quarta-feira, 31 de março de 2010

Clima: 75 países comprometeram-se a concretizar disposições do acordo de Copenhaga, ONU

Paris, 31 mar (Lusa) - Setenta e cinco países, responsáveis por mais de 80 por cento das emissões de gases com efeito de estufa, comprometeram-se a reduzir ou limitar o aumento destas até 2020 no âmbito do acordo de Copenhaga, anunciou hoje a ONU.
Por outro lado, 111 países e a União Europeia (UE) "indicaram que apoiavam o acordo", precisa o secretário da Convenção da ONU sobre as mudanças climáticas (UNFCCC) num comunicado.
Estes compromissos eram, em conjunto, conhecidos, em particular os referentes aos maiores poluidores do planeta, mas é a primeira vez que a ONU publica um documento oficial que os recapitula.

Alemanha: Governo aprova novo imposto aos bancos para amortecer futuras crises

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10866635.html
Berlim, 31 mar (Lusa) - O governo alemão aprovou hoje cobrar um novo imposto aos bancos do país, para criar um fundo que possa financiar apoios ao setor na eventualidade de uma nova crise financeira.
Segundo o ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schaeuble, as instituições financeiras terão de pagar todos os anos uma taxa no valor combinado de 1,2 mil milhões de euros, para um fundo comum a ser utilizado em caso se necessidade futura de recuperação de bancos no país.
"O objetivo é retirar lições da crise financeira e criar medidas de precaução para que uma crise como esta não volte a acontecer ou que não atinja os mesmos níveis", acrescentou Schaeuble.

UE/Cidadania: Um milhão de assinaturas de europeus para obrigar Bruxelas a legislar

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10866581.html
Bruxelas, 31 mar (Lusa) - A Comissão Europeia propôs hoje que as instituições comunitárias sejam no futuro obrigadas a discutir projetos legislativos se pelo menos um milhão de cidadãos de nove Estados-membros assinar uma petição nesse sentido.
O executivo comunitário, presidido por José Manuel Durão Barroso, apresentou algumas "regras e procedimentos mínimos" para uma legislação prevista no Tratado de Lisboa, que entrou em vigor em dezembro passado, e que assegura a participação dos cidadãos na definição das políticas da União Europeia.
Para a vice-presidente da Comissão Europeia, Viviane Reding, responsável pela área da Cidadania, "a Iniciativa de Cidadania Europeia pode constituir um elemento muito importante para os cidadãos se fazerem ouvir".

Clima: Londres pronta a aceitar dois tratados para que processo não se atrase

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10868774.html
Londres, 31 mar (Lusa) - O ministro do Ambiente britânico, Ed Miliband, declarou-se hoje pronto a considerar a possibilidade de dois tratados, um prorrogando o Protocolo de Quioto e o outro reunindo os países que não o assinem.
"Não vamos deixar que uma questão técnica - sobre se vamos ter um tratado ou dois - atrase o processo. Estamos determinados a demonstrar flexibilidade desde que isso não coloque em causa o ambiente", assinalou.
O governante falava à margem da primeira reunião do grupo consultivo internacional sobre o financiamento da luta contra as alterações climáticas nos países em desenvolvimento.

Porto: Rui Rio diz que o "Prohabita acabou" vítima de um "corte drástico de verbas"

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10861710.html
Porto, 30 mar (Lusa) - O presidente da Câmara Municipal do Porto afirmou na segunda feira à noite que "O Prohabita acabou", porque o bolo nacional é agora menos" do que aquilo que a autarquia tinha "só num ano".
Rui Rio defendeu esta tese enquanto prestava contas sobre a actividade camarária na Assembleia Municipal. "O Governo entende que reabilitação social não é uma prioridade", acusou, referindo que o setor sofreu "um corte drástico de verbas".
O Prohabita - Programa de Financiamento para Acesso à Habitação foi um dos instrumentos financeiros que a autarquia portuense utilizou para recuperar habitação social que se encontrava degradada.

Arqueologia: ICOM defende sondagens na Cordoaria e lança petição em defesa do museu nacional

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10862371.html
Lisboa, 30 mar (Lusa) - A Comissão Nacional Portuguesa do Conselho Internacional dos Museus (ICOM) defende a realização de sondagens na zona da Cordoaria para avaliar riscos sísmicos e lançou uma petição "Em defesa do Museu Nacional de Arqueologia" (MNA).
Na sequência de uma assembleia geral, a entidade lançou online, na segunda feira, uma petição que tem como primeira signatária a historiadora de arte e ex-diretora do antigo Instituto Português de Museus Raquel Henriques da Silva.
Em causa está a transferência do MNA do Mosteiro dos Jerónimos - espaço que deverá ser entregue ao Museu da Marinha - para o edifício da Cordoaria, perto do local onde será construído o novo Museu dos Coches, e que tem sido alvo de contestação pelos arqueólogos.

Ciência: CERN iniciou colisão de protões

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10862599.html
Lisboa, 30 mar (Lusa) - O grande acelerador de partículas do CERN iniciou às 12:00 (hora de Lisboa) as colisões entre feixes de protões, as primeiras criadas pelo homem a uma energia correspondente a 280 mil milhões de baterias de carro.
A colisão entre dois feixes de protões circula nos dois sentidos e permite que estes ao embater libertem partículas mais pequenas, muitas das quais os cientistas apenas suspeitam que existem.
A colisão entre protões acontece a 20 milhões de vezes por segundo e a uma energia de sete Tev (equivalente a 280 mil milhões de baterias de carro).

Vinho do Porto: Dow's Vintage 2007 recebe 100 pontos da Wine Spectator

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10863135.html
Lisboa, 30 mar (Lusa) - O vinho do Porto Dow's Vintage 2007 irá receber a pontuação máxima, 100 pontos, na edição de maio próximo da revista de vinhos norte-americana Wine Spectator, uma das mais influentes revistas de vinhos do mundo.
A mesma publicação atribuirá 96 pontos a outro Porto da Symington Family Estates, o Graham's Vintage 2007, que recebe a segunda pontuação mais elevada numa antecipação da referida edição da Wine Spectator divulgada hoje.
Os dois vinhos premiados são incluídos na secção colecionáveis da revista, que aconselha a guarda do "melhor Dow's alguma vez produzido", este vintage de 2007, pelo menos até 2022.

Conjuntura: Estado precisa de pedir emprestado pelo menos 24 mil milhões este ano - IGCP

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10863668.html
Lisboa, 30 mar (Lusa) - O Estado precisa de 24 a 25 mil milhões de euros para se financiar em 2010, de acordo com o Programa de Financiamento para 2010 hoje divulgado pelo Instituo de Gestão da Tesouraria e do Crédito Público (IGCP).
O valor já incorpora os 5,5 a 6,5 mil milhões de euros que o IGCP havia anunciado no programa de financiamento do Estado para o primeiro semestre.
Em comunicado hoje divulgado, o instituto explica que o programa foi aprovado pela tutela por proposta do IGCP e que o valor indicativo depende ainda "do valor final das recompras de Obrigações do Tesouro com vencimento em 2011 que venham a ser realizadas ao longo do ano".

