruxelas o porta-voz da Comissão Europeia.
O presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, anunciara hoje de manhã em Atenas, onde participa numa conferência, que o executivo comunitário iria sugerir à presidência do Conselho da UE a realização dessa reunião extraordinária para que se faça "um ponto da situação" sobre o novo vírus da gripe suína.
O porta-voz da Comissão, Johannes Laitenberger, disse ao princípio da tarde em Bruxelas que "a sugestão foi acolhida de forma positiva" pela presidência checa, que agendou a reunião já para a próxima quinta-feira.

Espanha confirma um caso de gripe suína

Sapo, TSF - 2009.04.27, 11.13h
Um caso de gripe suína foi confirmado num doente em Espanha, onde 17 pessoas doentes estão sob investigação.
Os exames clínicos efectuados a um paciente internado no hospital de Almansa, centro do país, deram positivo para a gripe suína.
O anúncio acaba de ser feito pela ministra da Saúde espanhola, Trinidad Jiménez. O homem infectado tinha viajado recentemente ao México.
O doente está a ser assistido de acordo com os protocolos da Organização Mundial de Saúde (OMS).
A Espanha anunciou domingo a detecção de oito casos possíveis de gripe suína.
Três pessoas (duas mulheres de 21 e 24 anos e um homem de 22 anos), residentes na Catalunha, que viajaram recentemente para o México apresentaram sintomas ligeiros de gripe, segundo Marina Geli, responsável de Saúde do governo regional catalão.
De acordo com as autoridades sanitárias, cinco outros casos, foram detectados em Bilbau, Almansa, Valência, Teruel e Algeciras.
Trinidad Jiménez recomendou hoje que as pessoas com viagens programadas para o México as adiem se não existir «uma causa profissional ou uma razão maior» para realizar a deslocação.

domingo, 26 de abril de 2009

Gripe suína: Portugueses que se vacinaram contra a gripe estão "parcialmente protegidos" - virologista

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9601105.html
Lisboa, 26 Abr (Lusa) - Os portugueses que se vacinaram contra a gripe estão parcialmente protegidos contra o vírus H1N1, disse hoje o virologista Jaime Nina, acrescentando que a gripe suína pode ser tratada com antíviricos já existente no mercado.
"A vacina que foi recomendada para o Inverno passado tinha três componentes, um dos quais era o H1N1, tal como esta nova estirpe. Não era exactamente a mesma e não dá uma protecção tão boa como para estirpe original, mas ainda dá alguma protecção", disse à agência Lusa Jaime Mina, virologista do Instituto Ricardo Jorge.
Jaime Nina falava aos jornalistas no final de áudio-conferência entre técnicos da Direcção-geral de Saúde e do Instituto Ricardo Jorge com os homólogos europeus.

Qual destes "penteados" no céu vai trazer a gripe suína?


Mas afinal que se passa?
Vai chover, ou é a gripe suina a chegar?

Com um penteado tão alinhadinho...
será que o vírus quer descer aqui?
Vai ser no Hospital da CESPU
e no Centro de Saúde...
Isto aqui está tudo desorientado, perdão,
desalinhado...
Agora, sem qualquer ironia...
Esta p. desta confusão é o resultado deste tipo de sociedade global
que andamos a implementar...

Gripe suína: as medidas de precaução multiplicam-se no mundo


http://noticias.sapo.pt/info/artigo/991367.html
26 de Abril de 2009, 19:26
As medidas de precaução para identificar o mais rapidamente possível os possíveis portadores do novo vírus da gripe suína que surgiu no México, onde já matou 20 pessoas, e nos EUA, multiplicam-se no mundo inteiro.
A preocupação aumentou desde que a Organização Mundial da Saúde informou, sábado, que a gripe gerou uma situação grave e pode claramente provocar uma epidemia.
Diversos países da América Latina, como o Brasil, mais próximos do epicentro onde a doença foi detectada, têm estado a anuciar, desde sexta-feira, medidas de precaução.
As autoridades de Saúde de Brasil, Peru, Chile e Costa Rica activaram planos de vigilância sanitária. No Peru, a vigilância dos turistas provenientes do México e dos EUA foi intensificada, enquanto no Chile o pessoal da área de saúde e a opinião pública foram alertados.
No Equador, medidas de prevenção e controle foram adoptadas nos portos e aeroportos. Na Colômbia, cinco passageiros provenientes do México foram colocados sob observação e as autoridades sanitárias foram convocadas sábado para adoptar um plano de prevenção.
No norte do continente americano, a ministra canadiana da Saúde, Leona Aglukkaq, pediu mais vigilância aos canadianos.
Na Europa, seis espanhóis que voltavam do México foram colocados sob vigilância por suspeita de estarem com gripe suína. As autoridades recomendam aos espanhóis prudência antes de ir ao México e sugerem aos que pretendem ir para se informarem do avanço da epidemia.
Na Rússia, o primeiro-ministro, Vladimir Putin, assinou domingo uma ordem, criando uma comissão de prevenção contra a propagação da gripe suína no território. Além disso, suspendeu a importação de carne e derivados do México e países vizinhos.
Na França, onde há duas suspeitas da doença, o ministério da Saúde accionou uma célula de crise, que deve principalmente orientar os franceses que vivem no México. O centro de crise do ministério dos Assuntos Estrangeiros adoptou um método para informar o público.
Na Alemanha, os serviços do ministério alemão da Saúde estão prontos para enfrentar possíveis casos da gripe suína e vão informar a população da dimensão do risco.
O continente asiático activou um alerta este fim-de-semana e pediu cuidado aos turistas.
Na China, as autoridades indicaram que estão a estudar medidas de inspeção e de quarentena para se precaver diante do risco de pandemia.
No Japão, as autoridades reforçaram os controles nos aeroportos com os passageiros procedentes do México. Foram distribuídas máscaras e medem a temperatura dos passageiros para identificar eventuais casos de febre.
Na Nova Zelândia, um grupo de 22 estudantes e 3 professores estão em quarentena depois de terem passado três semanas no México. As autoridades locais pedem às pessoas que apresentarem sintomas de gripe que consultem um médico.
SAPO/AFP

