domingo, 31 de maio de 2009

Tropfest NY 2008 winner, "Mankind Is No Island" by Jason van Genderen



«O Tropfest» é o maior festival de curtas metragens do mundo.
Começou há 17 anos em Sydney, na Austrália.
Teve a sua 1ª edição no ano passado em Nova York.
O vencedor de 2008 foi este filme totalmente filmado com um telemóvel em Sidney e NY por Jason van Genderen.

O seu orçamento foi de 40 dólares (+/- 30 euros)!
.
Para ver carregar no título
(recebido por mail de F. Martins)

sábado, 30 de maio de 2009

Investimento: Norte de Portugal é "Região de Honra" na Conferência Mundial de La Baule

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9726438.html
Porto, 28 Mai (Lusa) - O Norte de Portugal é a região europeia convidada da edição de 2009 da Conferência Mundial de Investimento La Baule, que se realiza entre 03 e 05 de Junho em França.
Fonte da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) disse hoje à agência Lusa que a região vai estar representada em La Baule (Norte da França, na costa atlântica) com uma delegação de instituições e empresas do Norte de Portugal de diferentes sectores económicos.
"Este é um dos maiores certames sobre investimento global e internacionalização do Mundo, com forte presença de 'players' económicos e políticos europeus e americanos", salientou a fonte.

Alterações Climáticas: Especialista acusa governos de desperdiçarem a maior arma para combater fenómeno




http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9727615.html
Almada, 28 Mai (Lusa) - Um especialista em urbanismo acusou hoje os governos de desperdiçarem o que considerou ser a maior oportunidade para combater as alterações climáticas, ou seja, o investimento na eficiência energética e no desenvolvimento sustentável das cidades.
"A comunidade internacional falha em perceber que a maior das oportunidades no combate às alterações climáticas passa por alterações a nível das cidades, onde cerca de 80 por cento da energia no mundo é utilizada e onde o equivalente é emitido em emissões de gases com efeito de estufa [GEE]", afirmou à Lusa Jeb Brugmann um dos redactores da Agenda 21, o Plano de Acção para o Desenvolvimento Sustentável consagrado na Cimeira da Terra de 1992.
Apesar das críticas, o especialista mostrou-se "optimista" que se consiga 'carimbar' um novo acordo global pós-Quioto durante a cimeira de Copenhaga, em Dezembro.

Meteo: Protecção Civil em 'alerta amarelo' devido a temperaturas altas recomenda cuidados à população

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9731626.html
Lisboa, 29 Mai (Lusa) - A Protecção Civil colocou em 'alerta amarelo' às 14:00 de hoje a sua estrutura operacional a nível nacional devido às elevadas temperaturas previstas para os próximos dias em todo o território continental.
O alerta, até às 20:00 de segunda-feira, deve-se à previsão do Instituto de Meteorologia (IM) para os próximos dias de temperaturas máximas e mínimas relativamente altas, valores de humidade relativamente baixos, em especial no interior, e vento moderado a forte de Leste no Algarve e terras altas.
Em comunicado hoje divulgado, o Comando Nacional de Operações de Socorro, principal estrutura operacional da Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC), recomenda à população medidas de prevenção e precaução quanto à "realização de fogueiras e outras formas de fogo em espaços rurais", bem como de queimadas ou queima de sobrantes, sobretudo "nos locais onde se verifique o risco temporal de incêndio de níveis muito elevado e máximo".

Ponte de Lima: Multinacional de jardins ocupa área verde de 25 mil metros quadrados

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9732922.html
Viana do Castelo, 29 Mai (Lusa) - Uma multinacional de 12 jardins, espalhados por uma área verde com 25 mil metros quadrados, foi hoje inaugurada em Ponte de Lima, num festival único em Portugal que pode ser visitado nos próximos cinco meses.
Nesta quinta edição, o Festival de Jardins de Ponte de Lima reúne 11 trabalhos originais, mais um "repescado" do certame do ano passado, com assinaturas de Portugal, Áustria, República Checa, China, Espanha e Itália.
A concurso, no entanto, apresentaram-se 67 jardins, oriundos de 19 países e de quatro continentes.

Saúde: Novo vírus mortal semelhante ao Ebola identificado em África

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9732919.html
29 de Maio de 2009, 19:33
Atlanta, EUA, 29 Mai (Lusa) - Os cientistas identificaram um novo vírus mortal em África: quatro pessoas já morreram devido ao "Lujo", que causa hemorragias como o temido Ebola.
Um relatório sobre o vírus surgiu quinta-feira na publicação especializada PLoS Pathogens, revelando que de cinco pessoas infectadas no Outono, na Zâmbia e na África do Sul, quatro morreram.
Um dos doentes terá conseguido sobreviver graças a um medicamento recomendando pela equipa científica.

Ciclo 3R - SEMINÁRIO: ARQUITECTURA > O LADO VERDE


Obra recente 3R/Casa da Vizinha
Exponor - Pavilhão 5 - 4 e 5 de Junho 2009

A Ordem dos Arquitectos – Secção Regional Norte (OASRN) e a Casa da Vizinha, em colaboração com a Exponor - Feira Internacional do Porto, promovem um seminário sobre Arquitectura e Sustentabilidade, denominado Arquitectura > o lado verde, por ocasião da Feira de Ambiente e Energia AMBINERGIA, onde a OASRN foi convidada para comissariar uma programação na vertente de arquitectura.

Pretende-se que esta seja uma oportunidade para dinamizar o debate sobre a sustentabilidade, através da apresentação de projectos de arquitectura que abordam de forma integrada as temáticas do Ambiente e da Energia como suportes às estratégias de Sustentabilidade e que possam contribuir, com arquitectura, para o aprofundamento técnico dos temas em questão, no seguimento dos projectos 3R da OASRN e Casa da Vizinha da OASRS.

3R – Reabilitar, Reutilizar, Reciclar é uma organização da OASRN que tem como objectivo dinamizar a formação e o debate sobre a sustentabilidade na vertente da arquitectura, nomeadamente sobre os temas da Reabilitação de centros urbanos e edifícios, eficiência energética no âmbito dos edifícios existentes, uso racional, aproveitamento e reciclagem da água, espaços exteriores em centros urbanos, Materiais e tecnologias eco-eficientes e sistemas de certificação ambiental.
www.oasrn.org/3R

A Casa da Vizinha (não é tão verde como a minha) é um projecto na OASRS, iniciado em 2007, que consiste na criação de uma base de dados na Internet com projectos de arquitectura, que integram o conceito de sustentabilidade, e de uma rubrica de perguntas e respostas sobre o tema, permite, não só, a actualização de conhecimentos, mas também, o esclarecimento de dúvidas que se coloquem aos arquitectos e às entidades.
http://www.casadavizinha.eu/

Miguel Nery e Luís Tavares Pereira
OASRN

As conferências terão lugar na Exponor, nos dias 4 e 5 de Junho de 2009, entre as 14h30 e as 18h00, de acordo com o seguinte programa:

4 de Junho (5ªfeira):
15h00 Filipa Mourão e João Santa-Rita
15h30 Pedro Campos Costa
16h00 pausa para café
16h30 Bernardo Rodrigues
17h00 Nadir Bonaccorso
17h30 Mesa Redonda: debate com todos os intervenientes
18h00 Encerramento
5 de Junho (6ªfeira):
15h00 Appleton e Domingos
15h30 José Gigante
16h00 pausa para café
16h30 Atelier do Corvo
17h00 João Ventura Trindade
17h30 Mesa Redonda: debate com todos os intervenientes
18h00 Encerramento

A moderação a cargo do Arqº Miguel Nery,
Vogal da Direcção da OASRN e Coordenador do ciclo 3R
Entrada livre, mediante inscrição através do site www.ambinergia.exponor.pt
Mais informações em www.ambinergia.exponor.pt

Organização: OASRN
Parceria: Casa da Vizinha
Apoio: Exponor – Feira Internacional do Porto

sexta-feira, 29 de maio de 2009

29 de Maio – Dia da Energia

Quercus:
.
.
Falta energia, eficiência e acções ao Plano Nacional de Acção para a Eficiência Energética

Neste Dia da Energia, a Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza chama a atenção para Eficiência Energética como uma prioridade no contexto de redução de emissões de gases de efeito de estufa e de uma política energética mais independente do exterior.

Algumas considerações:

- No ano de 2007 as emissões de gases de efeito de estufa atingiram cerca de 81,8 milhões de toneladas (sem se considerar o uso do solo, alteração de uso do solo e floresta). Tal significa uma emissão per capita de aproximadamente 8,2 toneladas/ano. Os dados de 2007 definitivos apontam para 38% de emissões de GEE acima de 1990, 11% acima do limite fixado pelo Protocolo de Quioto; o Governo prevê uma ultrapassagem de 5% para o ano de 2008 mas tal é efectivamente apenas uma previsão.

- O decréscimo do consumo de electricidade, apesar de registar no período Janeiro a Abril de 2009 uma redução de 2,2% em relação ao período homólogo de 2008, é mais resultado da crise económica e do clima ameno que se continua a verificar, sendo que as medidas de eficiência energética que também deverão estar a desempenhar algum papel no decréscimo, acabam por ser mais forçadas pela situação financeira do que pela pró-actividade de medidas governamentais.
(...)
.
.
LUSA:
Dia Mundial da Energia: Edifício ecológico em Lisboa já produziu 45 mil kilowatts
Lisboa, 29 Mai (Lusa) - O painel à entrada avisa que até hoje, Dia Mundial da Energia, o edifício já produziu 45 276 kilowatts. O Solar XXI, em Lisboa, gera 80 por cento do seu consumo energético e pretende ser um exemplo de eficiência para outros edifícios.
O Solar XXI aloja gabinetes e serviços do Laboratório Nacional de Energia e Geologia (LNEG), mas é especial porque o próprio edifício foi planeado para estudar tecnologias de eficiência energética na construção.
Os dados sobre a produção e consumos neste edifício são permanentemente actualizados num painel electrónico que permite a quem entra saber, por exemplo, que o interior está a 20º e que a eficiência desta construção já evitou a emissão de 31 693 quilogramas de CO2 para a atmosfera, contribuindo desta forma para a redução das alterações climáticas.