Educação: Crime de violência escolar será considerado como crime público - Ministra

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10863986.html
Lisboa, 30 mar (Lusa) - Os maus tratos físicos ou psíquicos cometidos de forma reiterada por um estudante sobre outro, contra um funcionário da escola ou por um encarregado de educação serão crime de violência escolar, configurado como crime público, disse hoje a ministra da Educação.
Durante uma audição na Comissão de Educação e Ciência da Assembleia da República e na sequência de uma pergunta do deputado do CDS/PP José Manuel Ribeiro, Isabel Alçada adiantou mais pormenores sobre a proposta de alteração ao Código Penal que pretende levar a Conselho de Ministros.
Segundo a ministra, a inovação da proposta é a "criação do crime de violência escolar", configurado como "crime público".

terça-feira, 30 de março de 2010

Corrupção: É preciso "vontade política" para combater o crime - Boaventura Sousa Santos

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10864407.html
Lisboa, 30 mar (Lusa) - O presidente do Observatório Permanente da Justiça considerou hoje haver leis suficientes para enfrentar a corrupção, mas alertou que é preciso "vontade política" e mecanismos de prevenção, seletivamente orientados para os grandes negócios públicos.
Boaventura Sousa Santos, que falava na Comissão Parlamentar de Acompanhamento do Fenómeno da Corrupção, defendeu a criação de uma unidade para a fiscalização dos grandes negócios que envolvem milhões de euros, de forma a "eliminar as oportunidades" de crime.
Esta unidade, que poderia funcionar na Assembleia da República e com uma equipa estável de técnicos especializados, teria como objetivo acompanhar negócios em áreas como as parcerias público-privadas e o urbanismo.

Energia: PME da indústria podem poupar até 136 milhões de euros

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10864557.html
Lisboa, 30 mar (Lusa) - As pequenas e médias empresas (PME) do sector industrial em Portugal podem poupar até 136 milhões de euros por ano se tiverem uma utilização mais eficiente da energia, refere um estudo sobre eficiencia energética.
Segundo o relatório do Grupo Gas Natural-Union Fenosa, o índice de Eficiência Energética nas PME industriais melhorou 0,3 pontos no último ano, de 3,1 para os 3,4 numa escala de 10.
Este número equivale a uma poupança de 195 milhões de quilowatts por ano, ou 14,4 milhões de euros por ano, o que corresponde a um potencial de poupança energética estimada de 15,1 por cento.

Energia: Lares portugueses desperdiçam 9,5 por cento do que consomem

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10864554.html
Lisboa, 30 mar (Lusa) - Os lares portugueses desperdiçam cerca de 9,5 por cento da energia que consomem mas podem poupar até 169 milhões de euros por ano se adotarem melhores hábitos, refere um estudo sobre eficiência energética hoje divulgado.
Com a adoção de melhores hábitos, os portugueses podem evitar o consumo de 1764 gigawatts por hora, o que corresponde à emissão de quase 653 mil toneladas de dióxido de carbono, segundo dados do terceiro estudo do Índice de Eficiência Energética elaborado pelo grupo Gas Natural-Union Fenosa.
Comparando com os resultados de 2008, os portugueses registaram uma melhoria de 0,1 pontos (de 6,1 para 6,2, numa escala máxima de 10), o que lhes permitiu poupar cerca de 4,5 milhões de euros.

Arquitetura: Trienal de Lisboa promove concurso internacional para criar habitação social em Luanda

Lisboa, 30 mar (Lusa) - A Trienal de Arquitetura de Lisboa já foi contactada por mais de mil arquitetos de diversos países, interessados em participar no concurso internacional para desenhar casas a custos reduzidos para famílias carenciadas em Angola.
"A House In Luanda - Patio and Pavilion" é a designação do concurso que vai receber candidaturas até ao final de abril, e cujo júri, presidido por Álvaro Siza Vieira, vai escolher os trinta melhores projetos que serão exibidos no final do ano em Lisboa.
Em declarações à agência Lusa, o arquiteto José Mateus, diretor da Trienal de Lisboa 2010, congratulou-se com a "forte adesão" que o concurso está a ter desde o lançamento, há cerca de um mês, reveladora do "interesse numa questão com características sociais".

SOL - Sismos - Edifícios reabilitados são «baralhos de cartas»

SOL
2010.03.29
Ler artigo completo em:
http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=167595

"As obras de reabilitação urbana estão a ser realizadas sem ter em atenção a resistência sísmica dos edifícios por falta de «legislação técnica», alertaram hoje responsáveis da Sociedade Portuguesa de Engenharia Sísmica durante uma audição promovida pelo PCP

«Andamos a gastar milhões de euros para reabilitar casas que são autênticos baralhos de cartas. Eram-no antes de serem reabilitadas e continuam a sê-lo depois», afirmou Mário Lopes.

O responsável sublinhou, na audição pública promovida pelo grupo parlamentar do PCP, a necessidade de uma «legislação técnica que enquadre as obras de reabilitação urbana».

Também Rogério Bairrão, da Sociedade Portuguesa de Engenharia Sísmica, alertou para que «o programa Recria [Regime Especial de Comparticipação na Recuperação de Imóveis Arrendados] melhorou as condições de habitabilidade, mas piorou a resistência sísmica».

«Foram destruídas partes importantes de estruturas para passagem de esgotos e outras obras», ilustrou.

O deputado comunista Miguel Tiago disse à Lusa ter tomado contacto com o problema na audição pública, realizada precisamente para colher contributos em matéria de sismologia, para um projecto de resolução em que o PCP está a trabalhar.

«Se virmos que há zonas inteiras do país que estão a ser sujeitas a reabilitação e no dinheiro que está a ser gasto e pensarmos que poderíamos ter aproveitado para resolver esse problema e isso não se fez, então temos que pensar urgentemente em mecanismos legais que obriguem que a reabilitação urbana tenha em conta estas questões», afirmou.

Para o deputado comunista esta seria «uma oportunidade magna para proceder a um conjunto de intervenções sistemático» ao nível da resistência sísmica dos edifícios que não estejam abrangidos pela legislação para edificação (de 1960), que inclui a resistência sísmica.

Miguel Tiago sublinhou que parte substancial da reabilitação urbana se realiza com recurso a verbas públicas estatais e comunitárias. "

Sol / Lusa

segunda-feira, 29 de março de 2010

JN - Cascais - Alterações climáticas podem "roubar" quase toda a areia


Zonas junto ao Estuário do Tejo são as mais sensíveis, aponta um estudo da autarquia
JN - 2010.03.27
TELMA ROQUE
As praias de Cascais são um dos mais importantes cartazes turísticos da vila, mas os extensos areais correm o risco de desaparecer devido às alterações climáticas. As zonas situadas junto ao Estuário do Tejo são as que apresentam maiores riscos.

De acordo com um estudo da Agenda Cascais 21, sobre os efeitos das alterações climáticas até ao final do século, as areias do concelho podem quase desaparecer por completo se nada for feito nos próximos anos.

De acordo com o documento, elaborado com a colaboração do departamento do Ambiente da Câmara Municipal, o desaparecimento do areal pode atingir níveis de 80% em algumas zonas até final do século. Mas não se pense que os efeitos se vão sentir apenas a muito longo prazo. Já daqui a 40 décadas a diminuição de areia pode chegar a mais de 20%.

(...)

domingo, 28 de março de 2010

JN - Manuel Correia Fernandes - A escola que (não) temos!

(Ver atigo completo em:)
http://jn.sapo.pt/Opiniao/default.aspx?opiniao=Manuel%20Correia%20Fernandes

JN 2010-03-21
O único lugar para onde todos nos deslocamos todos os dias, durante todos os anos das duas primeiras décadas das nossas vidas, é a escola.

Contudo, acabado este ciclo, o ciclo obrigatório, e ainda que não para todos, todos voltamos de novo à escola, mas agora à escola da nossa escolha, seja ela técnica, profissional ou superior ou, no pior dos casos, à velha "escola da vida"! Depois, regressamos outra vez à escola mas agora como pais acompanhando os filhos ou iniciando novos ciclos de aprendizagem. Mas também podemos regressar como professores, como colaboradores ou até como simples cidadãos que, por dever de cidadania, por ali cumprem outras escolas que, não raro, se prolongam pelo tempo em que todos temos mais tempo, mais sabedoria e mais disponibilidade para os outros ou em que olhamos para tudo e para todos com olhos mais doces!