Gripe Suína: EUA decretam "estado de emergência saúde pública"

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9600740.html
Washington, 26 Abr (Lusa) - A secretária da Segurança Nacional dos Estados Unidos, Jannet Napolitano, anunciou hoje a declaração de "estado de emergência de saúde pública" devido à propagação do vírus da gripe suína no país.
O anúncio da medida foi feito por Jannet Napolitano numa conferência de imprensa na Casa Branca em que fez acompanhar pelo director interino do Centro de Controlo de Doenças, Richard Besser, que revelou haver já 20 casos detectados no país de gripe suína.
ARA.

Porto: 2000 desenhos em concurso no PortoCartoon

http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?section_id=4&id_news=384523
DD - 2009.04.24
Meio milhar de humoristas, de 70 países, enviaram cerca de 2000 desenhos ao XI PortoCartoon, subordinado ao tema «Crises», que serão avaliadas por um júri internacional durante este fim-de-semana na sede do Museu Nacional da Imprensa, entidade organizadora do concurso.
A apresentação dos vencedores desta edição do PortoCartoon-World Festival será realizada, domingo, em conferência de imprensa.
O Brasil é o país com mais participantes, mais de 50 cartunistas, com cerca 200 desenhos, seguindo-se o Irão, Turquia, Roménia, Portugal e da China.
O PortoCartoon é considerado pela Federação Internacional de Organizações de Cartoon um dos três principais festivais de desenho humorístico do mundo.
Diário Digital / Lusa

Al Gore: EUA não podem contentar-se com actual situação ambiental

O antigo vice-presidente norte-americano Al Gore afirmou hoje no Congresso que os EUA não podem contentar-se com a actual situação ambiental e energética e que a aprovação de um projecto-lei sobre energia é "um imperativo moral".
"O país não pode aceitar a manutenção do 'status quo', da instabilidade dos preços dos combustíveis, da deslocalização de indústrias e do envio para o estrangeiro de dois mil milhões de dólares a cada 24 horas pelo petróleo", disse Gore, que nos últimos anos se destacou na luta contra o aquecimento global, perante a subcomissão de Energia e Ambiente da Câmara dos Representantes.
"Estou aqui hoje para dar o meu apoio ao que penso ser uma das mais importantes legislações alguma vez apresentadas ao Congresso. Esta lei tem um significado moral equivalente à dos direitos civis nos anos 1960 e ao Plano Marshall no final dos anos 1940", disse.
Al Gore, distinguido com o Nobel da Paz em 2007, classificou a adopção da lei sobre energia pelo Congresso como "um imperativo moral".
Actualmente em processo de redacção na Câmara dos Representantes, o projecto-lei sobre clima e energia prevê uma redução de 20 por cento nas emissões de gases com efeito de estufa até 2020, em relação aos valores de 2005, e a criação de milhares de "empregos verdes" (empregos em sectores ambientalmente sustentáveis como as energias renováveis).
Diário Digital / Lusa