CIDADANIA LX: PETIÇÃO: "Urge um debate público nacional sobre o futuro do Terreiro do Paço!"



E divulgue!

???"Terreiro do Paço é uma praça que não serve para estar"... refere o Arq. Bruno Soares


http://cidadanialx.blogspot.com/2009/05/blog-post_28.html
.
É desta que o céu nos cai em cima da cabeça, diria o Asterix...

Para quem conseguiu detectar o defeito da situação actual desta praça e lhe continua a chamar praça, então devia-a tratar como tal - e resolver o problema para que ela funcione efectivamente como uma "praça".

E o sentido de uma praça nem é o de um "não lugar", nem de um sítio de passagem, nem de um local para tirar umas fotos e dizer que temos monumentalidade - fazer uns postais.

A praça, para não ser uma deturpação daquilo que é a sua função e passar a constituir mais um aborto urbano como tantos outros que para aí se criam, é o resultado de uma confluência social e urbana, onde, pela localização, dimensionamento específico e demais vantagens inerentes à vivência social de quem por aí está, consegue ser o local motivador da espera, do encontro, do convívio; é o estar com referência.

E é por tudo isso que, depois, se lhe dá a importância, o valor arquitectónico e a monumentalidade.

Querer o oposto, dar monumentalidade, propiciar um local para fazer umas fotos e dizer que temos, é tão básico e tão contra-natura, que nem devia ser passivel de discussão entre pessoas que têm capacidade de decisão nestas coisas, e que obrigatoriamente tinham de estar dentro deste assunto, ou estar bem aconselhados...

Isto é um caso anedótico, que nos nivela a todos os Portugueses por uma plataforma muito baixa, indigna dos autores da ordem urbana e social implementada pelo desenho do "novo alinhamento" da cidade de Lisboa "dos architétos Eugénio dos Santos, Carvalho e Carlos Mardel".

Eles criaram a "Real Praça do Comércio" conforme legenda duma das plantas da época. E o comércio era então a vivência principal dos Portugueses, e tinha aqui a sua referência principal - era a confluência dos Portugueses no mundo.

Nós merecemos esta praça a funcionar como uma praça reflexo da sociedade que queremos: ordenada e integrada na sociedade, ou desordeira, apenas para uns copos e umas palhaçadas?

Dizem que a praça não tem património para aí ser recuperado!
O partimónio que aí há a recuperar é aquele que os autores do plano em que se integra a praça lhe definiram à data: o rigôr, a ordem, a simplicidade, a funcionalidade social e urbana reflexo da vida do dia a dia: o sentimento de um povo que quer trabalhar bem, que quer ordem e segurança depois de ter sido vítima de uma catástrofe.

Nós agora queremos também uma praça, que seja reflexo da nossa sociedade, que tenha árvores e que seja também um local onde se possa estar algum tempo: que tenha alma.
E não precisamos de um palco de vaidades, como lá querem fazer.

As árvores já cá estavam antes de nós. E nós não vamos poder cá ficar sem elas.
Tenhamos respeito pelo meio ambiente e pelo património.
.
Ferreira arq.
.
PS:
Relativamente ao primeiro comentário a este texto:
.
Embora o comentário não seja educado, revelando talvez o desespero de alguma parte interessada que ande desorientada, deixo apenas a ligação a outro texto meu onde pode ver uma foto do plano da baixa pombalina, onde consegue ler a designação dada ao local em causa aquando da sua concepção: "PRAÇA DO COMÉRCIO".
.
Praça.
.
Consegue agora entender o que escrevi? Anda em volta disso, da designação original, que é a maior referência demonstrativa dos termos para que foi concebida e do que se pretendia dela.
.
Foi concebida como uma praça de uma capital de um país que tinha pessoas que, à data, sabiam gerir um império.
.
Agora, somos o mesmo povo, e nem a nós mesmos nos gerimos, quanto mais um império.
A questão é de facto de educação, como se vê com o que se está a passar.
.
Ser político neste país, com a garra de antanho, seria pugnar por não fazer coisas erradas, não estragar dinheiro e não desmerecer a cultura do povo. Motivá-lo e saber fazer funcionar a sociedade: colocar os interesses do povo acima dos interesses mesquinhos e pessoais.
E como o texto que publiquei já diz muito nas entrelinhas sobre o que deve ser o espaço daquela PRAÇA, não me alongo mais.
.
Ver o plano original que definiu a "praça do comércio" em:
.
Comentários da subscrição pelo debate público nacional sobre a obra do Terreiro do Paço:
.
Subscritor nº 264 - Ana Maria Pereirinha Pires:
"A responsabilidade de ter uma das praças mais belas da Europa não se coaduna com o atamancar de soluções com vista a um calendário político pensado à última da hora. A discussão deste projecto é uma exigência patrimonial, ética, democrática e de exercício da cidadania."
.
Subscritor nº 252 - Fernanda Persson:
"A historia fala-nos pelo patrimonio que nos deixa e e erro crasso apaga-lo, distorce-lo, amplia-lo, sem censura, sem comentarios, sem discussao e sem concurso aberto.Afinal trata-se de que tipo de obra?O dinheiro e muito? entao porque nao conservar o pouco que nos resta na mesma cidade de Lisboa? Por favor nao facam de Lisboa uma cidade Hollywood!!"
.
Subscritor nº 174 - Pedro Pacheco:
"Porque o Terreiro do Paço é um lugar público que diz respeito a todos os cidadãos, exige-se:_um processo transparente_um projecto debatido publicamente_um desenho que reflicta um pensamento coerente_um desenho que sabiamente compatiblize os seus valores históricos com os contemporâneos_um desenho que dignifique o significado da Praça/Terreiro na sua simplicidade e sofisticação_um desenho que materialize as potencialidades de um espaço de silêncio e de acontecimento, de relação cidade/rio."
.
Subscritor nº 172 - Pedro Barroso:
"choque estetico iminente q ainda se pode evitar... deshumanismo post moderno à vista.... vamos pensar primeiro faz favor..."
.
Subscritor nº 168 - Nuno Gregério:
"Por um Terreiro do Paço, por uma Lisboa e por um Portugal respeitadores do seu património cultural e arquitectónico e fiel à sua herança histórica. Chega da utilização do espaço público para experimentalismos e para o enaltecimento do ego de alguns dos nossos arquitectos. A arquitectura não deve ser isto. A principal praça pública deste país, o local que foi em tempos o centro de um dos mais vastos impérios que a Humanidade alguma vez viu, merece muito melhor."
.
Subscritor nº 115 - Sergio Rodrigues:
"Larguem o Autocad da mão e façam arquitectura como deve ser, para ser usada por pessoas."
.
Subscritor nº 97 - João Pinto Soares:
"As praças,nas cidades,devem ser locais de reunião de pessoas e não simples locais de passagem. As praças devem ser acolhedoras de forma a cativar a presença dos citadinos. Lisboa é uma cidade muito quente, pricipalmente no Verão. Não concebo a existência da Praça do Comércio e zona ribeirinha adjacente sem a presença de Árvores."
.
Subscritor nº 86: - Arq. Helena Roseta:
"Apenas para assinalar que como vereadora dos Cidadãos por Lisboa votei contra o estudo prévio do Terreiro do Paço por não ter havido nem concurso, nem consulta pública. O processo, a meu ver, está inquinado de raiz."
.
Subscritor nº 20 - José Miguel Júdice:
"O urbanismo numa sociedade democrática tem de se basaear na auscultaçao dos Cidadãos antes das decisões, sobretudo no caso do Terreiro do Paço."
.
Subscritor nº 17 - Maria João Costa:
"Neste país não se fazem as obras de modo pragmático: é sempre a carroça à frente dos bois, mas depois dá porcaria e tudo fica desaproveitado, além de milhões de euros que arderam.Com este procedimento a CML não está a considerar o interesse do espaço público; está o seu presidente mais interessado em ajustes directos e obras de campanha eleitoral. Não vale a pena dar ouvidos a António Costa, quando diz que vai dignificar a CML, porque a sua prática deliberativa exclui processos de consulta."
.
Subscritor nº 15 - Francisco José Ferreira:
"A "Praça do Comércio" destinava-se à data a ser o expoente da vida urbana, utilizada por todos e para todos, desde o mais pobre ao mais rico. E não para ser o palco de vaidades em que se está a querer transformar agora aquilo que é uma praça e que deveria constituir um local de confluência da vida social comum, respeitando-se o património, utilizando os meios urbanos perenes e acolhedores que crescem e evoluem connosco. Nada melhor que as árvores para desempenhar essa função. Só não vê quem não quer."

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Vila Verde - Tribunal condenou ex-aluno pelo crime de injúria agravada a professor

EX-ALUNO CONDENADO PELO CRIME DE INJÚRIA A PROFESSOR

"E se todos nós agirmos assim, em vez de nos queixarmos de que os alunos não nos têm respeito e de nos pormos à mercê de CE que não estão para chatices?" (Ilídio Trindade)


O Tribunal de Vila Verde condenou um ex-aluno da Escola Secundária local pelo crime de injúria agravada a um professor ao pagamento de 300 euros de multa e de 500 euros de indemnização, disse hoje fonte judicial.
A fonte adiantou à Lusa que, na sentença, agora transitada em julgado, o tribunal deu como provado que em Junho de 2006, João N., agora com 19 anos, dirigiu palavras injuriosas ao professor de Matemática - nomeadamente dois adjectivos, considerados popularmente como «palavrões» - por ter sido chamado a atenção quando brincava com o telemóvel na sala de aula.

MUP - Movimento Mobilização e Unidade dos Professores: OS PORTUGUESES CONFIAM NOS PROFESSORES

MUP - Movimento Mobilização e Unidade dos Professores: OS PORTUGUESES CONFIAM NOS PROFESSORES

Uma sondagem para fazer reflectir sobre a forma como se está a educar a geração que vai cuidar de nós na terceira idade.
E sobre os relexos sociais da desautorização metódica a que os professores estão a ser sugeitos diariamente.
Já todos percebemos que vai ter como consequências.