Em qualquer caso, a escola é, seguramente, um dos centros da nossa vida. Todos sabemos que a vida sem escola não é possível, não faz sentido e, em bom rigor, não existe. A escola é o nosso primeiro e último espaço de referência, ainda que nem todos o tenhamos tido como devíamos.

A escola é uma das instituições da cidade no sentido em que Louis Kahn (notável arquitecto e teórico russo naturalizado americano que viveu, construiu e escreveu entre 1901 e 1974) define as instituições do homem. A escola é, por isso, uma centralidade. Ou seja: não há outra hipótese para a definição, para a concepção e para a localização da escola que não seja, exactamente, como centro das nossas vidas, no centro da comunidade a que pertencemos e, por extensão, no centro da cidade em que vivemos. E uma centralidade é algo que tem, exactamente, a qualidade de ser centro, ou seja, a qualidade do lugar em torno do qual todos os outros lugares se organizam.

(...)

JN - Paulo Morais - O Gulag do PSD

(ver atigo completo em:)
http://jn.sapo.pt/Opiniao/default.aspx?opiniao=Paulo%20Morais

JN 2010-03-17
O recente congresso do PSD será lembrado como uma das páginas mais negras da história do partido. Na sua reunião magna, os dirigentes sociais-democratas deliberaram aplicar castigos a quem ouse discordar dos chefes. Instituíram desta forma, no mais democrático dos partidos portugueses, o pecado de delito de opinião. O partido de Sá Carneiro desonra assim a memória do seu fundador, cujo primeiro grande combate político foi justamente, ainda nos tempos do fascismo, a defesa da liberdade de expressão.

(...)

O PSD apouca-se e incorpora, embora em menor escala, os piores defeitos dos partidos comunistas de índole estalinista, que segregavam os militantes com opiniões distintas e os enviavam para o degredo ou campos de concentração. Este sistema ficou tristemente conhecido como Gulag.

(...)

Esta norma absurda, não tendo qualquer justificação, tem uma origem evidente: uma birra de Santana Lopes que, tendo tido um mau perder nas legislativas de 2005, vem agora ajustar contas com aqueles companheiros de partido que então o dilaceraram com críticas. O menino guerreiro exibiu a sua faceta de miúdo mimado e contou com a conivência de elementos afectos à actual direcção, a começar por Ferreira Leite. Desprovidos de legitimidade ou até de autoridade, tentam impor-se através dum poder que lhes escapa, transformando em regras as suas obtusas vontades.

Angola: Desordenamento e falta de 1,7 milhões de casas são os "grandes problemas" da Luanda - ministro Urbanismo

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10841130.html
Rio de Janeiro, Brasil, 28 mar (Lusa) - O crescimento desordenado aliado à falta de abastecimento de água, energia, saneamento e de moradias em Luanda são os "grandes problemas" que impedem o desenvolvimento urbano da capital de Angola, segundo o ministro do Urbanismo e Construção, José da Silva Ferreira.
"O défice habitacional de fato é grande", reconhece o ministro angolano ao admitir que todo o país sofre com problemas de habitação. Em Luanda, o défice alcança as cifras de 1,7 milhões de moradias.
As dificuldades enfrentadas pela terceira maior cidade lusófona, com cerca de cinco milhões de habitantes, fazem parte do drama vivido por muitas capitais africanas, que tiveram um deslocamento em massa de populações dos campos para as grandes cidades.

Energia: Socialistas querem legislação para tornar transparente o consumo do Estado

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10856532.html
Lisboa, 28 mar (Lusa) - O grupo parlamentar do Partido Socialista vai apresentar no Parlamento uma recomendação legislativa para obrigar o Estado a divulgar quanto a administração pública gasta em energia e para, disse hoje o deputado Duarte Cordeiro, facilitar a fiscalização desse consumo.
A recomendação, assinada pelos deputados socialistas Duarte Cordeiro, Jorge Seguro Sanches, Francisco Assis e António José Seguro, visa fazer o Governo criar uma lei que obrigue os organismos de Estado a comunicar de forma pública as faturas energéticas e a definir medidas de redução do consumo.
"O Estado é seguramente o maior consumidor energético em Portugal, e tem por isso de haver uma maior fiscalização sobre o seu consumo, para que tenha um comportamento exemplar", disse Duarte Cordeiro em declarações à agência Lusa.

PR: Cavaco Silva realça papel do teatro na educação, cultura e vida social

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10851666.html
Lisboa, 26 mar (Lusa) - O Presidente da República, Cavaco Silva, realçou hoje o papel do teatro "na educação, na cultura e na vida social" dos portugueses, numa cerimónia em Lisboa de concecoração de sete personalidades ligadas à arte dramática.
O Chefe de Estado afirmou, na cerimónia, que decorreu no Museu dos Coches, que o teatro é uma arte "apreciada por ricos e pobres, nas cidades, nas vilas e nas montanhas".
Na véspera do Dia Mundial do Teatro, Cavaco Silva relevou o papel da arte dramática na sociedade portuguesa, "de Gil Vicente aos dias de hoje, passando por Almeida Garrett e muitos outros".

Hora do Planeta: "Apagão" simbólico contra alterações climáticas com adesão recorde em Lisboa e resto do mundo

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10854522.html
Lisboa, 27 mar (Lusa) - Luzes em todo mundo foram hoje desligadas às 20:30 (hora de Lisboa) num gesto simbólico em defesa do planeta e numa iniciativa que registou um recorde de adesão em Portugal e no resto do globo.
Tratou-se de uma iniciativa do Fundo Mundial para a Natureza (WWF), sendo que até sexta feira à tarde tinham aderido, em Portugal, 25 municípios - mais do dobro dos de 2009.
O "apagão" vai deixar parte de Portugal às escuras entre as 20:30 e as 21:30, num gesto simbólico de luta contra as alterações climáticas.

sexta-feira, 26 de março de 2010

Adolescentes ultrapassam fobia social generalizada experimentando situações de stress - estudo

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10848620.html
Coimbra, 26 mar (Lusa) - Adolescentes com fobia social generalizada ultrapassam o medo da opinião dos outros se experimentarem as situações que lhes provocam ansiedade e julgam não serem capazes de realizar, conclui um estudo de uma psicóloga de Coimbra.
O estudo, que demorou três anos e, segundo a investigadora, é inovador, contou com o envolvimento de professores e pais e incluiu situações vivenciadas, filmadas e analisadas posteriormente pelos próprios adolescentes.
Em tese de doutoramento defendida há dias, Maria do Céu Salvador, docente na Faculdade de Psicologia da Universidade de Coimbra, propôs um novo protocolo de intervenção para adolescentes com fobia social generalizada, intitulado "Ser Eu Próprio entre os Outros".

Segurança: Quase metade dos jovens já cometeram atos delinquentes - estudo

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10849008.html
Lisboa, 26 mar (Lusa) - Perto de metade dos jovens das áreas metropolitanas de Lisboa e Porto admitiu já ter cometido atos delinquentes, segundo um estudo apresentado hoje nas Jornadas de Segurança, em Lisboa.
O estudo do Instituto de Criminologia da Universidade do Porto, de maio de 2008, baseia-se em três mil inquéritos feitos em escolas do 3.º ciclo do ensino básico e secundário, à inquirição de jovens com 18 ou mais anos fora da escola e numa análise da delinquência juvenil registada pelas forças de segurança.
O documento refere que 47,7 por cento dos inquiridos assumem que praticaram atos delinquentes, dos quais 33,6 por cento foram cometidos há menos de um ano.