«Nickelodeon mais Verde» traz dicas ambientais

O Nickelodeon vai lançar a campanha «Nickelodeon mais Verde», no âmbito das celebrações do Dia da Terra, visando incentivar as crianças a poupar os recursos naturais nas actividades diárias.
A campanha vai estar presente em várias plataformas, incluindo quatro spots televisivos que fornecem dicas ambientais, a ser transmitidos no site do projecto.
Os temas principais são a reciclagem, a redução do desperdício de recursos naturais e de energia, a plantação de árvores e a eficiência energética nas casas e edifícios, segundo o divulgado em comunicado.
O site, além de dicas ambientais, proporciona um glossário com as expressões mais complexas, diversos jogos e, ainda, a hipótese de os mais novos avaliarem o quão ´verdes´ são no teste Big Green.
O videojogo online multijogador «The Big Green Help Global Challenge», disponível para download no site, visa mobilizar os jovens para uma acção real de consciencialização e mudança ambiental.
O jogo consiste em deixar mais verdes as últimas três cidades do mundo, tornando-as livres de poluição. No desafio, os jogadores podem interpretar uma das várias personagens da Nick: o SpongeBob Squarepants, Otis, de «Balbúrdia na Quinta»; Timmy Turner, de «Fairly Odd Parents»; e Aanf, de «Avatar».
Em ambiente virtual, os jogadores lutam contra monstros que cospem dióxido de carbono (CO2). À medida que vão avançando de nível, são desafiados a praticar acções reais para criar um ambiente mais saudável nas suas casas, escolas ou na comunidade.
Estão disponíveis online mais informações sobre «The Big Green Help».

Católica - Porto - terá Centro para Desenvolvimento Sustentável

A Fundação Serralves vai apresentar oficialmente, no dia 27 de Abril, às 14:30, o Centro Regional de Excelência em Educação para o Desenvolvimento Sustentável da Área Metropolitana do Porto: CRE_PORTO, na Universidade Católica da Cidade Invicta (Escola Superior de Biotecnologia).
O CRE_PORTO integra a rede internacional de Centros Regionais de Excelência, constituída por 61 centros, em todos os continentes, que partilham o objectivo de atingir as metas da Década das Nações Unidas da Educação para o Desenvolvimento Sustentável (2005-2014).
O novo Centro é promovido pela Área Metropolitana do Porto, pela Universidade Católica Portuguesa (UCP), e pela Direcção Regional de Educação do Norte (DREN), segundo o divulgado em comunicado.
A cerimónia de apresentação, às 14:30, vai contar com a presença do Secretário de Estado da Educação, Valter Lemos (por confirmar); o vice-presidente do Conselho de Administração da Fundação Serralves, Luís Braga da Cruz; e o administrador executivo da Área Metropolitana do Porto, Emídio Gomes.
Mais tarde, pelas 14:45, decorre a conferência sobre «A Década das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável», protagonizada pela representante da Comissão Nacional da UNESCO, Elisabeth Silva.

Projecto «Campo na Cidade» em Campolide

DD - 2009.04.23
Decorre hoje o início do projecto «Campo na Cidade», que vai levar à área de dois hectares junto aos jardins de Campolide um campo de girassóis para a Primavera e Verão. O Vereador José Sá Fernandes estará presente na Quinta do Zé Pinto para lançar a primeira semente.
O projecto resulta da parceria entre a Câmara de Lisboa e a Associação Nacional de Produtores de Cereais, Oleaginosas e Proteaginosas (ANPOC). O objectivo é o de «trazer o campo à cidade de Lisboa», segundo o divulgado em comunicado.
A acção foi precedida por uma sessão de esclarecimentos com o vereador sobre alergias e pólenes, na Biblioteca Vale Fundão, em Marvila. A iniciativa foi promovida pela Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SPAIC), em parceria com a freguesia de Marvila e com o apoio da CM Lisboa.
A campanha visa informar a população sobre as principais plantas alergénicas e esclarecer o verdadeiro papel dos plátanos na alergia. Será ainda feito um rastreio à população da freguesia.

25 de Abril: Cavaco pede propostas com realismo, autenticidade...

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9596341.html
Lisboa, 25 Abr (Lusa) - O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, apelou hoje à participação activa dos cidadãos nas eleições deste ano, pedindo aos agentes políticos para apresentarem propostas com realismo, autenticidade e sem ilusões, num debate centrado nos grandes problemas do país.
"Aquilo que se promete deverá ter em conta a realidade que vivemos no presente e em que iremos viver no futuro. Dizer que essa realidade será fácil será faltar à verdade aos portugueses. Quem prometer aquilo que objectivamente não poderá cumprir estará a iludir os portugueses", afirmou Cavaco Silva, no discurso da sessão comemorativa do 25 de Abril, na Assembleia da República.
Numa intervenção dividida em duas partes, com a primeira dedicada à crise que Portugal atravessa e que "não pode ser iludida", o chefe de Estado falou longamente sobre os três actos eleitorais que irão decorrer entre Julho e Outubro - europeias, legislativas e autárquicas - fazendo um apelo directo à participação dos cidadãos.

25 de Abril: Presidente da República fez um bom exercício democrático - Manuel Alegre

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9596397.html
Lisboa, 25 Abr (Lusa) - O deputado socialista Manuel Alegre considerou hoje que o Presidente da República falou para todos os portugueses e fez um bom exercício democrático, dizendo que Cavaco Silva não deve ser bengala do Governo ou chefe da oposição.
"O papel do Presidente da República não é ser anti-Governo. O Presidente da República não tem que ser a bengala do Governo nem chefe da oposição. O Presidente da República fala para todos os portugueses e falou para todos os portugueses e de acordo com a data", declarou Manuel Alegre no final da sessão comemorativa do 25 de Abril na Assembleia da República
Segundo o ex-candidato presidencial, Cavaco Silva "falou de responsabilidade democrática, de participação, contra a abstenção em actos eleitorais, contra a demagogia, contra a crítica pela crítica e contra o apoliticismo".