Vamos todos pagar muito caro pelos erros e birrices de quem tem responsabilidades e devia medir minimamente as consequências do que anda a fazer.

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Crianças: Maria Cavaco Silva preocupada com faltas de apoio

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9719712.html
Lisboa, 26 Mai (Lusa) - A "falta de apoio" às crianças na área da saúde mental, a "morosidade dos processos" de adopção e a "ausência de articulação" entre Segurança Social, tribunais e técnicos mereceram hoje a atenção de Maria Cavaco Silva, que se manifestou preocupada com esses "problemas graves".
Estes e outros temas foram debatidos num encontro que decorreu no Palácio de Belém, em Lisboa, e no qual estiveram presentes 16 mulheres responsáveis por instituições de acolhimento de crianças e jovens, de Norte a Sul do país.
"A falta de apoio às crianças na área da saúde mental, a morosidade dos processos de adopção e a ausência de articulação entre Segurança Social, tribunais e técnicos" foram as principais questões em análise na reunião, segundo disse um assessor da Presidência da República aos jornalistas.

Gripe A H1N1: 2.000 passageiros de um navio de cruzeiro de quarentena

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9716993.html
Sydney, 26 Mai (Lusa) - Mais de 2.000 passageiros de um navio de cruzeiro foram alvo de medidas de quarentena após o teste positivo por gripe A H1N1 de duas crianças que se encontravam a bordo, indicaram hoje as autoridades sanitárias australianas.
"Pedimos a todas as pessoas a bordo desse barco para permanecerem isoladas durante uma semana", declarou à imprensa Kerry Canto, director dos serviços de saúde de Nova Gales do Sul, depois da chegada a Sydney, na segunda-feira, do Pacific Dawn.
Os passageiros devem permanecer em sua casa ou no seu hotel.

Media: Comissão Europeia lança sítio de Internet com revista de imprensa sobre assuntos europeus

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9717577.html
Bruxelas, 26 Mai (Lusa) - A Comissão Europeia lançou hoje o primeiro sítio de Internet multilingue com uma compilação de artigos de imprensa sobre assuntos da União Europeia, disponível em 10 línguas, entre as quais o português.
O serviço, acessível através do endereço http://www.presseurop.eu/, oferece uma selecção de artigos publicados no próprio dia ou na véspera pela imprensa europeia e internacional - jornais, revistas e edições on-line - referentes à actualidade da UE, em domínios como política, economia, sociedade, mundo, ambiente, ciência e cultura.
Os artigos são complementados com análises e ilustrações, tratando-se de um sítio de Internet interactivo, com fóruns temáticos, sondagens "online" e a possibilidade de os visitantes comentarem os artigos publicados.

Ambiente: UNESCO aprovou candidaturas reserva da bioesfera do Parque Luso-Galaico Gerês/Xurés e da ilha das Flores

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9718405.html
Braga, 26 Mai (Lusa) - A UNESCO aprovou as candidaturas a reserva mundial da bioesfera do Parque Internacional Luso-Galaico Gerês/Xurés e da ilha das Flores, nos Açores, disse hoje à Lusa fonte do Ministério do Ambiente.
O Parque Transfronteiriço Internacional de Gerês/Xurés foi criado em 1997 entre o Parque Nacional da Peneda-Gerês e do Xurês/Baixo Límia, na Galiza, Espanha, "para fomentar o estabelecimento de normas e medidas similares ou complementares para a defesa, preservação e conservação dos valores naturais de ambos os parques".
A candidatura foi entregue em Abril de 2008, na Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), em Paris, pelos Governos de Portugal e de Espanha.

Ambiente: Plataforma quer suspensão dos projectos eólicos na Europa

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9719680.html
Bruxelas, 26 Mai (Lusa) - A Plataforma Europeia contra as Eólicas, que reúne centenas de associações do espaço comunitário, reclamou hoje que mais nenhum aerodínamo seja colocado nos países europeus enquanto não for feita uma auditoria.
Numa missiva dirigida à Comissão Europeia, aos eurodeputados e aos candidatos às eleições parlamentares europeias, a Plataforma afirma querer também que seja criada uma moratória para esse fim.
Segundo Jean-Louis Butré, presidente da Plataforma Europeia Contra as Eólicas, que agrupa 341 federações e associações de 18 países europeus, a moratória deve aplicar-se igualmente aos projectos de centrais eólicas que já tenham sido autorizados.

Gripe A H1N1: OMS não vai declarar estado de pandemia

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9719846.html
Londres, 26 Mai (Lusa) - A Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou hoje que não vai declarar a gripe suína uma pandemia, uma vez que essa designação em nada iria ajudar os países a combater o problema.
Segundo os actuais critérios da OMS, o mundo está actualmente na fase de alerta 5, segundo a qual uma manifestação global da doença está iminente.
Para atingir a fase 6, a última da escala, a doença teria de estar propagada também à região acima da América do Norte.

Novamente a Praça do Comércio - Já estão a dizer mal de todos os Arquitectos!


(origem: comentador anónimo):

"A grande maioria dos arquitectos portugueses, além de serem perfeitos ignorantes sobre o património, na verdade odeiam-no e querem destruí-lo.Até porque são maus arquitectos, e sabem que as suas "obras" são muito inferiores às do passado."

.

Não se pode falar assim da "grande maioria dos arquitectos portugueses", pois não é verdade.
O que se passa, é que quando o arquitecto interfere com o património e o respeita, não dá tanto nas vistas e
também não há grandes comentários sobre a intervenção do arquitecto.

O que não significa que a obra deixe de ser a adequada e não tenha resultado um espaço fabuloso, francamente utilizado.
É a isso que alguns oportunistas fogem: querem mesmo só dar nas vistas e apenas "salvaguardar o deles" o mais possível, e que se trame o património e a futura utilização que lhe está reservada (depois altera-se e até se ganham mais uns cobres a projectar nova obra).

E dar assim nas vistas traz de facto mais notoriedade e mais projectos, que ter a humildade de se subordinar à ordem devida.
É nestes que quem detem o poder tem que saber ter mãos.

A responsabilidade disto é de quem manda, pois é fácil abrir a porta aos oportunistas; tem que haver aí mão dura.
E todos nós temos a obrigação de participar, de alertar e de reclamar do nosso direito, e salvaguardar o nosso património.
E quem manda tem que saber que, se não manda bem e não tem mão nisto, é substituido.
Lembro bem Fernando Távora e a lição de humildade do arquitecto que, tendo que intervir na montanha que lhe punham à disposição, considerava que o cume era por si bastante importante e referencial, a merecer ser mantido: a proposta ficava pela meia encosta.
É esta humildade que alguns dos arquitectos que por aí andam a dar cabo do património não têm nem querem ter:- A lição do respeito e salvaguarda dos valores do património existente.
É uma aberração o aspecto exterior que querem dar à Praça do Comércio, sem decoro, sem alma, sem respeito pela estrutura subjacente à ordem que a criou... e ainda por cima sem árvores naquela imensidão - é uma estupidez que vai depois ser criticada por todos os que tiverem um mínimo de cultura.


Ferreira arq.

terça-feira, 26 de maio de 2009

Pedro Bueno Salto, no Porto


ARTE AO NORTE é a designação encontrada para a exposição de óleos, aguarelase técnicas mistas, que o pintor galego PEDRO BUENO SALTO no Porto.
A inauguração da MOSTRA será pelas 16 horas do próximo dia 30 de Maio(sábado), no rés-do-chão do Largo dos Lóios, nº 50, da cidade do Porto.
ÁLVARO NAZAREH, que apresenta a exposição, escreve no catálogo: «A obradeste pintor galego está, a meu ver, envolta numa espiral de vivênciasartísticas. Dito por outras palavras, a sua obra evolui em torno de umaforte coerência sem se afastar em direcções indefinidas, mas antes assumidascomo uma assinatura sem alterações, independentemente das diferentes emoçõesvividas em cada partilha com os seus incontáveis interlocutores.
Afirma-se autodidacta e só por si, é quanto basta para melhor percebermos oquão coerente tem sido no constante estudo das técnicas, como e para mimprincipalmente, daquilo que um artista plástico sempre vê para além do queoutros olhares possam contemplar. E arte será sempre um modo de realizar,não tanto uma maneira de pensar. Contudo, uma obra é também ela um projectoque todavia, não depende apenas da sua execução, mas é neste detalhe que serevela o artista.
É nesta sua acção que Pedro Bueno Salto nos confirma ser coerente na suaevolução de uma sensibilidade cultivada, ora nos rostos do mundo rural, oranas suas máscaras venezianas que nos fixam serenamente, ou ainda nasalegorias de um mesmo mundo onde a figura feminina, sensual e aparentementeindiferente ao olhar do pintor, é-nos mostrada por inteiro, envolta numa bemcombinada harmonia cromática. Versátil, o artista não é indiferente aoslugares onde também nós somos xente . E sua Galicia, a "nossa" Galiza,constitui também uma faceta na sua criação artística, cujos cantos erecantos reencontramos nesse seu tão interessante modo de os reinventar.»Agradecíamos a presença de V.Exª na inauguração da exposição.
A exposição poderá ser vista de terça-feira a sábado, das 9 às 19 horas, atéao próximo dia 4 de Julho.
GALERIA VIEIRA PORTUENSE
LARGO DOS LÓIOS, 50 4050-338PORTO(351)22.2002005156 * info@galeriavieiraportuense.com

Fundação A LORD - Convite para concerto de Música

Banda de Música de Vilela
30 de Maio de 2009 . 21h 30m
Auditório da Fundação A LORD

Bairros Críticos: Especialistas reúnem-se em Lisboa para balanço do projecto

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9709716.html
Lisboa, 24 Mai (Lusa) - Especialistas nacionais e internacionais reúnem-se entre segunda e quarta-feira em Lisboa para fazer um balanço do projecto "Bairros Críticos", que se desenvolve em três bairros: Cova da Moura (Amadora), Vale da Amoreira (Moita) e Lagarteiro (Porto).
Envolvendo oito ministérios, o "Bairros Críticos" é um projecto inovador porque pretende recuperar as áreas urbanas mantendo os moradores no local, ao contrário das intervenções de realojamento nos bairros clandestinos feitas no âmbito do Programa Especial de Realojamento (PER).
"Há uma grande preocupação social no projecto. Há sempre em simultâneo intervenção no espaço público, nos equipamentos e também programas sociais. É uma intervenção global e abrangente", disse à Lusa o secretário de Estado do Ordenamento do Território e das Cidades, João Ferrão.