Casa Alconena: Movimento cidadãos pede intervenção do PGR e Provedor Justiça

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10849523.html
Lisboa, 26 mar (Lusa) - O movimento de cidadãos 'Fórum Cidadania Lisboa' escreveu ao Procurador Geral da República e ao Provedor de Justiça a denunciar o que classifica de "intervenção ilegal" na moradia da Rua de Alconena, Restelo, exemplar da arquitetura modernista.
Nas missivas, a que a Lusa teve acesso, o movimento pede a Pinto Monteiro e a Alfredo José de Sousa que averigúem todos os procedimentos relativos à moradia desde dezembro de 2008 e que acabaram por conduzir ao arranque das obras de construção de um novo edifício no jardim daquele lote.
As obras, que previam logo no início a retirada dos painéis de azulejos existentes e que são da autoria de Almada Negreiros, contemplam a geminação de um novo edifício no antigo, o que para o 'Fórum Cidadania Lisboa' implicará a "alteração da fachada direita" da moradia, "através do rasgamento e da sua ocultação".

Arqueologia: Investigadores da Universidade de Évora descobrem pinturas rupestres numa gruta do Alentejo

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10850123.html
Portalegre, 26 mar (Lusa) - Uma equipa da Licenciatura e do Mestrado de Arqueologia da Universidade de Évora (UE) descobriu um conjunto de pinturas rupestres numa gruta situada sob o altar de uma Igreja na vila de Alegrete, no concelho de Portalegre.
"Do ponto de vista patrimonial (igreja, gruta e pinturas rupestres) é de uma importância extrema este achado", disse hoje à agência Lusa Jorge Oliveira, professor responsável pelos trabalhos de arqueologia da UE.
"Este achado é importante porque traz consigo uma memória de cinco mil anos de história e de devoção naquele espaço", sublinhou.

Urbanismo: Fórum Urbano termina com apelo à ação imediata nas cidades

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10850294.html
Rio de Janeiro, 26 mar (Lusa) - O Fórum Urbano Mundial reafirmou hoje, no encerramento da sua quinta edição no Rio de Janeiro, o direito de todos os seres humanos de viverem nas cidades e beneficiarem de um urbanismo sustentável.
"A hora de agir é agora", foi a mensagem final deixada pela diretora executiva do Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-Habitat), a tanzaniana Anna Tibaijuka.
"O tempo não está do nosso lado. A tarefa diante de nós é imensa, é um trabalho que deveríamos ter feito ontem", advertiu a representante do Escritório da ONU ao referir os problemas enfrentados pelas cidades em todo o mundo.

quinta-feira, 25 de março de 2010

PSD: Governo de Sócrates "instaurou uma verdadeira guerra civil política entre portugueses" - Aguiar-Branco

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10842656.html
Famalicão, 25 mar (Lusa) - Autenticidade, transparência, unidade e esperança foram os "traços distintivos" em relação a José Sócrates que Aguiar-Branco defendeu quarta feira serem necessários ao próximo líder do PSD, acusando o Governo de ter instaurado uma "guerra civil política entre portugueses".
"A crise das crises é a crise dos valores que este Governo do Eng. Sócrates levou ao grau zero na nossa sociedade", disse o candidato à liderança do PSD, num encontro com militantes, na quarta feira, em Famalicão.
Aguiar-Branco considerou que a classe política anda "a brincar com o fogo" porque "quando o povo não confia, quando não há autenticidade no exercício da atividade política, quando não há transparência no exercício das funções públicas, não é por decreto nem por norma que as pessoas confiam nos políticos".

Conjuntura: "País está desgovernado" - Belmiro de Azevedo

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10841374.html
Leiria, 24 mar (Lusa) - O presidente do grupo Sonae, Belmiro de Azevedo, disse hoje que é cada vez mais evidente que o país está desgovernado, considerando que todos vão pagar a conta da descida do 'rating' de Portugal.
"Nós vivemos agora numa situação em que cada vez se nota com mais evidência que o país está desgovernado", afirmou à Agência Lusa Belmiro de Azevedo quando confrontado se esperava a descida 'rating' de Portugal, anunciada hoje pela agência de notação financeira Fitch, face à situação da economia portuguesa.
A Fitch desceu hoje o 'rating' português para AA-, colocando Portugal num grupo que inclui também a Irlanda, a Itália e o Chipre, descida que foi a primeira que a economia portuguesa sofreu nos últimos 12 anos.

Ordem dos Engenheiros quer alterar portaria que "ignora" diferenças entre licenciaturas pré e pós Bolonha

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10841333.html
Lisboa, 24 mar (Lusa) - A Ordem dos Engenheiros (OE) reivindicou hoje a alteração de uma portaria que "ignora as diferenças" entre as licenciaturas concluídas antes e depois do Processo de Bolonha, afirmando que estão a ser prejudicados "centenas de milhares de portugueses"
O bastonário cessante da OE, Fernando Santo, afirmou hoje, durante um encontro com a imprensa, que em julho de 2009 foi publicada uma portaria que "ignora as diferenças entre os licenciados pré e pós-Bolonha".
"Colocaram o bacharelato e a licenciatura ao mesmo nível, esquecendo, ou não, que há licenciaturas pré-Bolonha de cinco e seis anos, que correspondem a formações equivalentes a mestrado e licenciaturas com a designação pós-Bolonha com formações de três anos", afirmou.

quarta-feira, 24 de março de 2010

CIDADANIA LX: LARGO DO RATO: A RESPOSTA Á CML

CIDADANIA LX: LARGO DO RATO: A RESPOSTA Á CML
.
Comentário:
De forma alguma se trata aqui de picardias entre arquitectos. Ainda há pouco salientei o gabinete que projectou a obra para proceder a um projecto adequado, que tenha algo da identidade deste local e volumetria correcta. Assim lhe fosse encomendado pelo construtor.
...
“Este poderá ser um bom edifício numa nova praça que poderão muito bem criar, em qualquer nova área urbana. E com isto não digo que uma obra nova, aqui, tenha que ser uma imitação de um dos velhos prédios, porque nem sequer o deve ser. Mas deve ter algo do carinho, da escala, da história, da vivência deste local.”
“Respeitar e valorizar a cidade não é estropiar da mesma a capitalização imediata de uma maximização de áreas. É valorizá-la no seu conjunto, e com isso valorizar o próprio edifício e a cidade.”
...
Para além de todas as outras preocupações onde poderemos ir opinando, anda aqui uma questão na mesa, a ser "jogada" por todos os intervenientes directos – políticos, promotor, técnicos e juristas municipais que apreciam o projecto, assim como os respectivos autores: - os m2 de construção a edificar!
Todos temos ideia de quanto vale ali o m2 construído (e que vale muito mais que o que fica por construir).

Mas democracia é isto: Existem parâmetros estabelecidos pelos Planos Municipais e restante legislação em vigor, que o actual projecto ultrapassou. A legislação vincula o cumprimento destes parâmetros, responsabilizando os autores e impedindo o promotor de edificar (é inútil esconder o sol com a peneira).
Mais, são actos que a Justiça criminaliza. Seja os técnicos perante os respectivos termos de autoria, seja os políticos que, perante conhecimento de causa autorizam a execução das obras. É o que acontece com um acto administrativo nulo como este, nos termos do RJUE e da legislação criminal.

Está claro que andar aqui no jogo do empurra, com cartas na manga, só pode acabar muito mal. Sabendo-se do actual empenho da CML na prevenção à corrupção, e da pura bandalheira de “quarenta e tal por cento de projecto aprovados na CML que não respeitam os parâmetros regulamentares”, já detectados e que ..."não têm tempo nem meios para inquirir"...
As normas existem: -são para cumprir.
Nestes casos as penalidades também não são refutáveis – perda de mandato e processo crime aos intervenientes na decisão e técnico autor.

Na democracia, direito de cidadania é isto (onde inclusivamente cada um dos cidadãos poderá consultar o processo na CML).
Ou alguém assuma a ditadura, o estado de tirania, etc…

Vamos defender o nosso património urbano, que nos diferencia e identifica perante o resto do mundo.