25 de Abril: Milhares descem a Avenida da Liberdade descontentes com a crise e descrentes da política

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9597352.html
25 de Abril de 2009, 17:51
Lisboa, 25 Abr (Lusa) - Milhares de pessoas desceram esta tarde a Avenida da Liberdade em direcção no Rossio no tradicional desfile comemorativo do 25 de Abril, este ano marcado pelo descontentamento face à crise económica, associado a um sentimento de descrença política.
A Polícia de Segurança Pública (PSP) e os promotores do desfile, a Associação 25 de Abril, escusaram-se a avançar estimativas do número de pessoas presentes.
No entanto Fátima de Sousa, 44 anos, acredita que a crise pode ter motivado mais gente a saír à rua: "Não sou uma 'habitué', esta é a primeira vez que venho. Penso que se houver maior afluência a crise pode explicá-la, porque as pessoas unem-se nos momentos mais difíceis. Aqui sentem-se de alguma forma reconfortadas e com mais esperança", disse Fátima de Sousa à agência Lusa.

Álcool origina 3,8% das mortes em Portugal

JN - 2009.04.25
Peso nacional das doenças causadas pelo consumo excessivo é superior à média global calculada pela OMS

EDUARDA FERREIRA
As doenças do fígado causadas pelo álcool estão à frente dos acidentes rodoviários e do cancro nas causas de morte em Portugal por consumo excessivo, que origina 3,8% dos óbitos anuais em Portugal, refere um estudo.
A mortalidade estabelecida pelo estudo de Helena Cortez Pinto corresponde a 4.054 pessoas em cada ano. Aquela investigadora, que esta semana esteve a participar no encontro anual da Associação Europeia para o Estudo do Fígado, em Copenhaga, indica que as mortes de portugueses por consumo excessivo de álcool são mais numerosas por cirrose, seguida de acidentes de carro e ainda por cancro.
Helena Cortez Pinto, que faz as suas pesquisas na Unidade de Nutrição e Metabolismo do Instituto de Medicina Molecular, procedeu também ao cálculo dos custos atribuíveis ao consumo de álcool: as doenças por este causadas correspondem a 1,25% dos gastos em saúde. Nestas contas, que repercutem as estatísticas disponíveis sobre o ano de 2005, a mesma cientista explicita que houve nesse ano uma despesa de 14,1 milhões de euros por doenças crónicas (do fígado, cancro, etc) causadas pelo consumo excessivo. Muito mais elevados do que este montante situaram-se os 82,2 milhões de euros de despesa devido a acidentes rodoviários e outras causas externas. Além disto, foi calculada a "factura" com tratamentos ambulatórios (93 milhões). No total, há quatro anos, houve custos de 189,2 milhões de euros atribuíveis ao álcool, nada menos do que 0,13% do Produto Interno Bruto (PIB) português.
Na escala das doenças e mortalidade associadas ao álcool excessivo, Helena Cortez Pinto coloca primeiro as doenças do fígado (28,3%, representando 1.147 óbitos), seguidas pelas mortes na estrada (26,2%, o que corresponde a 1.062 pessoas mortas) e ainda os falecimentos devido aos diversos tipos de cancro associados ao álcool (21%, ou seja, 851 indivíduos). Na sua comunicação ao encontro internacional, a investigadora portuguesa considerou importante que o país deve pôr em prática estratégias actuantes no sentido de promover hábitos de vida saudáveis e tornar o consumo de álcool moderado.
Por todas estas cifras, Portugal surge com 5% das causas de doenças ligadas ao álcool, uma taxa muito superior à média mundial calculada pela OMS.
A influência dos pais é determinante nos hábitos de consumo, referem as conclusões de um outro estudo, feito por especialistas do Instituto Suíço para a Prevenção dos Problemas de Álcool e Drogas. A equipa dirigida por Emmanuel Kuntsche estudou mais de 350 jovens ao longo de dois anos e chegou à conclusão de que os adolescentes com uma boa relação com os pais atrasam a idade de contacto com as bebidas, o que também vai determinar menores riscos de consumo excessivo. As circunstâncias em que há o primeiro contacto com o álcool são muito importantes, referem as conclusões deste estudo.