Cannes: Salaviza agradeceu ao Festival oportunidade para mostrar amor pelo cinema com "Arena"

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9712488.html
Lisboa, 24 Mai (Lusa) - O cineasta João Salaviza, de 25 anos, hoje distinguido com a Palma de Ouro para Melhor Curta-Metragem do 62.º Festival de Cannes por "Arena", agradeceu ao festival a oportunidade para mostrar o seu amor pelo cinema.
"Obrigado ao Festival por nos permitir mostrar a nossa paixão e amor pelo cinema, obrigado ao júri por seleccionar este filme e obrigado à minha produtora, que não pôde estar aqui esta noite mas está muito feliz", disse João Salaviza ao receber hoje o prémio, na cerimónia de encerramento do certame.
"Penso que o cinema está vivo e este prémio também pertence à nova geração e partilho-o convosco", acrescentou.

Nuclear: Rússia confirmou que a Coreia do Norte efectuou um ensaio nuclear

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9713286.html
Moscovo, 25 Mai (Lusa) - A Coreia do Norte realizou efectivamente um ensaio nuclear subterrâneo, anunciou hoje um responsável do ministério russo da Defesa, citado pela agência Itar-Tass.
Entretanto, citando o ministério russo da Defesa, a agência Interfax indicou que a potência do ensaio nuclear norte-coreano foi de 10 a 20 quilotoneladas.
"A 25 de Maio, às 4:54.41 horas (00:54 em Lisboa), o serviço de controlos especiais do ministério da Defesa registou na Coreia do Norte (...) uma explosão nuclear subterrânea com uma potencia de 10 a 20 quilotoneladas", afirmou o porta-voz do ministério, Alexandre Drobychevski.

Internet: Espaços pessoais podem funcionar como mais-valia laboral

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9698341.html
* * * Helenas Freitas, da agência Lusa * * *
Lisboa, 25 Mai (Lusa) - A discrição, a motivação e o talento são características pelas quais uma entidade empregadora consegue avaliar um candidato através da Internet, pelo que os perfis nas redes sociais e as páginas pessoais podem ser uma mais-valia laboral.
"Numa área artística, redes sociais como o hi5 ou o Facebook permitem ao candidato mostrar mais de si e até facultar informação que não é avaliada num contexto de entrevista", afirmou Carla Morgado, de 26 anos, que trabalha no recrutamento.

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Obras Públicas: Universitários lançam debate sobre impacto da novas barragens e estradas em Trás-os-Montes

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9713542.html
Vila Real, 25 Mai (Lusa) - Os alunos da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) vão promover, entre terça e quinta-feira, um debate sobre o impacto das novas obras públicas no desenvolvimento desta região, para onde está previsto um investimento de 3,8 mil milhões de euros nos próximos anos.
O fórum "O Futuro é hoje", organizado pelos alunos do Núcleo de Engenharia Civil da UTAD, traz a Vila Real, entre outros, António Castro da EDP, Pina Moura da Iberdrola, Pedro Gonçalves, da Soares da Costa, Francisco Silva da Somague e Corte Real Magalhães da Mota-Engil.
Estas empresas vão construir, globalmente, o Túnel do Marão e a Auto-Estrada Transmontana, que vão ligar Amarante, Vila Real e Bragança, o Itinerário Complementar 5 (IC5), o Itinerário Principal 2 (IP2), e ainda as barragens do Alto Tâmega, Sabor e Tua.

Escultura: Maior simpósio internacional de escultura em pedra começa hoje em Gaia, com a presença de 10 artistas

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9714154.html
Porto, 25 Mai (Lusa) - Dez artistas começaram hoje a esculpir ao vivo as suas obras de arte, no Parque da Lavandeira, em Gaia, no âmbito do Simpósio Internacional de Escultura em Pedra, o maior da Península Ibérica.
Até ao dia 6 de Junho, os escultores vão mostrar aos visitantes daquele espaço de Oliveira do Douro o processo de criação de esculturas em pedra.
As dez obras de arte que resultarem deste processo serão, depois, entregues à Câmara de Gaia, para integrar o circuito cultural dos espaços públicos do concelho, de acordo com o protocolo assinado hoje entre a autarquia e os artistas.

História: Presidente da República diz que cidadãos são "os verdadeiros árbitros da verdade"

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9715769.html
Lisboa, 25 Mai (Lusa)- O Presidente da República, Cavaco Silva, sublinhou hoje a importância da "interpretação" que os historiadores fazem da História para que "o juízo do cidadão possa ser justo", considerando que estes são "os verdadeiros árbitros da verdade".
Numa intervenção na Academia Portuguesa de História, Aníbal Cavaco Silva afirmou que "compete a cada historiador e, por maioria de razão, também ao académico, fazer o seu juízo sobre o passado", mas referiu que "a História é mais que o relato dos acontecimentos" e "mais que a memória do seu passado".
"A História é livre, não é escrita pelos historiador, acontece lá fora, para além destas paredes. Mas a interpretação que vós, historiadores, dela fazeis, é indispensável para que o juízo dos cidadãos possa ser justo", disse Cavaco Silva, perante uma audiência de mais de uma centena de académicos, oficiais e estudantes.

Madeira:Jaime Gama visita Ilhas Selvagens, consideradas "santuário ornitológico"

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9716013.html
Funchal, 25 Mai (Lusa) - O presidente da Assembleia da República visita terça-feira as Ilhas Selvagens, o extremo sul do território portugês, a mais antiga reserva natural portuguesa que é considerada um "santuário" para nidificação de aves.
Em 1971 foi criada a Reserva Natural das Ilhas Selvagens, a única de Portugal galardoada com o diploma Europeu do Conselho da Europa, tendo em conta a necessidade de defender a avifauna marinha que ali nidifica de predadores humanos que foram surgindo em maior número ao longo dos anos.
Este território a 250 quilómetros da Madeira e 165 das Ilhas Canárias, é constituído por duas ilhas principais - a Selvagem Grande, a Selvagem Pequena e o Ilhéu de Fora - e várias ilhotas, tendo têm uma área total de 273 hectares.

CIDADANIA LX: HELENA ROSETA RESPONDE ( E MUITO BEM ), NO JORNAL DOS ARQUITECTOS

CIDADANIA LX: HELENA ROSETA RESPONDE ( E MUITO BEM ), NO JORNAL DOS ARQUITECTOS

domingo, 24 de maio de 2009

Governos deviam criar "observatório das desigualdades" para as reduzir , defende Edgar Morin

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9704863.html
Viseu, 22 Mai (Lusa) - O sociólogo francês Edgar Morin defendeu hoje, em Viseu, que cada Governo devia criar um "observatório das desigualdades" económicas, para que todos os anos estas fossem reduzidas.
Edgar Morin, um dos mais reconhecidos pensadores vivos, participou hoje no colóquio "Complexidade, Valores e Educação do Futuro", que assinalou os 30 anos de vida do Instituto Piaget.
"Parece-me que nos últimos 20 anos houve um desenvolvimento das desigualdades, são cada vez maiores", afirmou aos jornalistas, considerando que, neste âmbito, "deve em cada nação fazer-se um observatório das desigualdades, para em cada ano reduzir as diferenças entre os de cima e os de baixo".

Justiça: Julgados de paz acabarão por aliviar sobrecarga dos tribunais - Cardona Ferreira

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9705786.html
Porto, 22 Mai (Lusa) - O presidente do Conselho de Acompanhamento dos julgados de paz manifestou-se hoje convicto de que aquelas instâncias acabarão por ajudar a aliviar a sobrecarga dos tribunais convencionais.
Para isso é necessário, segundo Cardona Ferreira, que a rede de julgados de paz seja generalizada e que os cidadãos adiram à ideia de mediação.
Sublinhando que os julgados de paz "não são concorrentes" dos tribunais, o antigo presidente do Supremo Tribunal de Justiça disse, contudo, que estas instâncias "tirarão processos ao Judicial, assim os cidadãos adiram à ideia".

Silves: Linces ibéricos chegam a Portugal ainda este ano

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9706399.html
Silves, Faro, 22 Mai (Lusa) - O ministro do Ambiente, Ordenamento do Território e Desenvolvimento Regional, Nunes Correia, garante que os primeiros linces ibéricos para o Centro Nacional de Reprodução em Cativeiro da espécie, hoje inaugurado, em Silves, "chegarão até ao final do ano".
"Estamos a fazer tudo para que seja possível ter os linces cá até ao final do ano", disse o ministro após inaugurar o centro, na Herdade da Santinha, no Concelho algarvio de Silves.
"Há contactos com as autoridades espanholas, nomeadamente com o Governo, e temos a garantia de que durante este ano, os linces virão para Portugal", revelou Nunes Correia.

Cultura: Rede Europeia de Sítios da Paz avança após reunião em Evoramonte

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9707335.html
23 de Maio de 2009, 10:01
Estremoz, Évora, 23 Mai (Lusa) - A criação da Rede Europeia de Sítios da Paz foi aprovada em Evoramonte, concelho de Estremoz, numa reunião que contou com a participação de um conjunto de delegações de vários países europeus, disse hoje fonte da organização.
O presidente da Liga dos Amigos do Castelo de Évora Monte (LACE), Eduardo Basso, adiantou à agência Lusa que as organizações institucionais e as organizações não governamentais de Portugal, Espanha, Alemanha, Holanda e Grécia, presentes no encontro, decidiram avançar com a Rede Europeia de Sítios da Paz.
De acordo com a Declaração de Evoramonte, aprovada no encontro, a estrutura pretende congregar as cidades e sítios da Europa onde foram assinados relevantes tratados de Paz e as organizações europeias que inscrevam como sua actividade prioritária a defesa da Paz.