E definitivamente, não compensa ao promotor a perda de tempo: mais vale o autor executar rapidamente o projecto que o local merece, dentro dos parâmetros da leg.
Ferreira arq.

segunda-feira, 22 de março de 2010

EUA: Reforma da Saúde histórica aprovada no Congresso

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10830852.html
Washington, 22 mar (Lusa) - A Câmara dos representantes norte-americana adotou domingo um projeto de lei sobre a reforma da Saúde, oferecendo uma vitória legislativa essencial ao presidente norte-americano Barack Obama, que deve promulgar o texto rapidamente.
Os representantes adotaram o texto, a versão aprovada pelo Senado a 24 de dezembro, com uma maioria de 219 votos contra 212, ou seja mais três do que os 216 necessários.
Os eleitos democratas aplaudiram ruidosamente quando o 216º voto foi registado.

Corrupção: Seminário junta hoje gestores públicos para defender redução "drástica" do fenómeno

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10823871.html
Lisboa, 22 mar (Lusa) - O Conselho de Prevenção da Corrupção junta hoje gestores e quadros superiores da administração pública para os sensibilizar para uma redução "drástica" dos riscos de corrupção, disse hoje à agência Lusa o seu presidente.
Guilherme d'Oliveira Martins, que é também presidente do Tribunal de Contas, junto do qual o CPC funciona, disse à Lusa que o seminário "pretende "mobilizar os cidadãos e os titulares de cargos públicos para a redução drástica dos riscos".
"Pretendemos clarificar a importância e a função dos planos de prevenção de riscos de modo a que tenham consequências", declarou Oliveira Martins.

Dia da Água: Ministra do Ambiente assinala hoje efeméride com participação no Congresso da Água

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10829974.html
Lisboa 22 mar (Lusa) - A ministra do Ambiente assinala hoje o Dia Mundial da Água com uma participação no 10.º Congresso da Água, que reúne no Algarve mais de 400 especialistas nacionais e estrangeiros para discutir as problemáticas relacionadas com os recursos hídricos.
Criado pelas Nações Unidas em 1993, o Dia da Água visa alertar para a necessidade do correto e eficiente uso da água, chamando a atenção para um bem limitado e essencial à vida que não deve ser desperdiçado, pode ler-se num comunicado do Ministério do Ambiente.
Este ano, o dia tem como tema "Água Limpa para um Mundo Saudável". Trata-se, segundo a a vice-presidente da Associação Portuguesa dos Recursos Hídricos (APRH), Alexandra Serra, de uma perspetiva transversal da água no meio hídrico e da sua utilização pelos diversos agentes, da agricultura à indústria, englobando o consumo humano.

Brasil: Rio de Janeiro acolhe o maior evento de urbanismo das Nações Unidas

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10828758.html
Rio de Janeiro, Brasil, 22 mar (Lusa) - O Rio de Janeiro acolhe, a partir de hoje, a 5.ª edição do Fórum Urbano Mundial das Nações Unidas, o maior congresso sobre o crescimento urbano do planeta que deverá reunir mais de 15 mil participantes de 200 países.
Com o tema "O direito à cidade: unindo o urbano dividido", esta é a primeira vez que a conferência mundial sobre cidades acontece na América Latina para debater crescimento e impactos provocados pela urbanização.
A questão da sustentabilidade urbana é considerada pelo organismo uma das mais "urgentes enfrentadas pela humanidade".

Alemanha: Governo vai taxar bancos e criar fundo para prevenir futuras crises

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10831738.html
Berlim, 22 mar (Lusa) - O governo alemão vai impôr aos bancos uma taxa para cobrir prejuízos causados ao Estado pela recente crise económica e para enfrentar futuras crises, revelou hoje o ministro das finanças, Wolfgang Schaeuble.
Os grandes bancos deverão contribuir mais do que as pequenas instituições de crédito, e o fundo deverá acumular biliões de euros, revelou o político democrata cristão.
Schaeuble esclareceu ainda que os bancos "não serão sobrecarregados" e que a referida taxa será "adequada" e proporcional ao risco que cada banco corre.

Dia da Água: Especialista defende substituição de garrafas por água da torneira em reuniões oficiais

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10831876.html
Lisboa, 22 mar (Lusa) - Uma perita independente das Nações Unidas para o direito à água sugeriu hoje que o Governo pusesse de lado as garrafas nos eventos que organiza, substituindo-as por água da torneira.
Em declarações à Lusa no Dia Mundial da Água, Catarina de Albuquerque afirmou que o consumo de água engarrafada é prejudicial ao "ambiente e à carteira" e salientou que, em Portugal, a água da torneira "cumpre com diretivas da União Europeia" em matéria de qualidade", pelo que "não há razão para não se beber".
A título de exemplo, adiantou Catarina de Albuquerque, engarrafar água gasta duas mil vezes mais energia do que tê-la a sair da torneira e, ao comprá-la, o consumidor paga mil vezes mais por um litro do que o que paga a uma companhia de distribuição de água canalizada pela mesma quantidade.

Conjuntura: "A única liberdade que temos é de continuar a pedir emprestado" - Vitor Bento

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10832026.html
Lisboa, 22 mar (Lusa) -- O presidente da SIBS, Vítor Bento, afirmou hoje que a única liberdade que Portugal tem atualmente "é de continuar a pedir emprestado" por força do caminho que escolheu, considerando imperioso pelo menos estabilizar o crescimento da dívida pública.
"Vamos continuar a depender dos credores, vamos ter de continuar a satisfazer as exigências dos credores. Podemos achar as condições injustas, ou que não deviam ser estas. Mas nós não temos condições de lhes impor a eles condições. Eles têm a liberdade de nos emprestar ou não emprestar, nós não temos essa liberdade, nós, por força do caminho que escolhemos, a única liberdade que temos é de continuar a pedir emprestado", disse.
O economista, que apontava o problema da dívida pública e externa como um dos pontos fulcrais da economia, considerou que para "sossegar os credores" e "convencê-los a emprestar" a solução passa por, "pelo menos, conseguir estabilizar o rácio entre a dívida e o que produzimos internamente".

Corrupção: Presidência tem em vigor plano de gestão de riscos desde 01 de janeiro

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10832064.html
Lisboa, 22 mar (Lusa) - A Presidência da República esclareceu hoje que já tem em vigor desde 01 de janeiro "o plano de gestão de riscos de corrupção e infrações conexas" dos serviços de apoio a Belém.
"O plano de gestão de riscos de corrupção e infrações conexas dos serviços de apoio da Presidência da República está em vigor desde 1 de janeiro de 2010, tendo sido aprovado em sessão do Conselho Administrativo da Presidência da República de 29 de dezembro de 2009", lê-se numa nota divulgada no site da Presidência da República.
Ainda de acordo com a nota, assinada pelo presidente do conselho de administração da Presidência da República, José Manuel Nunes Liberato, foi, assim, seguida a recomendação do Conselho de Prevenção da Corrupção de 01 de julho de 2009 relativamente à elaboração de um plano de gestão de riscos de corrupção.

Arquitetura: Professores e arquitetos temem que obra ponha em risco prémio SECIL

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10832695.html
Caldas da Rainha, Leiria, 22 mar (Lusa) - Professores e arquitetos temem que as obras de remodelação da Escola de Arte e Design das Caldas da Rainha ponham em risco o edifício premiado, mas o Instituto Politécnico de Leiria (IPL)assegura que as características arquitetónicas serão salvaguardadas.
A obra, segundo o IPL, que tutela a ESAD, está orçada em 2,8 milhões de euros e consiste na requalificação das fachadas exteriores, caixilharias, climatização e iluminação.
A necessidade de obras para resolver problemas de climatização, acústica e higiene e segurança, é consensual.