EUA preparados para o pior com a expansão do vírus da gripe suína


http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=1212516
JN - 2009.04.25
"Temos de estar preparados para o pior". A directora dos Centros de Control e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos declarou que a expansão do novo vírus da gripe suína é "muito grave".
A Organização Mundial de Saúde classificou já a epidemia do novo vírus da gripe suína com internacional. Nos EUA e México já se registaram 60 mortes e as autoridades pediram a quem se sinta doente para não sair de casa.
O novo vírus da gripe suína já não pode ser contido, admitiram as autoridades sanitárias norte-americanas, alertando para o surgimento de novos casos da doença.
"Com tantas infecções registadas em várias comunidades, já não achamos possível conter" a epidemia, avançou Anne Schuchat, da direcção do Centro norte-americano para o Controlo e Prevenção das Doenças (CDC), numa conferência de imprensa telefónica.
"Não estamos em condições de manter o vírus num só local. Agora que temos uma visão mais alargada, acredito que vamos ter mais" casos, acrescentou. As autoridades sanitárias norte-americanas anunciaram sexta-feira ter diagnosticado o oitavo caso humano de gripe suína numa criança da Califórnia (oeste dos Estados Unidos).
O vírus da gripe suína, que já causou a morte a 60 pessoas no México e nos EUA, tem "claramente um potencial pandémico", advetiu a Organização Mundial da Saúde.
A direcção-geral de Saúde (DGS) recomendou que todos os casos de gripe suspeitos sejam confirmados em laboratório. "Todos os casos de síndroma gripal suspeitos têm de ser confirmados laboratorialmente", devendo os médicos contactar o Instituto Ricardo Jorge, refere a DGS em comunicado dirigido aos médicos.
"A definição de caso suspeito para fins de notificação imediata assenta, nesta fase, em critérios clínicos e epidemiológicos, designadamente infecção respiratória de início agudo, com febre alta, em doente com contexto epidemiológico (proveniente de zona afectada nos últimos 10 dias ou contacto próximo com pessoa doente com quadro gripal proveniente de zona afectada)", acrescenta o comunicado.
Perante estes doentes, a DGS recomenda também que "devem ser observadas medidas de protecção individual" nos serviços de saúde.
A DGS reafirma que "não há, até ao momento, conhecimento de casos em Portugal", adiantando que "foram accionados os dispositivos previstos para este tipo de situações em colaboração com o Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge".

sábado, 25 de abril de 2009

Ainda a Exposição do Mestre Pompeu, na Livraria Lello

.
Uma exposição a não dispensar.
Parabéns Mestre.
.
.
Obras do Mestre Pompeu - peças únicas.
Ainda por cima, a um custo nada exagerado.
Apetece mesmo trazer para casa.
.

.
Estas obras primas...
Este edifício...
Estes livros todos...
Quem não se perde?
É isto que faz evoluir a nossa cultura.
.

.
Desenhos e pinturas fabulosas do Mestre Orlando Pombeu,
num edifício que é património e cultura, referenciado em todo o mundo.
.

.
Para além de apreciarmos a exposição, perdemo-nos no meio de tantos livros interessantes.
E claro, não conseguimos sair sem adquirir um exemplar.
.
.
Uma publicação recente de Reflexões sobre salvaguarda e gestão de centros históricos em Portugal - Conservação Urbana e Territorial Integrada.
No meio de tantos outros livros, desta vez foi este.

Vernissage da exposição do Mestre Pompeu

.
Mestre Orlando Pompeu, na Livraria Lello,
junto à Torre dos Clérigos, no Porto
(Rua das Carmelitas, 144)
2009.04.24
.
.
Mais uma brilhante exposição.
.
.
As obras do Mestre encantam-nos cada vez mais.
O local é uma referência mundial da cultura,
a usufruir em conjunto com as obras de arte e os livros expostos.
.
.
O vinho do Porto estava muito bom.
Bom trabalho, Mestre Pompeu.
Parabéns.
.
.
.
A exposição estará patente até ao dia 29 de Maio de 2009.
.

25 de Abril de 1974 - 35 anos


Apresentada acção popular contra taxa de disponibilidade da água

http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=133093
A Associação de Consumidores de Portugal (ACOP) anunciou hoje que vai apresentar uma acção popular em tribunal contra a Entidade Reguladora dos Serviços de Água e Resíduos, para que seja reconhecida «a ilegalidade da taxa de disponibilidade»
A jurista Teresa Madeira afirmou à Agência Lusa que a «acção pretende que seja retirada da factura a taxa de disponibilidade, que representa um consumo mínimo que substitui o aluguer do contador e não vem justificar qualquer tipo de encargo da entidade gestora».
«Pretendemos que o tribunal ordene às entidades gestoras a eliminação da taxa de disponibilidade e as obrigue a devolver os montantes facturados e cobrados até ao momento», sublinhou.
Citando a lei, em vigor desde Maio de 2008, a ACOP refere que «é proibída a cobrança aos utentes de qualquer importância a título de preço, aluguer, amortização ou inspecção periódica de contadores ou outros instrumentos de medição dos serviços utilizados e qualquer outra taxa de efeito equivalente (...)».
A ACOP acusa aquele organismo de, enquanto entidade reguladora, agir «declarada e descaradamente contra os consumidores» ao dar «cobertura» aos actos das entidades gestoras dos serviços de distribuição predial de águas.
Segundo Teresa Madeira, «a esmagadora maioria das autarquias e das entidades gestoras dos serviços de distribuição de águas cobram a taxa de disponibilidade, de acordo com um estudo efectuado» pela associação.
De acordo com a jurista, a acção popular será apresentada na próxima semana no Tribunal Administrativo de Lisboa.
Lusa / SOL