Quercus - 22 de Maio - Dia Internacional da Biodiversidade

http://www.quercus.pt/scid/webquercus/defaultArticleViewOne.asp?articleID=2832&categoryID=567

Espécies invasoras continuam sem controlo

Hoje, dia 22 de Maio, comemora-se o Dia Internacional da Biodiversidade, cujo tema para o ano de 2009 é dedicado às Espécies Exóticas Invasoras. Dado o seu crescente impacte na diminuição da biodiversidade global e constatando-se que actualmente existe um completo descontrolo sobre a proliferação de algumas espécies, a Quercus está preocupada com a inoperância das autoridades nacionais na resolução deste problema.

Espécies exóticas: uma importante causa na diminuição da biodiversidade

A introdução de espécies não indígenas, exóticas ou invasoras é um problema que afecta os ecossistemas ao nível global. Para além da perda de biodiversidade, são igualmente conhecidas as consequências que daí podem advir, nomeadamente prejuízos económicos e sociais inerentes ao seu controlo e à diminuição de rentabilidade na exploração que o Homem faz dos ecossistemas naturais. Num ano em que o Dia Internacional da Biodiversidade é dedicado às Espécies Exóticas Invasoras, a Quercus alerta para o longo caminho que ainda é necessário trilhar para que o combate e a erradicação das espécies exóticas seja uma realidade com resultados visíveis.

Segundo dados apresentados pela entidade competente nesta matéria, ICNB - Instituto de Conservação da Natureza e Biodiversidade, em relação às espécies exóticas confirmadas em território nacional, 374 (cerca de 40%) apresentam-se classificadas como espécies invasoras ou comportam risco ecológico conhecido.

De todas as espécies exóticas presentes em Portugal, 84 referem-se à flora e 62 são relativas à fauna. Espécies tão diversas como acácias (Acacia sp.), nas zonas de serra do Centro e Norte do país, chorões (Carpobrotus edulis) nas zonas dunares, ou o jacinto-de-água (Eichhornia crassipes) nos lagos e rios são alguns exemplos de espécies exóticas de carácter invasor que representam uma séria ameaça à biodiversidade e que exigem uma intervenção imediata e concertada visando prevenir e/ou minimizar os danos associados.

Acção urgente: Plano Nacional de Erradicação de espécies não indígenas

A nível nacional, em consonância com a legislação europeia, o Decreto-Lei n.º 565/99, de 21 de Dezembro (actualmente em revisão), regula a reprodução, comercialização, transporte e introdução de espécies não indígenas em território nacional. Com base no seu enquadramento, tendo em conta o panorama nacional, nove anos após a entrada em vigor do referido instrumento legislativo, a Quercus defende ser fundamental a apresentação urgente do Plano Nacional de Erradicação de Espécies Não Indígenas, que permita uma actuação concertada no âmbito do controlo e minimização de impactos negativos inerentes à libertação de espécies exóticas. No mesmo sentido, a Quercus defende ainda a existência de uma Rede Nacional de Recolha de Espécies Exóticas, nomeadamente para a fauna, em parceria com todos os agentes que actuam nesta área, e em especial com as lojas que comercializam este tipo de animais, como medida de prevenção e combate à libertação de animais exóticos em habitats selvagens. É igualmente importante promover uma grande campanha nacional junto de todos os agentes que intervêm neste circuito, mas também junto dos cidadãos em geral, alertando-os para os problemas associados à introdução ilegal e/ou acidental de espécies exóticas na natureza.

Lisboa, 22 de Maio de 2009

A Direcção Nacional da Quercus-ANCN

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Educação: ONU apresenta a primeira universidade global online e de matrícula gratuita

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9694145.html
Nações Unidas, Nova Iorque, 19 Mai (Lusa) - A ONU apresentou hoje a primeira universidade global online e de matrícula gratuita, com a qual tratará de impulsionar o acesso à educação superior dos estudantes das regiões menos desenvolvidas do mundo.
Este novo projecto educativo, chamado a Universidade do Povo, surge no âmbito da Aliança Global da ONU sobre Tecnologia de Comunicação e Desenvolvimento (GIAD) para ajudar a colmatar as brechas internacionais em matéria de educação com o recurso às novas tecnologias.
"Para centenas de milhões de pessoas em todo o mundo, a educação é um sonho que não se pode tornar realidade", disse numa conferência de imprensa o fundador da Universidade do Povo, Shai Reshef.

E-mails: Google anuncia tradutor automático no Gmail

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9694539.html
Mountais View, Califórnia, 20 Mai (Lusa) - A Google anunciou na terça-feira que acrescentou uma função de tradutor automático ao seu serviço de mensagen Gmail, permitindo aos utilizadores traduzirem as mensagens com um simples clique.
O gigante da Internet introduziu no seu serviço Gmail o programa Google Translate que permite traduzir mensagens de dezenas de línguas.
"Quando receber um e-mail em língua diferente da sua, o Gmail ajudá-lo-á a traduzi-la para uma língua que compreenda", refere a empresa numa mensagem no seu blogue.

Lisboa: CCDR lança concurso para criação de eco-bairros na Área Metropolitana

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9695981.html
Lisboa, 20 Mai (Lusa) - Os dezoito municípios da Área Metropolitana de Lisboa têm, até 31 de Agosto, a oportunidade de se candidatar a um concurso público inédito que disponibilizará um total de 12 milhões de euros para a criação de eco-bairros.
Promovida pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo (CCDR-LVT), a iniciativa visa apoiar acções integradas de promoção da sustentabilidade, através da aplicação de projectos-piloto de gestão de energia, água, resíduos, transportes, mobilidade e espaço público.
As estruturas definidoras dos eco-bairros, que poderão nascer em áreas urbanas já consolidadas ou ser criados de raíz, serão financiadas por fundos comunitários no âmbito do Programa Operacional Regional (POR), incluído no Quadro Referência Estratégica Nacional (QREN).

Douro Internacional: Projecto ibérico "Fluvial" quer dinamizar zona fronteiriça

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9696898.html
Miranda do Douro, Bragança, 20 Mai (Lusa) - Um grupo de entidades portuguesas e espanholas lançou hoje um novo projecto para dinamizar a economia da zona fronteiriça a partir do desenvolvimento turístico do Douro Internacional.
Projecto "Fluvial"- Novas cidades fluviais para o século XXI é o nome da iniciativa que tem como parceiros, do lado português, a Câmara de Miranda do Douro e a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e, do lado espanhol, os ayuntamientos de Zamora e Toro.
O projecto tem ainda a participação da Associação Ibérica de Municípios Ribeirinhos do Douro (AIMRD).

Arquitectura: Projecto de Norman Foster para Lisboa submetido a discussão pública em simultâneo com projecto de Carrilho da Graça

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9698456.html
Lisboa, 20 Mai (Lusa) - O projecto da torre do arquitecto Norman Foster para a Boavista, em Lisboa, será submetido a discussão pública ao mesmo tempo que o projecto de Carrilho da Graça para a mesma zona.
Questionado pelos jornalistas sobre o ponto da situação do projecto do arquitecto que venceu hoje o prémio Príncipe das Astúrias, o vereador do Urbanismo, Manuel Salgado (PS), respondeu que já reuniu os pareceres necessários e que será submetido a discussão pública.
Sem avançar datas, Manuel Salgado afirmou que o objectivo da autarquia é que o plano de pormenor da Boavista Poente, que inclui a torre de Norman Foster, seja submetido a discussão pública ao mesmo tempo que o plano de pormenor da Boavista Nascente.

Associação de Juízes contra nomeação de magistrados para cargos de confiança política

http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Politica/Interior.aspx?content_id=135706
A Associação Sindical dos Juízes (ASJP) considera que a nomeação de magistrados para cargos de confiança política cria «promiscuidade e desconfiança», sendo nefasto para a independência do poder judicial e para o prestígio e equilíbrio do sistema democrático
.
«Nenhum juiz ou magistrado do Ministério Público devia aceitar cargos de confiança política e se aceitasse devia desvincular-se da profissão» , disse o juiz Ramos Soares, secretário-geral da ASJP, em declarações à agência Lusa.
Em editorial hoje publicado, e a propósito do processo disciplinar instaurado ao procurador Lopes da Mota, presidente do Eurojust, a associação defende que «a nomeação de juízes para cargos de confiança política não é positivo (...) e tem sido a orientação constante e pública da ASJP».
«Muitos têm dito que os magistrados não devem ocupar cargos de confiança política e a ASJP está completamente de acordo e por isso aprovou um Compromisso Ético» , afirmou Ramos Soares.
O dirigente critica também a «confusão que tem vindo a ser feita entre juízes e procuradores» e lembra que «no caso Freeport, ou no processo disciplinar instaurado a Lopes da Mota, não houve qualquer intervenção de um juiz».
«O caso Freeport não é um problema de justiça, mas sim de investigação criminal. Há a ideia generalizada de que é tudo a mesma coisa, mas é errado» , frisou.
«A ASJP não quer entrar na polémica, que respeita ao Ministério Público e à política, e não aos juízes, mas não pode (...) deixar que se confundam casos de investigação criminal com casos judiciais» , lê-se no editorial.
Lusa / SOL

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Parques infantis: A partir de Junho espaços têm de estar vedados e ter barreiras que limitem passagem junto aos baloiços

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9691311.html
Lisboa, 19 Mai (Lusa) - A partir de Junho os parques infantis têm de estar vedados e ter barreiras que limitem a passagem junto aos baloiços, segundo um diploma hoje publicado em Diário da República.
O diploma, que complementa um outro publicado em 1997, visa reforçar a segurança das crianças nos espaços de jogo e recreio, estabelecendo regras e obrigações às entidades responsáveis pelos espaços, quanto às condições de vigilância e de informação e em relação às condições físicas.
Assim, a partir de dia 19 de Junho passa a ser obrigatória a existência de "uma vedação ou outra barreira física" que delimite os parques infantis e impõem-se soluções técnicas que limitem a passagem juntos dos baloiços e outros equipamentos que incluam balanço com vista a reduzir o risco de acidentes.