Corrupção: Secretário de Estado diz que funcionários públicos devem tomar "como seu" combate ao crime

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10833412.html
Lisboa, 22 mar (Lusa) - O secretário de Estado da Administração Pública, Gonçalo Castilho dos Santos, defendeu hoje que os "cerca de 600 mil funcionários públicos" em Portugal devem tomar "como seu" o combate à corrupção.
O governante falava durante a sessão de encerramento de um seminário do Conselho de Prevenção da Corrupção (CPC), em Lisboa.
Para Gonçalo Castilho dos Santos, a "efetiva e boa aplicabilidade" dos planos de combate à corrupção depende do "controlo interno de cada entidade", essencial para o "frutuoso trabalho" do CPC.

Tecnologia: Google deixa de censurar resultados do motor chinês e reencaminha cibernautas para o de Hong Kong

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10833571.html
Nova Iorque, 11 mar (Lusa) - A tecnológica norte-americana Google anunciou hoje que vai deixar de censurar o seu motor de busca chinês e que os cibernautas que entrem em google.cn vão ser reencaminhados para o portal de Hong Kong, google.com.hk.
"Hoje parámos de censurar os nossos serviços de pesquisa - Google Search, Google News e Google Images - no portal google.cn. Os cibernautas que visitem google.cn vão ser reencaminhados para google.com.hk, onde oferecemos resultados não censurados em chinês simplificado, especialmente concebidos por cibernautas da China continental e fornecidos pelos nossos servidores instalados em Hong Kong", explicou o diretor jurídico da Google, David Drummond, no blogue oficial da empresa.
"O governo chinês foi muito claro ao longo de todas as nossas discussões sobre o facto de a autocensura ser uma exigência legal não negociável", afirmou, acrescentando que agora espera "vivamente" que "o governo respeite" esta solução.

Dia da Água: Recurso poluído faz mais vítimas do que a guerra - Ban Ki-moon

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10833694.html
Nova Iorque, 22 mar (Lusa) - A água poluída faz mais mortos do que todas as formas de violência, incluindo a guerra, afirmou o secretário geral das Nações Unidas, numa mensagem a propósito do Dia Mundial da Água, que se assinala hoje.
"Estas mortes constituem uma afronta à nossa humanidade comum e limitam os esforços de vários países para realizar o seu potencial de desenvolvimento", afirmou Ban Ki-moon.
"Dia após dia, nós despejamos nas águas do mundo milhões de toneladas não tratadas de dejetos industriais e agrícolas e de águas usadas", disse o secretário geral da ONU, acrescentando que a água salubre passou a ser rara e que o será ainda mais devido ao aquecimento global.

(Lusa) Râguebi: Tomaz Morais frisa que derrota foi de Portugal e não de Gardener









http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10827185.html

Lisboa, 20 mar (Lusa) - O selecionador português de râguebi desvalorizou hoje os falhanços de Joe Gardener e frisou que a derrota por 20-9 na receção à Roménia foi de toda a equipa e não coloca em risco o desenvolvimento da modalidade.
"Em jogos deste nível, os pontapés (de penalidade) desequilibram e nós, neste último ano, não fomos tão eficazes como tínhamos sido. Mas, no râguebi, nunca será um jogador a ganhar ou a perder um jogo. Hoje perdeu Portugal", frisou Tomaz Morais.
A Roménia venceu no Estádio Universitário de Lisboa por 20-9 na 10.ª e última jornada do Torneio Europeu das Nações, apurando-se para os "play-offs" do Mundial da Nova Zelândia2011, numa partida em que o defesa de origem australiana Gardener converteu apenas uma das quatro penalidades apontadas e "ofereceu" um ensaio aos adversários.
.
Comentário:
Foi um jogo muito difícil para os Lobos, em que a estrela da sorte os esqueceu e se entregou aos Romenos.
De salientar o grande empenho que todos demonstraram, e em especial o José Pinto, que esteve "em todas" e lutou até à exaustão.
Sem tanto azar, tinha acontecido uma vitória, mesmo até expressiva. E nem a diferença de escala, nem dos €'s, se distinguiu no campo entre as duas equipas. Até nos prémios pela vitória no jogo, que eram dezasseis vezes superiores para os Romenos, ao que consta!

Fica o empenho destes jovens, que é uma lição para muitos.
O seu suor e espírito carola de amadores, que têm outras profissões no seu dia a dia, contrasta bem com o sentido de oportunismo que graça na ocupação de muitos lugares públicos deste país.
A afluência das pessoas foi enorme (estive 20m na fila, só para entrar!).
Deixo algumas das fotos que tirei e muitos parabéns aos nossos heróis.
Ferreira arq.

Educação: Secretário Estado favorável a instância de autorregulação profissão de professor e de código deontológico

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10827664.html
Braga, 20 mar (Lusa) - O secretário de Estado Adjunto e da Educação, Alexandre Ventura, mostrou-se hoje em Braga favorável à criação de uma instância de autorregulação da profissão de professor e da elaboração de um código deontológico.
O governante disse que o órgão de autorregulação deve ser objecto de um debate que "importa prosseguir no seio das organizações representativas dos educadores e dos professores".
Na opinião de Alexandre Ventura, ao órgão, que poderia chamar-se de "conselho superior das profissões de educação", competiria "garantir a qualidade do serviço educativo no interesse das crianças e dos jovens, das famílias, da sociedade e dos próprios profissionais da educação".

Limpar Portugal: Milhares de voluntários recolheram 70 mil toneladas de lixo, estimam coordenadores

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10827914.html
Lisboa, 21 mar (Lusa) - Cerca de 100 mil voluntários recolheram no sábado, em nome da iniciativa "Limpar Portugal", mais de 70 mil toneladas de lixo por todo o país, disse à Lusa um dos mentores do projeto.
"O tempo dificultou um bocado, mas apesar disso conseguimos reunir os 100 mil voluntários que queríamos. As opiniões técnicas é que conseguimos recolher 70 mil toneladas de lixo", relatou à Lusa Paulo Torres, um dos três coordenadores nacionais e mentores do projeto. Dentro de dias, sublinhou, os aterros sanitários e as entidades de reciclagem poderão confirmar os números com mais precisão.
O mesmo responsável acrescentou que o lixo foi "apanhado pelo país fora, sem zonas melhores ou piores" ou nas quais a recolha tenha sido mais intensa. Ainda assim, adiantou que "apenas no concelho de Braga recolheram-se 400 toneladas" de lixo, "essencialmente em terrenos de floresta" e "estradas no meio de bouças".

Freixo de Espada à Cinta: Vila mais manuelina de Portugal quer entrar nos roteiros do turismo cultural

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10823125.html
Freixo de Espada à Cinta, Bragança, 21 mar (Lusa) - Freixo de Espada à Cinta está tornar-se num museu vivo em que os visitantes são convidados a passear pela história da "vila mais manuelina de Portugal" que quer entrar com este legado nos roteiros do turismo cultural.
O rumo está traçado e passa também pela ligação ao Oriente desta terra transmontana de onde partiram o primeiro navegador português a chegar à China, Jorge Álvares, e inúmeros missionários.
Mais de uma centena de livros em chinês e sobre o Oriente trazidos nas missões vão ser disponibilizados ao público na biblioteca dos navegadores e missionários a instalar na igreja do Convento São Filipe de Nery.