Pobreza: "Coração da Cidade" em ruptura de stock alimentar não pode apoiar todos os que a procuram no Porto

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9593320.html
Porto, 24 Abr (Lusa) - A instituição portuense Coração da Cidade não está a conseguir responder às necessidades alimentares do número crescente de famílias que procuram apoio, disse hoje à Lusa La Salete Piedade.
"Neste momento, os bens que nos são doados não chegam para conseguirmos alimentar as mais de 300 famílias que nos procuram", acrescentou a directora do Coração da Cidade.
Instituição de solidariedade social sedeada no Porto.

Comunicado da Quercus

«Foi ontem publicado o Decreto-Lei n.º 73/2009 que aprovou um novo regime jurídico da Reserva Agrícola Nacional (RAN), revogando a legislação anterior que vigorava há já vinte anos. Não se discute a necessidade de revisão de um quadro legal que, nalguns aspectos, surge como desajustado e obsoleto face à realidade actual.
Assim, e desde logo, o regime da RAN agora divulgado consagra a nova metodologia de classificação dos solos, conforme recomendação da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO/WRB).
Há, todavia, muitas críticas a fazer ao diploma publicado – a começar na total ausência de possibilidade dada às Organizações de Ambiente de participarem activamente na respectiva elaboração. Apesar de, aquando da aprovação em Conselho de Ministros, ter sido divulgado que o Decreto-Lei fora aprovado na generalidade para consultas, certo é que a única Associação consultada foi a Associação Nacional de Municípios Portugueses.
As razões estão á vista: as Câmaras passam a ser as exclusivas responsáveis por delimitar a RAN, no âmbito do processo de elaboração, alteração ou revisão de plano municipal de ordenamento do território – o qual, recorde-se, deixou de estar sujeito a ratificação em Conselho de Ministros, na sequência de mais uma alteração à legislação de ordenamento do território em que este Governo tem sido fértil.
A delimitação da RAN vai ser efectuada e aprovada a nível municipal pelas próprias câmaras sendo desde logo considerados não integrados na Reserva Agrícola, entre outros, os “solos cuja urbanização seja possível programar” ( cfr. Art. 10º ) e, pasme-se, “Na elaboração da proposta de delimitação da RAN deve ser ponderada a necessidade de exclusão de áreas com edificações legalmente licenciadas ou autorizadas, bem como das destinadas à satisfação das carências existentes em termos de habitação, actividades económicas, equipamentos e de infra –estruturas” (cfr. Art. 12º nº 3). Tal significa obviamente uma aplicação completamente discricionária e ampla em cada um dos municípios, não permitindo assim proteger os valores associados ao regime da RAN.
Outro aspecto que merece o nosso repudio é a simplificação extrema de procedimentos, bem como a diminuição dos prazos para emissão de parecer prévio por parte das entidades regionais da RAN, em caso de utilizações não agrícolas de áreas integradas na RAN, dos actuais 60 ou 90 dias (consoante os casos), para somente 25, equivalendo a não emissão de parecer dentro deste prazo, a parecer (tácito) favorável (cfr. Arts. 22º e 23º).
Recorde-se que face ao regime até aqui vigente, todas as utilizações não estritamente agrícolas de solos integrados na RAN, careciam de autorizações da Comissão Regional da Reserva Agrícola (CRRA) e as desafectações de áreas da RAN apenas estavam previstas em termos excepcionais.
Acresce ainda a referência no preâmbulo do diploma relativo à integração da actividade florestal na actividade agrícola o que pode levar à promoção da florestação de terras agrícolas acabando com o efeito dos espaços agrícolas como faixas de contenção do fogo. Por outro lado, determinadas culturais florestais, como os eucaliptos, podem significar a degradação de solos agrícolas e a competição com as culturas para produção alimentar.
A Quercus reitera, assim, a enorme desilusão pela postura do actual Governo em matéria de ordenamento do território.Lisboa, 01 de Abril de 2009A Direcção Nacional da Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza »
.
A aprovação de mais este diploma legal, a par da também já aprovada lei do regime da REN (Reserva Agricola Nacional), vão permitir que sejam as autarquias a dispôr, na quase plenitude, dos instrumentos de intervenção no "ordenamento" do território.
Se, por um lado, o poder local deve ter aqui um papel fundamental, de intervenção real e útil, nas questões de ordenamento territorial, por outro lado as autarquias, por estarem demasiado perto dos interesses económicos e financeiros locais, vão passar a sofrer muito mais directamente as pressões sociais, económicas e políticas, inerentes á possibilidade de exercerem mais esta nova forma de poder e sabemos que aí, o peso dos votos conta muito, pelo que será mais uma vez, o território e o ambiente, a sofrer com possíveis actos especulativos.
Luis Marques da Silva