Política: Portugal pode enfrentar uma encruzilhada na próxima década - Luís Amado

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9691466.html
Lisboa, 19 Mai (Lusa) - O ministro dos Negócios Estrangeiros, Luís Amado, alertou hoje que a economia portuguesa se vai deparar na próxima década com uma encruzilhada, defendendo uma estratégia de intensificação económica com outras economias mais dinâmicas.
"A economia portuguesa está perante dois gravíssimos problemas. A excessiva dependência dos mercados ocidentais [em termos de exportações e de captação de investimento] e outro a elevada dependência energética", pelo que o país deve procurar outras economias "mais dinâmicas", disse Luís Amado na Conferência Relações Económicas Portugal Angola, em Lisboa.
Segundo o ministro, os dois "graves problemas" diagnosticados são resultado de opções estratégicas que foram feitas nas últimas décadas.

Lisboa: Palácio Braancamp alienado por 2,4 milhões de euros para hotel de charme

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9692349.html
Lisboa, 19 Mai (Lusa) - A Câmara de Lisboa alienou hoje por hasta pública o Palácio Braancamp, onde nascerá um hotel de charme, por mais de 2,4 milhões de euros, um valor superior em mais de 500 mil euros à base de licitação.
Segundo informação disponibilizada à Lusa pela autarquia, foram admitidas a concurso propostas de três empresas do ramo de hotelaria/turismo, com valores entre os 1,885 e os 2,112 milhões.
Após oito lanços de licitação, a hasta foi "adjudicada provisoriamente" à Alutel Lda (do grupo 3K Hotéis), que "pagou de imediato os 10 por cento do valor oferecido estabelecidos nas condições gerais".
.
Comentário:
.
"Vão-se os anéis ficam os dedos."
Isto é o princípio do fim, a banca-rota.
Triste povo que vende o património desta forma.
E quando já não houver mais palácios para vender?
Vamos vender a alma aos Espanhóis, ou ao primeiro que aparecer?
Porque é que não foi feita a concessão de exploração por um prazo limitado, por exemplo 50 anos?
Não dava já para rentabilizar o investimento?
Será que um dia destes vamos ver algum destes vendedores a gestor, nestas empresas que agora vão adquirir os palácios?
JÁ ERAM; os nossos anéis...

Literatura: As regras e as excepções no mundo das capas dos livros

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9692953.html
Lisboa, 19 Mai (Lusa) - Têm de atender a regras, limites, restrições, mas muitas vezes resultam em modelares obras de arte no pequeno espaço de «intervenção» que é o seu - o livro. Capas, há-as "para todos os gostos" no mercado - mas o risco da uniformização está presente.
Por aqui, pelas capas dos livros que se fizeram em Portugal, passaram nomes grandes da pintura, da ilustração, do grafismo: Almada Negreiros, Sara Afonso, Charrua, Espiga Pinto, Sebastião Rodrigues, João da Câmara Leme, António Garcia, Vespeira, Bernardo Marques, Infante do Carmo, entre muitos outros.
Alguns deles mantiveram estreita colaboração, anos a fio, com a mesma editora, ou pouco mais do que uma. Os tempos, hoje, são menos «generosos» - e seria impensável, para qualquer editora, contratar a regular prestação como capista de um nome de vulto das artes plásticas.

Empresas: "Compro o que é nosso" juntou 350 empresas, cerca de metade do Norte

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9692766.html
Porto, 19 Mai (Lusa) - A iniciativa "Compro o que é nosso" juntou até agora 350 empresas, cerca de metade oriundas do Norte à volta de um projecto que pretende incentivar a compra de produtos portugueses, avançou hoje a Associação Empresarial Portuguesa (AEP).
As empresas que aderiram a esta iniciativa são responsáveis por 55 mil postos de trabalho e representam um volume de negócios na ordem dos 8,5 mil milhões de euros, informou a mesma instituição.
Em causa estão 1.500 marcas que querem pôr os portugueses a comprar o que é produzido dentro do país, disse a AEP, na cerimónia de lançamento da campanha "Portugal: A Minha Primeira Escolha", que se sucede à iniciativa "Compro o que é nosso".

Dia do Advogado: Bastonário exorta advogados a banirem "maçãs podres"

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9693505.html
Portalegre, 19 Mai (Lusa) - O bastonário da Ordem dos Advogados (OA), Marinho Pinto, desafiou hoje, em Portalegre, os profissionais da classe a denunciarem as ilegalidades praticadas por colegas, que considerou serem as "maçãs podres" do sistema.
"É nosso dever denunciar e combater esses resíduos para que a honradez, a honorabilidade e a respeitabilidade de toda a classe não seja manchada pela existência de algumas maçãs podres que persistem em existir no nosso seio", declarou.
António Marinho Pinto discursava no Centro de Congressos da Câmara Municipal de Portalegre, durante a sessão solene comemorativa do Dia do Advogado, na qual abordou os casos que diz existirem de advogados que cometem ilegalidades.

EUA: Nova legislação restringe emissões de gases com efeito de estufa

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9693810.html
Washington, 19 Mai (Lusa) -- O presidente dos Estados Unidos Barack Obama anunciou hoje normas mais restritas, e pela primeira vez comuns a todo o país, em matéria de emissões de gases com efeito de estufa para os automóveis e consumidores de combustíveis.
Barack Obama considerou este um "acordo histórico" entre as partes envolvidas, desde as construtoras automóveis aos defensores do ambiente e até mesmo de responsáveis políticos, numa declaração realizada a partir da Casa branca.
O novo programa deverá permitir a poupança de 1,8 mil milhões de barris de petróleo e reduzir 900 milhões toneladas de gases com efeitos de estufa, equivalente a retirar das estradas 177 milhões veículos ou fechar 194 fábricas que emitem gases de carbono para o ambiente.

terça-feira, 19 de maio de 2009

Electricidade 23% mais cara do que em Espanha

http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Economia/Interior.aspx?content_id=1236681
JN 2009.05.19
Os portugueses estão a pagar a electricidade mais cara em 23% do que os espanhóis, de acordo com um relatório da Autoridade da Concorrência, que analisou os primeiros seis meses do Mercado Ibérico da Electricidade (Mibel), ou seja, o segundo semestre de 2007.
O organismo tutelado por Manuel Sebastião atribui essa realidade a "desvios sistemáticos de previsão" no mercado grossista , em Portugal, a cargo da EDP Serviço Universal, que coloca no mercado as quantidades solicitadas pelos clientes. Segundo a AdC, "há desvios sistemáticos de previsão" entre a procura estimada de electricidade no mercado diário e a procura real por parte da EDP. Esses desvios nos custos de aquisição grossista são passados para tarifas de exercícios futuros, e são os consumidores a pagar esse "custo associado ao desvio de previsão", conclui o relatório.
Um especialista em processos regulatórios, citado pelo "Jornal de Negócios on-line", explica que estes desvios de previsão têm um impacto reduzido na formação de preços. O que mais influência os preços, segundo este especialista, são as condições hidrológicas e os custos de combustíveis do período em análise. Como Espanha produz energia de forma distinta de Portugal, os custos de produção variam de país para país.
A Concorrência, no relatório, aconselha a EDP a "realizar as compras de energia em mercado ao melhor preço, seja limitando os desvios de previsão seja cobrindo o risco preço através de uma participação mais activa no mercado a prazo".
.
.
Comentário:
E esta, em???
Alguns eslarecimentos apontados num comentário a esta notícia, no Jornal de Notícias:
.
Começa assim:
"Lucros da EDP atingem €962,4 milhões só no 1º semestre de 2008 com preços de electricidade que chegam a ser superiores em 22% aos da UE15 "
por Eugénio Rosa
.
Espantoso, não é?

Do Movimento Cívico pela Linha do Tua: Acção Protesto 20 de Maio contra campanha EDP-Barragens

From: Movimento Cívico pela Linha do Tua
Caros amigos,

Tendo tido conhecimento da iniciativa do Luis Avelar, de protestar em frente às instalações da EDP, em Lisboa, contra a campanha publicitária e enganosa desta empresa, o Movimento Civico pela Linha do Tua não podia deixar de se solidarizar com esta acção e apelar a todos que tenham disponibilidade para o fazer, que se desloquem também para a Praça do Marquês de Pombal, amanhã, quarta-feira, dia 20 de Maio. Agradecemos, no entanto, que contactem previamente o Luis Avelar. Mais informações e contacto, seguem abaixo.

Em defesa da Linha do Tua, agradecemos a participação e a divulgação desta acção de protesto.

Atentamente,

Movimento Cívico pela Linha do Tua
From: Luís Avelar <luis-avelar@clix.pt>Date: 2009/5/18
.....................................................

Acção de protesto contra campanha EDP-Barragens
20 de Maio 9.00h às 13.00h
Procurando dar seguimento ao profundo descontentamento para com a inqualificável campanha da EDP-Barragens, irei, em nome individual, exercendo o meu dever de cidadania em defesa da conservação da Natureza, do meio Ambiente, realizar uma acção de protesto (com faixa) no dia 20 de Maio junto à entrada do "pólo de Sustentabilidade" da EDP na Praça Marquês de Pombal entre as 09.00 e as 13.00h.

"Ninguém cometeu maior erro do que aquele que não fez nada só porque podia fazer muito pouco" Edmund Burke
Luis Cunha Avelar
961122437

segunda-feira, 18 de maio de 2009

............"Gaivota", Amália HOJE..........

No YouTube:
Videoclip oficial do single "Gaivota" do projecto HOJE que revisita, no seu álbum "Amália Hoje", nove músicas da eterna Amália Rodrigues, atribuindo aos fados uma nova roupagem "pop".
...(4min. deliciosos)...
a encenação tem algo de... Evita...