Impostos: Fisco vai passar a notificar contribuintes através da plataforma da Internet Via CTT

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10829163.html
Lisboa, 21 mar (Lusa) - Os contribuintes portugueses vão passar receber pela Internet as notificações e citações da Direcção Geral das Contribuições e Impostos (DGCI), que utilizará a plataforma eletrónica Via CTT, anunciou hoje o Ministério das Finanças.
O sistema de notificações pela Internet vai utilizar o serviço público de comunicação Via CTT, com a concretização de um contrato que será assinado na segunda feira entre a DGCI, a Direcção de Informática e Apoio aos Serviços Tributários e Aduaneiros (DGITA) e os CTT - Correios de Portugal, refere o Ministério das Finanças em comunicado.
"A DGCI vai implementar o sistema de notificação eletrónica, que entrará em produção na próxima semana e vai permitir a progressiva substituição das comunicações em papel por comunicações eletrónicas seguras", acrescenta.
.
Comentários na Lusa:
Estou no estrangeiro _ pensando que estava isento de certas contribuiçoes durante ums anos (ignorante que sou) o ano passado vim a saber que minha casa estava penhorada (divida de 3000 euros ) enviei o cheque que me veio devolvido , entre tempo devia mais 30 euros de juros , enviei novamente o cheque que voltou devolvido faltavam 3 centimos para fazer a conta , (o correio para o estrangeiro custou au fisco 3euros) enviei novamente um cheque com a soma exata so que meti na parte escrita (03centimos) segundo a funcionaria deve estar escrito em letras . veio novamente devolvido ___ isto é a prova flagrante que em Portugal o pessoal anda de pernas pro ar e como dizia a minha avo isto nao tem jeito nem concerto
.
Akagi:

Mas que culpa têm o fisco de que tu não saberes sequer preencher um simples cheque? Realmente como tu dizes, és mesmo um ignorante, eu diria mesmo, um grande!
.
S.O.S.:

O amigo Akagi não será ignorante, mas deve ter um ar de Muito Importante... e acreditará que o nível de inteligência da pessoa que foi recusando os pagamentos e não teve discernimento para motivar e facilitar a vida a quem QUERIA PROCEDER ao pagamento da sua dívida... deve ter o mesmo GRANDE nível da sua IMPORTÂNCIA... Valha-me Deus com a arrogância de algumas pessoas, que levantam aos outros todas as dificuldades, para se mostrarem importantes... isto é como ver alguém em apuros, a caír no passeio, e não estender a mão.

Dia Mundial da Poesia: Crianças e jovens criaram mais de 2700 poemas para concurso do Plano Nacional de Leitura

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10829918.html
Lisboa, 21 mar (Lusa) - Crianças e jovens do ensino público e privado de norte a sul do país criaram 2736 poemas para um concurso promovido pelo Plano Nacional de Leitura, cujos vencedores foram hoje premiados no Centro Cultural de Belém, em Lisboa.
Numa iniciativa conjunta, o Plano Nacional de Leitura (PNL) e o Centro Cultural de Belém (CCB) lançaram o desafio a quatro níveis de ensino - do 1.º ciclo ao ensino secundário - recebendo a adesão de 513 escolas de todo o país.
Os doze vencedores foram hoje - Dia Mundial da Poesia - ler os seus poemas ao CCB no âmbito de uma jornada dedicada à poesia que atraiu centenas de pessoas para ouvir dezenas de poetas e escritores como Núno Júdice, valter hugo mãe, José Gil, José Jorge Letria, Gastão Cruz e também as ministras da Cultura, Gabriela Canavilhas, e da Educação, Isabel Alçada.

Solidariedade: Trabalho da Associação Teatro Construção de Famalicão "é exemplar", afirma ministra Trabalho

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10830029.html
Famalicão, 21 mar (Lusa) - A ministra do Trabalho e da Solidariedade Social, Helena André, classificou hoje em Joane, Famalicão, como "exemplar" o trabalho social e cultural da Associação Teatro Construção.
"É justamente este o modelo que o Governo escolheu para reforçar a rede de equipamentos sociais: uma parceria clara entre a administração central, a local e as instituições de solidariedade", afirmou.
A governante inaugurou as novas instalações da Casa de Telhado, da Associação (ATC). O novo espaço, que oferece as valências de creche, jardim de infância e atividades de tempos livres, serve 300 crianças.

Transgénicos: Verdes Europeus unidos para impedir cultivo de nova batata transgénica na UE, diz PEV

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10830129.html
Lisboa, 21 mar (Lusa) - Os partidos Verdes europeus, reunidos desde sexta feira em Barcelona, assinaram hoje uma resolução comum que visa impedir o cultivo na União Europeia de uma nova espécie de batata transgénica já autorizada pelas autoridades comunitárias.
A informação foi avançada à agência Lusa pelo deputado português do Partido Ecologista Os Verdes (PEV) Francisco Madeira Lopes, que participou na reunião. Os trabalhos começaram sexta feira de manhã e terminaram hoje ao almoço.
"Várias das questões discutidas afetam diretamente os portugueses. Uma delas é a batata transgénica [autorizada recentemente pela UE], em que a posição comum dos Verdes Europeus foi apelar ao princípio da precaução e que não seja possível plantá-la, defendendo uma moratória nesse sentido", revelou o deputado português.

CIDADANIA LX: Ainda sobre o mono do Rato


CIDADANIA LX: Ainda sobre o mono do Rato

Comentário:

Claro que este 3D é do promotor.
E foi feito para PROMOVER a dita "peça", realçando as suas "mais-valias", principalmente no enquadramento.

Ora imaginem lá o enquadramento oposto, onde se vissem melhor as edificações características dessa área histórica, por exemplo as que se encontram quase escondidas do lado direito da foto!
É este "derreter" da velha urbe que é uma estupidez.

Vão lá fazer os edifícios de nova aparência, sem cuidar de património histórico ou humano, lá para mais longe... onde ainda há terreno disponível, e podem criar espaços urbanos característicos de cidades novas com fartura.
Mas não aqui, onde temos uma mais-valia a defender, bem superior aos €'s que Vªs Exªs irão capitalizar com isso.

Aliás, podem bem capitalizar muitos €'s com um projecto integrado na actual malha do local, e com respeito pela cidade velha, coisa que os autores desta "peça" muito bem sabem fazer, se for isso que lhes derem para fazer!

Respeitar e valorizar a cidade não é estropiar da mesma a capitalização imediata de uma maximização de áreas.
É valorizá-la no seu conjunto, e com isso valorizar o próprio edifício e a cidade.

È isso que aqui deveria acontecer, pois não estamos noutro local: - estamos no Largo do Rato, uma das velhas e principais praças da cidade que, embora transformada em cruzamento de vias automóveis, continua a ter o seu carisma; e a ser uma das principais entradas da velha cidade.

Até a própria configuração da volumetria deste edifício se assemelha à "ponta de lança", que vai penetrar o velho burgo.

Este poderá ser um bom edifício numa nova praça, que poderão muito bem criar em qualquer área nova.

E com isto não digo que uma obra nova, aqui, tenha que ser uma imitação de um dos velhos prédios, porque nem sequer o deve ser.

Mas deve ter algo do carinho, da escala, da história, da vivência deste local.
Ou seja: - tem que respeitar o local e a população da cidade - e com isso não perderá a sua dignidade!

E não acuso este edifício de falta de dignidade; acuso de falta de identidade local! Estará tão bem num arrabalde de Lisboa, como em qualquer arrabalde de uma outra cidade europeia ou americana, onde se faça uma PRAÇA NOVA.

Cabe aos senhores Vereadores mandá-lo para lá.
Não o deixem ficar aqui.

Ferreira arq.

CIDADANIA LX: LARGO DO RATO: PARA OS MAIS ESQUECIDOS...

CIDADANIA LX: LARGO DO RATO: PARA OS MAIS ESQUECIDOS...

Comentário:

Tem toda a razão, Luis Marques da Silva. Não faltam motivos de indeferimento para esta "peça" neste local.

E mesmo sendo questionado pelos Advogados do promotor, a falta da sua audiência prévia ao indeferimento, o facto é que tiveram todo este tempo para apresentar os seus argumentos, contrapondo os motivos de indeferimento, mas não os conhecemos. Nem mesmo agora, ao que parece.