"O Sol" 20090424 - Entrevista ao Fórum Cidadania Lx





Na foto: Jorge Santos Silva, Paulo Ferrero, Nuno Santos Silva, Luis Marques da Silva: os "operacionais"do movimento cívico Forum Cidadania Lx
Por Margarida Davim


Chamam-lhes fundamentalistas, velhos do Restelo, D. Quixotes. Escrevem diariamente num blog, lançam petições na Internet, dão entrevistas aos media e dizem só ter em comum o amor por Lisboa e a vontade de lutar por causas ligadas ao património, à mobilidade e ao ambiente.
Paulo Ferrero tem 45 anos e é licenciado em Economia, mas há cinco anos que dedica todo o tempo livre ao Fórum Cidadania Lx. A ideia surgiu para tentar impedir a demolição da casa Garrett e deu lugar a um blog onde se foram juntando pessoas, “do BE ao CDS”. O edifício foi demolido, mas o Fórum cresceu. Hoje, tem112 membros e um site com uma média de 600 visitas diárias.
“Somos um movimento de causas”, define Ferrero, que sublinha o facto de se tratar de uma “associação informal” completamente apartidária, mas não apolítica”. O activista só conhece pessoalmente metade dos elementos do Fórum, mas explica que entre os que colaboram “há gestores, advogados, médicos, gente ligada aos media, ás artes e espectáculos arquitectos, engenheiros, estudantes…Novos e velhos”. Todos conciliam a vida profissional com a actividade cívica e alguns moram mesmo no estrangeiro. “Sem Internet não havia nada disto”, diz Paulo Ferrero, lembrando que “tudo é feito a custo zero”.

Lutar contra moinhos de vento

Luis Marques da Silva tem 46 anos e é arquitecto. Passa os dias entre Lisboa e o Porto e aproveita os fins-de-semana para escrever petições, distribuir folhetos e andar pela cidade à procura do que está mal. “Já nos chamaram malucos, mas as nossas causas não são moinhos de vento, são monstros”, diz lembrando uma das vitórias do movimento: graças a uma petição (que reuniu mais de cinco mil assinaturas), o projecto dos arquitectos Valsassina e Aires Mateus para o Largo do Rato foi travado. “O que estava projectado era excessivo em termos de volumetria e desenquadrado do contexto sócio-urbano da zona” justifica.
Foi, aliás, esse projecto que o levou a juntar-se ao Fórum Cidadania, mas Marques da Silva é também um dos mais activos na contestação ao novo Museu dos Coches. Antes já tinha dado a cara pelo movimento Em Defesa do Bolhão, no Porto. “Posso até ser penalizado em termos profissionais, mas não consigo assistir impávido à destruição desta bela cidade”, afirma.
“As nossas próximas batalhas tanto podem ser a colocação de semáforos num sitio qualquer, como a defesa de um edifício histórico”, adianta Nuno Santos Silva. O jurista de 33 anos confessa que muitos dos temas que leva para o Fórum nas cem quando está “no transito ou nos transportes públicos”. A mobilidade é o assunto que mais o motiva e diz que, por isso, já está habituado “a receber muitos insultos e comentários menos simpáticos” no site.
Mas a polémica surge mesmo dentro do “núcleo operacional” do movimento. Jorge Santos Silva, 44 anos, licenciado em História revela ser contra uma das iniciativas do Fórum: “Não posso aceitar que se coloquem autocolantes nos automóveis mal estacionados, até porque eles estragam os carros”.
Santos Silva descobriu por experiência própria a dificuldade que os cidadãos têm em ser ouvidos. “Moro num prédio na Alameda D. Afonso Henriques, que é propriedade do Ministério da Saúde, e ameaça ruir”, conta acrescentando que “foi só depois de ter chamado os jornais e as televisões que o assunto começou a ser resolvido”.
.
.
COMENTÁRIO:
Cito:
...”aos meus ombros, minha filha, de 3 anos, com um cravo vermelho na mão, gritava também, contagiada por tanta felicidade: "Liberdade! Liberdade!". Há 35 anos era a Revolução. Depois foi (é) que se sabe. Diz Carlyle na sua "História da Revolução Francesa" que as revoluções são sonhadas por idealistas e realizadas por fanáticos, e quem delas se aproveita são os oportunistas de todas as espécies.”(Manuel António Pina – 35 anos depois - JN, 2009.04.24)
.
Cito:
..."«Nós temos o governo que merecemos, temos os partidos que merecemos, temos os subsistemas de saúde e educação que merecemos, porque somos responsáveis pela nossa sociedade», disse Ramalho Eanes, depois de citar um autor espanhol que responsabilizava os povos submetidos a regimes tirânicos, pela incapacidade de se revoltarem.«Cabe-nos a nós impor regras, exigir condutas e, quando for necessário, substituirmos os governantes», frisou Ramalho Eanes, no colóquio moderado pelo jornalista Adelino Gomes,"...(
http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Politica/Interior.aspx?content_id=133040)