Cultura: Casa das Artes e da Criatividade começa hoje a ser construída e será "o equipamento mais inovador do país"

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9686499.html
São João da Madeira, Aveiro, 18 Mai (Lusa) - A Casa das Artes e da Criatividade de São João da Madeira, uma sala de espectáculos única no país pelo seu funcionamento hidráulico, que lhe permite adoptar diferentes configurações em apenas uma hora, começa hoje a ser construída.
O novo auditório vai surgir no local onde antes funcionava o Cinema Imperador e o projecto é do arquitecto Filipe Oliveira Dias.
"Será o mais inovador equipamento ligado às artes do espectáculo do Portugal moderno. Trata-se de uma inovadora sala multifuncional em termos internacionais, sendo a primeira do género a instalar no nosso país", garantiu o arquitecto.

Internet: Novo motor de busca responde a perguntas e faz cálculos

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9689331.html
Porto, 18 Mai (Lusa) - O novo motor de busca na Internet Wolfram Alpha está disponível desde hoje, com "terabites de dados factuais" preparados para dar respostas a perguntas e fazer cálculos e comparações.
O novo site apresenta-se como "motor de conhecimento computacional", porque dá respostas directas a perguntas e não uma lista de sites, como acontece noutros motores de busca, como o Google.
O Wolfram Alpha foi criado pelo britânico Stephen Wolfram, cientista, inventor, autor e empresário de 49 anos que se doutorou em física no Instituto de Tecnologia da Califórnia com apenas 20 anos.

Chuva no jardim...





FJF

Mesa-redonda com a participação dos Directores dos museus de Belém

http://3.bp.blogspot.com/_ES2Y681Okik/Sggy2n06xeI/AAAAAAAAHRo/SOZjzChjK-8/s1600-h/Mesa_redonda_MUSEUS_DE_BELEM_-_perspectivas_de_futuro.jpg

É uma pena que este diálogo não tenha decorrido antes da elaboração do dito (ou maldito) "projecto" do museu dos coches, sobretudo com esta repercussão pública.

Assim teriam sido devidamente alertados os nossos decisores políticos sobre algumas das atoardas (que afinal há ainda quem as queira cometer).
Espero que os importantes esclarecimentos dados por pessoas de todo o mundo nos comentários da petição em defesa do museu dos coches (
http://www.gopetition.com/petitions/salvem-o-museu-dos-coches.html ) serenem os ânimos dos mais impetuosos e prevaleça com razoabilidade a salvaguarda do nosso património e do meio ambiente.

Deixem-se de megalomanias despesistas que apenas são o exemplo do que não se deve fazer.
Neste momento o principal meio para a redução das emissões de CO2 é a evolução da eficiência energética de tudo aquilo que já temos e utilizamos:

- como se justifica nesta data construir um edifício tão "despesista"? Não tem justificação; não tem adequabilidade; é contra-natura;

- é mesmo estúpido pois vamos pagar muito caro esta nossa inactividade perante as decisões Europeias de redução das emissões até 2012, mas principalmente pelo que vai acontecer com o meio ambiente, ou seja com todos nós e com os nossos descendentes.

É com exemplos destes que querem que a população reduza o consumo energético e melhorem a eficiência nas suas habitações?

Só espero que alguém de poder tenha mão nesta brincadeira, que é uma infantilidade...

Espero que resulte já alguma lucidez desta mesa-redonda.
(Valia a pena que os promotores da subscrição compilassem os comentários mais significativos da subscrição e os remetessem a todos os presentes na mesa redonda).

Mais sobre o museu dos coches em:

http://forumsociedadecivil.blogspot.com/search/label/museu%20dos%20coches

Os que aindas não subscreveram a petição em defesa do museu dos coches, é muito importante que o façam, pois é a inactividade de cada um que avalisa e promove estas asneiras:

http://www.gopetition.com/petitions/salvem-o-museu-dos-coches.html

Ginástica pode ajudar a travar esclerose múltipla


(Para ver o artigo completo carregar no título, ou pelo link:)

Laboratório criou programa específico para os doentes. Em Portugal são cerca de seis mil.
O exercício físico não cura a esclerose múltipla, mas amortece os sintomas. Em Portugal, onde se estima que existam cerca de seis mil doentes, o novo programa de fitness designado Rebicare pode operar uma pequena revolução.
Patrícia Lima tinha 28 anos quando o diagnóstico confirmou que era portadora dessa doença crónica, progressiva e degenerativa, que afecta sobretudo as mulheres no fim da adolescência. "Não sabia o que era, mas vi os meus pais a chorar e percebi que era uma desgraça", recorda ao JN, cinco anos depois, a assistente financeira. A insistente dormência no lado direito do corpo foi o indicador da doença. Mas a "desgraça" nunca chegou a confirmar-se.
"Ao longo do tempo fui percebendo que não era assim tão inibidor, até porque estava na fase inicial e os meus surtos são muito espaçados", afirma. Mesmo assim, Patrícia, que é de Lisboa e é uma excepção em vários aspectos - habitualmente, os doentes ficam inseguros, isolam-se e no emprego chegam a ser ostracizados -, decidiu "experimentar" o Rebicare. O programa resulta da parceria entre a Merck Serono e a cadeia Holmes Place. São 60 minutos de ginástica, duas vezes por semana, coordenadas por um instrutor com formação específica.

...

Seca deixa gado sem alimento


Criadores compram feno e palha em Espanha. Sementeiras de aveia não vingaram com a falta de chuva
JN - 2009-05-16

(Ver artigo completo em:)

http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=1234359
EDUARDO PINTO
Os criadores de gado transmontanos andam com o coração nas mãos e com o credo na boca. Chuva, nem vê-la. Os cereais não desenvolveram. Os lameiros estão quase secos. A solução é comprar feno e palha em Espanha.
Bem diz o ditado que Janeiro frio e molhado enche o celeiro e farta o gado, mas dificilmente os agricultores o poderão levar a sério este ano. É que o primeiro mês teve neve e chuva em abundância, mas nem Fevereiro afogou a mãe no ribeiro, nem Abril trouxe águas mil, tão pouco as águas de Maio prenunciam pão para todo o ano.
...

Mário Pereira observa que o futuro da pecuária na região vai ter de passar pelo regadio das colheitas que sempre foram de sequeiro. "Se o Estado quiser continuar a ter agricultura e uma paisagem bonita e limpa nesta região vai ter de investir em regadio e no emparcelamento", avisa, sustentando que "se os lameiros tivessem sido regados, os animais não iriam passar pelo mau bocado que se adivinha".

JN - José Leite Pereira - Porém, ele fica



Acabou o tabu de Manuel Alegre. Fica no PS. Isso é obviamente bom para o PS mas não significa que Alegre fique calado, acrítico. Mas isso, no momento, conta pouco.
Alegre, anunciando a sua permanência, nada disse sobre se participaria ou não na campanha eleitoral, mas isso também pouco conta. Ontem mesmo uma declaração posterior ao anúncio veio clarificar que nada foi negociado entre ele e Sócrates, tão-pouco lugares de deputados para os seus seguidores. A nota contraria notícias vindas a público, mas o que a Alegre deve doer mais são alguns comentários que andam na blogosfera, comentários que não vale a pena citar, porque são injustos. Alegre não é um traficante de influências - nunca foi - mas a sua presença no partido, nos últimos tempos percebia-se mal, como mal se percebe como fica, porque a verdade é que Sócrates não mudou nem o discurso nem a prática política que tantas críticas mereceram. Porém, ele fica.
A permanência de Alegre, a inexistência de um novo partido, a inoportunidade de um acordo com o BE são uma garantia para o PS, mas nada acrescentam a Alegre, a menos que ele esteja a preparar-se para nova candidatura a Belém e considere que o PS não terá outra saída senão apoiá-lo. A verdade é que também aí Sócrates nada alterou, nada teve necessidade de dizer. Ou seja: Manuel Alegre fica no PS porque, para além dessa ser a sua família política há muitos anos, não tem nenhum motivo para sair, ou pelos menos não tem a garantia de que, saindo, a vida lhe corra melhor. E o que é verdade é que Sócrates nada teve de fazer a não ser esperar que Manuel Alegre chegasse a essa conclusão. Para quem está acossado por vários lados e envolvido, nos últimos meses, de uma forma pouco comum, em várias trapalhadas, a permanência de Alegre no PS acaba por funcionar como uma vitória pessoal de José Sócrates. Pelo contrário, à direita e à esquerda a decisão de Alegre obviamente não será agradável. Sobretudo para Louçã e para uma certa esquerda não comunista que, embora resignada aos "timings" de Manuel Alegre, beneficiou durante largos meses com a possibilidade de uma cisão no PS. É a vida.
A maioria dos novos desempregados vive no Norte, no Centro e nos Açores. A crise veio agravar condições de vida que já eram inferiores a outras regiões do país. O Norte, nomeadamente, continua a ser a região mais atingida, porque é aqui que está grande número das empresas que têm falido. Viver no Norte não pode ser um estigma e é tempo de exigir solidariedade. Essa solidariedade terá de passar necessariamente por discriminações positivas. Recentemente, o primeiro-ministro admitiu, em entrevista ao JN, adoptar medidas de combate à crise com carácter regional. É tempo de encarar a sério essa possibilidade.

domingo, 17 de maio de 2009

Plantas: Oito espécies da flora portuguesa "em perigo crítico" de extinção

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9668197.html
Lisboa, 17 Mai (Lusa) - Oito plantas, das quais sete só existem em Portugal, estão classificadas como espécies "em perigo crítico" de extinção, segundo o Plano Nacional de Conservação da Flora em Perigo.
O relatório final da primeira fase deste Plano, que data de Março de 2007, indica que sete destas espécies só existem em Portugal: Corriola do Espichel (Convolvulus fernandesii), Linaria ricardoi, Narciso do Mondego (Narcisus scaberulus), Miosótis-das-praias (Omphalodes kuzinskyanae), Diabelha do Algarve (Plantago algarbiensis), Diabelha do Almograve (Plantago almogravensis) e Álcar do Algarve (Tuberaria major).
A oitava planta, conhecida como Trevo-de-quatro-folhas (Marsilea quadrifolia), existe em vários países, mas tem vindo a regredir em Portugal.

"Todos têm uma pequena horta"- Não há quem passe fome, em Baião

Sobre o elevado valor dos terrenos agrícolas, vale a pena ver o extracto do Jornal da SIC (carregar no título, ou pelo link):

http://www.sic.pt/online/video/informacao/Primeiro+Jornal/2009/2/criseembaiao.htm

Transcrevo da subscritora nº2126 ( Filomena Trindade Ferreira Conde), na petição pela defesa da RAN :
"Baião é considerado um dos concelhos mais pobres de Portugal e da Europa mas a partir do minuto 3:05 a jornalista Ana Paula Vieira explica: «...aqui não há novos pobres, não há mendigos, não quem durma nas ruas, não há quem passe fome, até porque quase todos têm uma pequena horta.»"
.
Deviam pensar melhor, os nossos políticos, antes de permitirem deteriorar os poucos terrenos agrícolas que temos.

É uma certeza virem a fazer muita falta.

É uma questão de "fome"... que como sabemos todos, já por aí abunda...

Para subscrever a petição:

Curso A Arquitectura Bioclimática como Construção Sustentável


23 30 Maio - Braga
Actualmente a sociedade enfrenta diversos problemas como a poluição, a escassez de recursos ou os elevados preços dos combustíveis fósseis. Existem alternativas e uma delas passa pela construção de uma casa mais sustentável! A pensar neste tema, o Núcleo de Braga da Quercus volta a organizar, nos sábados 16, 23 e 30 de Maio, o Curso "A Arquitectura Bioclimática como Construção Sustentável", que terá lugar no Centro de Recursos Educativos da Câmara Municipal de Braga das 10h às 13h e das 14h30 às 17h30.

Preços: - Sócios: 48€; - Não Sócios: 60€
Inscrições:
Sede da Quercus-Braga
Urbanização das Andorinhas, loja 74700-359 BRAGA braga@quercus.pt
Mais informações: 253 276 412 (Terças e Quintas 9-18h) ou 938464378.

Quercus - Resíduos de Construção e Demolição


Ver artigo completo em (Quercus):

http://www.quercus.pt/scid/webquercus/defaultArticleViewOne.asp?articleID=2825&categoryID=567
Um ano depois da legislação dos entulhos
Quercus apresenta proposta para aumentar a reciclagem
Um ano depois de ser publicado o Diploma que regula a gestão dos Resíduos de Construção e Demolição [RCD], vulgo entulhos, a Quercus apresenta uma Proposta que obrigue a incorporação mínima de 5% de materiais reutilizados e reciclados em obras públicas, com o objectivo de promover o crescimento das taxas de reciclagem de RCD em Portugal.

Portugal em 2007, 11% acima do limite de Quioto, 38% acima do ano base de 1990

http://www.quercus.pt/scid/webquercus/defaultArticleViewOne.asp?articleID=2817&categoryID=567
Quercus - Alterações Climáticas

A Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza analisou os dados definitivos relativos às emissões de gases de efeito de estufa (GEE) de Portugal no ano de 2007, recentemente disponibilizados no sítio Internet da Convenção das Nações Unidas para as Alterações Climáticas.

Em 16 de Março a Quercus tinha emitido um comunicado com base nos valores provisórios, mas verificou-se que os valores definitivos entretanto publicados mostram uma situação um pouco pior.

No ano de 2007 as emissões de gases de efeito de estufa atingiram cerca de 81,8 milhões de toneladas (sem se considerar o uso do solo, alteração de uso do solo e floresta). Tal significa uma emissão per capita de aproximadamente 8,2 toneladas/ano. Os dados de 2007 definitivos apontam para 38% de emissões de GEE acima de 1990, 11% acima do limite fixado pelo Protocolo de Quioto.

Os valores de 2007 apresentam um decréscimo de emissões em relação a 2006 de aproximadamente 2,8 milhões de toneladas de dióxido de carbono equivalente, ou seja, uma redução de 4,8% em relação ao ano base de 1990 e de 3,4% em relação ao ano anterior.

Os dados agora divulgados continuam a mostrar a dificuldade de Portugal em cumprir o Protocolo de Quioto, cuja meta de 27% de aumento de emissões em relação a 1990, está já em vigor desde Janeiro de 2008 e tem de ser respeitada para o período 2008-2012.

Os factos mais salientes relacionados com esta diminuição são os seguintes:

- 2007 foi um ano mais seco que 2006 (o total da produção de electricidade de origem hídrica foi inferior em 1100 GWh); porém, a produção de electricidade de origem eólica aumentou exactamente na mesma ordem de grandeza, 1100 GWh, sendo que o total de electricidade renovável aumentou 200 GWh entre 2006 e 2007;

- verificou-se uma redução de emissões de 2,4 milhões de toneladas na produção de electricidade à custa principalmente do uso de centrais térmicas mais eficientes (ciclo combinado a gás natural), em detrimento do recurso ao carvão – as emissões da central térmica de Sines decresceram 1,5 milhões de toneladas (menos 17% em relação a 2006);

- o clima ameno durante 2007 permitiu que o aumento do consumo de electricidade fosse de apenas 0,4% em relação a 2006;

- o sector dos transportes, apesar do aumento significativo de preços de gasóleo e gasolina, sofreu um decréscimo de emissões de apenas 250 mil toneladas de dióxido de carbono (menos 1,3% que em 2006).

De acordo com o último relatório de monitorização do Programa Nacional para as Alterações Climáticas (PNAC), em 45 medidas, apenas 9 estavam conformes ou a superar o previsto. A Quercus tem vindo a insistir na incapacidade de implementação de muitas acções do PNAC para a redução das emissões no país, em particular na área do transporte rodoviário, com uma política que continua a passar pela construção de mais estradas e auto-estradas e favorecimento claro do automóvel, em detrimento de uma mobilidade mais sustentável para passageiros e mercadorias.

Lisboa, 10 de Maio de 2009

A Direcção Nacional da
Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza

Dra Cristina Sales - Radiação de telemóveis - penetração no cérebro em função da idade!

Medicina Integrada - Dra Cristina Sales
http://www.cristinasales.pt/blogue/radiacao-de-telemoveis-penetracao-no-cerebro-em-funcao-da-idade.html

As consequências para a saúde da poluição electromagnética produzida pelos telemóveis são ainda pouco conhecidas e, segundo os especialistas, podem ser muito sérias.
Esta montagem fotográfica, parte de um estudo científico publicado já em 1996, é no mínimo arrepiante!
(Gandhi, O.P., G. Lazzi, and C.M. Furse, Electromagnetic Absorption in the Human Head and Neck for Mobile Telephones at 835 and 1900 MHz. IEEE Transactions on Microwave Theory and Techniques, 1996. 44(10): p. 1884-1897.)

sábado, 16 de maio de 2009

JOSÉ GONZÁLEZ COLLADO NO PAÇO DOS DUQUES DE BRAGANÇA EM GUIMARÃES na Noite dos Museus

O Paço dos Duques de Bragança (Guimarães) e a Galeria Vieira Portuense convidam para a inauguração da exposição de óleos e aguarelas de JOSÉ GONZÁLEZ COLLADO a ter lugar no referido Paço, no próximo dia 16 de Maio, pelas 17, 30 horas.
Esta exposição integra-se nas comemorações da NOITE DOS MUSEUS e do DIA INTENACIONAL DOS MUSEUS e estará patente ao público até ao próximo dia 7 de Junho.
A entrada é livre.
Paço dos Duques de Bragança em Guimarães
Galeria Vieira Portuense

JN - Governo quer assinar Contrato Local de Segurança na Bela Vista


http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Nacional/Interior.aspx?content_id=1234858
JN 2009.05.16
O Ministro da Administração Interna admitiu a necessidade de celebrar um Contrato Local de Segurança com o bairro da Bela Vista.
Rui Pereira revelou existirem já conversações com o Governo Civil de Setúbal.
O ministro falava aos jornalistas durante a inauguração da sede do Contrato Local de Segurança (CLS) de Loures, localizada na Quinta da Fonte (Apelação), bairro onde em Julho de 2008 duas comunidades se envolveram em confrontos.
Rui Pereira recorreu ao exemplo do CLS de Loures, o qual classificou de um "óptimo exemplo de política de integração", para justificar a necessidade de levar os CLS a outras zonas do país, adiantando que o bairro da Bela Vista em Setúbal é uma delas.
"O problema da Bela Vista é para já de segurança e temos de combater esse problema com toda a firmeza, reprimindo todo o tipo de violência sem contemplações. Apesar disso julgo que um CLS em Setúbal se justifica e já encetámos contactos com a Governadora Civil nesse sentido", revelou o ministro.
Após uma visita às novas instalações sediadas na Rua Ary dos Santos, junto à avenida onde ocorreram os violentos confrontos da Quinta da Fonte, Rui Pereira, que se fez acompanhar pela Governadora Civil de Lisboa Dalila Araújo e pelo presidente da Câmara Municipal de Loures Carlos Teixeira, deslocou-se à Quinta do Mocho(Sacavém) onde assistiu à entrega de títulos de residência a cidadãos estrangeiros, no âmbito da acção organizada pelo Serviço de Estrangeiro e Fronteiras, "SEF em Movimento"
O primeiro CLS foi celebrado em Maio entre o Ministério da Administração Interna e a Câmara Municipal do Porto, criado especificamente para realizar o diagnóstico e prevenção da criminalidade no Bairro do Cerco.
O Contrato Local de Segurança de Loures foi assinado com a Câmara Municipal no dia 12 de Setembro de 2008.
O Ministério da administração Interna, Câmara Municipal de Loures e Governo Civil de Lisboa, assinaram a 7 de Março um protocolo com 28 entidades de várias áreas de actuação como agrupamentos de escolas, associações de moradores, grupos culturais e instituições religiosas.
As áreas de intervenção prioritária deste contrato dizem respeito à prevenção da delinquência juvenil, da pequena criminalidade, da violência doméstica, dos comportamentos anti-sociais e dos fenómenos de insegurança.