.
.
.
Neste dia especial, face a tudo o que os cidadãos sentem na pele, é com enorme alegria e satisfação que vemos uma reportagem de um semanário, “O Sol”, sobre o “Cidadania Lx”.Longe dos oportunistas, pessoas de todas as áreas unem-se em defesa do seu direito democrático de pugnar pela defesa dos interesses sociais e colectivos.
Aqui, o direito e dever de participação da sociedade civil é levado à letra. Sem o medo que se enraizou na vida do dia a dia dos portugueses, que fogem de opinar sobre qualquer atitude ou acção promovida por quem está incumbido de exercer os direitos públicos, como se com isso lhes fosse tirado o parco pão à boca dos filhos.
Os encartados do poder, que quase sempre nasceram iluminados na prerrogativa de que sabem tudo e de tudo, têm aqui a boa vontade de quem, se necessário, rema contra a maré dos individualistas e oportunistas, impedindo que se transforme a cidade de todos, numa coutada de uns poucos.
É esta mais-valia que os nossos políticos responsáveis têm que saber aproveitar, conseguindo com isso minorar erros e desvarios de todas as sanguessugas que quase sempre os rodeiam. Muitas vezes, sem a devida ponderação, implementam actos que resultam em enormes encargos para o povo, a nível económico, ambiental, social, etc.
Aprendam a houvir o povo, tal como este se mostra aqui no Fórum Cidadania, que só têm a ganhar com isso.
Está de parabéns “O Sol”, que tem os ouvidos limpos e está atento, mas ainda mais, estão de parabéns todos os colaboradores do Cidadania Lx pelo seu empenhamento na construção de uma sociedade melhor.
Ferreira arq.

sexta-feira, 24 de abril de 2009

JN - Manuel António Pina - 35 anos depois

http://jn.sapo.pt/Opiniao/default.aspx?opiniao=Manuel%20Ant%F3nio%20Pina

JN 2009.04.24
Há 35 anos era a Revolução. Às 6 da manhã, alguém me telefonou: "A tropa está na rua!". Corri para o jornal, inquieto. Depois do 16 de Março, falava-se que Kaúlza e sectores direitistas do Exército preparavam um golpe. Na rádio ouviam-se marchas militares, só interrompidas por um comunicado do MFA aconselhando as pessoas a ficar em casa e ordenando às forças policiais que recolhessem aos quartéis. De repente, contudo, as ruas encheram-se de gente gritando: "Liberdade! Liberdade!". A Polícia ainda carregou sobre os primeiros manifestantes, mas já era tarde: tínhamos perdido o medo.
Em breve a Praça e os Aliados transbordavam de homens e mulheres, muitos com lágrimas nos olhos, abraçando-se e festejando e, aos meus ombros, minha filha, de 3 anos, com um cravo vermelho na mão, gritava também, contagiada por tanta felicidade: "Liberdade! Liberdade!". Há 35 anos era a Revolução. Depois foi (é) que se sabe. Diz Carlyle na sua "História da Revolução Francesa" que as revoluções são sonhadas por idealistas e realizadas por fanáticos, e quem delas se aproveita são os oportunistas de todas as espécies.

Família recebe casa construída por 85 voluntários em 65 dias


http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Vida/Interior.aspx?content_id=133039
Sol 2009.04.24
Uma família de Braga recebe, hoje, uma casa ao preço de custo, erguida por voluntários de vários países em 65 dias e descrita por um dos membros do agregado como «motivação para um recomeço de vida»
...
A Habitat for Humanity é uma organização internacional fundada por Millard Fuller (1935-2009) nos EUA e que já construiu mais de 300 mil casas em vários pontos do mundo, alojando para cima de um milhão de pessoas.
A casa vai ser entregue pelas 16:00 na presença de alguns dos 85 voluntários - canadianos, norte-americanos, franceses, coreanos, chineses, africanos, entre outros - que, desde 3 de Novembro de 2008, se dedicaram a pô-la de pé, obedecendo a um planta da Câmara Municipal de Braga.
"Os voluntários pagaram as despesas da sua deslocação e trouxeram um donativo em dinheiro que permitiu avançar para a compra dos materiais de construção", explicou João Cruz, de 31 anos, à Lusa, acrescentando que a associação vai erguer de raiz outras duas casas ainda este ano, "ambas em Vila Verde, uma das quais começa a ser feita já em Maio", estando ainda previstas obras em duas ou três outras, uma das quais em Amarante.
Até ao momento, a associação - que existe em Portugal desde 1996 e tem a sua sede em Braga, deu prioridade à zona Norte - construindo 20 habitações e realizando remodelações em mais uma dezena de casas.
...