Ora bem:
- o prazo mínimo para a audiência prévia é de dez dias.
- mesmo que a C.M. revogue o indeferimento e lhes conceda agora o referido prazo, só pode manter-se a proposta de indeferimento, já que as desconformidades para com os planos e a legislação em vigôr se mantêm.
- e como sabemos, alguém tem ainda por explicar os ditos quarenta e tal por cento de projectos detectados aprovados na CML; actos administrativos nulos ou anuláveis.
- já todos perceberam que o pedido de constatação da nulidade vai entrar logo após a "propensa" aprovação (prometida por alguém), com consequente responsabilização técnica e civil que, como sabemos, a legislação impõe.

Isto não é dificil: é apenas saber-se o que se anda a fazer, e compenetrarmo-nos que não estamos numa república das bananas (ou não deviamos estar).
Ferreira arq.

quinta-feira, 18 de março de 2010

Energia: "Pai" das eólicas em Portugal diz que o "balão" da microgeração de energia "está a encher demais"

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10814841.html
Bragança, 17 mar (Lusa) - O autor da primeira legislação nacional das eólicas criticou hoje os painéis solares que proliferam nos telhados pondo em causa o seu contributo para a eficiência energética em casa dos portugueses.
Oliveira Fernandes ressalva que "nada do que está a ser feito a nível nacional está errado" em termos de política global, mas no caso dos particulares contesta a chamada microgeração das energias renováveis.
O especialista na área da energia compara mesmo o fenómeno, que permite aos particulares produzirem energia e venderam-na à rede, a um balão que "está a encher demais".

Economia: Energia é "um dos fatores de grande desequilíbrio" do país - MNE

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10816669.html
Porto, 18 mar (Lusa) - O Ministro dos Negócios Estrangeiros, Luís Amado, destacou esta noite, no Porto, que "a energia é um dos fatores de grande desequilíbrio" da economia nacional, porque Portugal não exporta para os países a quem compra gás e petróleo.
"Muita atenção aos países que nos fornecem gás e petróleo porque a energia é um dos fatores de grande desequilíbrio que o nosso país conhece", afirmou o governante durante a sua intervenção na última das Conferências do Palácio, organizadas pela Associação Comercial do Porto.
Aproveitando a presença do empresário Américo Amorim, Luís Amado contou ter identificado um "facto muito aberrante" nas faturas de importações da Galp.

Alergias: Pólenes são agressores invisíveis escondidos nas ervas e não nas árvores

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10814770.html
Lisboa, 18 Mar (Lusa) - A maioria das pessoas vê as árvores como as grandes causadoras das suas alergias, mas muitas vezes o pólen é um "agressor" invisível que está "escondido" nas ervas e nas flores, alertou o presidente da Sociedade Portuguesa de Alergologia.
Mário Morais de Almeida contou à agência Lusa um caso ocorrido recentemente na freguesia de Marvila, em Lisboa: "As pessoas estavam convencidas de que eram os plátanos que estavam a afetar a sua qualidade de vida e lhes estavam a provocar alergias".
Para tentar esclarecê-las, a Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SPAIC) fez um rastreio à população e concluiu que eram muito poucas as pessoas que tinham alergia ao plátano.

Oceanos: Portugal apresenta proposta de plataforma continental alargada a 13 de abril em Nova Iorque

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10815619.html
Lisboa, 18 mar (Lusa) - Portugal apresenta a 13 de abril nas Nações Unidas uma proposta de alargamento da sua plataforma continental em 2,150 milhões de quilómetros quadrados, naquele que será o tiro de partida de um processo que durará seis anos.
Esta nova área é maior que a parte continental de Portugal, Espanha, França, Alemanha, Reino Unido e Itália juntas.
"Vamos mostrar às Nações Unidas que toda a pesquisa oceanográfica e o processo de submissão em si está em conformidade com os preceitos estabelecidos para a extensão da plataforma continental", disse à Lusa o coordenador da Estrutura de Missão para a Extensão da Plataforma Continental (EMEPC), Manuel Pinto de Abreu.

UE/Trabalho: Bruxelas insta Portugal a eliminar todas as discriminações no emprego

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10818446.html
Bruxelas, 18 mar (Lusa) - A Comissão Europeia ameaçou hoje levar Portugal a tribunal por transposição incorreta da legislação comunitária que proíbe a discriminação no emprego e na actividade profissional em razão da religião e crença, da idade, de deficiência e da orientação sexual.
Na advertência final enviada agora a Lisboa, Bruxelas precisa que Portugal não transpôs expressamente um artigo que prevê que as condições de acesso a actividades não assalariadas sejam cobertas pela legislação nacional, e não transpôs corretamente um outro artigo, que confere a associações, organizações ou outras entidades legais a desencadearem processos administrativos ou judiciais em representação de um queixoso.
Se Portugal não responder satisfatoriamente a esta derradeira advertência por escrito, a Comissão apresentará queixa perante o Tribunal de Justiça da UE.

UE: Durão Barroso rejeita a ideia de governo económico de Sarkozy

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10818667.html
Bruxelas, 18 mar (Lusa) - O presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, considerou hoje irrealista a ideia de um governo económico da União Europeia, defendida pelo presidente francês, Nicolas Sarkozy, e apontou como mais realista uma melhoria da governação económica.
"Há uma consciência crescente na UE da necessidade de uma coordenação. Não vou falar de 'governo económico' porque, sejamos francos, não vamos ter um governo económico na UE", disse José Manuel Durão Barroso num colóquio organizado pelo grupo de reflexão Centre for European Policy Studies.
"Portanto, vamos ser realistas. O que podemos fazer é melhorar a governação. Isso é possível", acrescentou.

Energia: Governo aprova estratégia até 2020 para criar 120 mil empregos

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10818800.html
Lisboa, 18 mar (Lusa) - O Governo aprovou hoje a Estratégia Nacional para a Energia até 2020, plano que define como objetivos a criação de 120 mil empregos e a redução de dois mil milhões de euros em importações de petróleo.
A resolução foi apresentada no final do Conselho de Ministros, em conferência de imprensa, pelo titular da pasta da Economia, Vieira da Silva, que estimou que a estratégia energética nacional tenha um impacto no Produto Interno Bruto (PIB) na ordem de 1,7 por cento.
Segundo Vieira da Silva, a estratégia aposta no aumento da produção de recursos energéticos endógenos, de forma a aumentar a independência neste setor, na promoção da rede de abastecimento dos veículos elétricos, na eficiência energética e na redução das emissão de gases poluentes.

Largo do Rato: Falha administrativa leva Câmara a anular segundo chumbo de obra polémica

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10818994.html
Lisboa, 18 mar (Lusa) - A Câmara de Lisboa vota na próxima semana uma proposta do vice-presidente para revogar o segundo chumbo à licença de construção do polémico projeto do Largo do Rato, decisão que poderá abrir a porta à resolução do problema.
O polémico edifício, da autoria dos arquitetos Frederico Valsassina e Manuel Aires Mateus, viu o projeto de arquitetura aprovado em 2005 pela então vereadora Eduarda Napoleão, sem que tivesse sido discutido em reunião de câmara.
Depois disso, já com o executivo camarário liderado por António Costa, foi chumbada por duas vezes em reunião de câmara a licença de construção, a última das quais em novembro de 2008, com os vereadores a fundamentarem com novos argumentos as suas decisões.

Turismo: ERTA colabora com asociação na identificação de hotéis acessíveis a pessoas com mobilidade reduzida

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10819054.html
Faro, 18 Mar (Lusa) - A Entidade Regional de Turismo do Algarve (ERTA) e a Associação Salvador estão a identificar hotéis e museus da região preparados para receber pessoas com mobilidade reduzida, de forma a abrir a oferta turística a deficientes motores.
"O objetivo é promover a consciência social para uma realidade que afeta 37 por cento da população e, ao mesmo tempo, pensar em programas específicos para outros nichos de mercado", afirmou o vice-presidente do Turismo do Algarve, Almeida Pires.
Os hotéis identificados serão depois incluídos no site Portugal Acessível (www.portugalacessivel.pt), que é "o primeiro do país" a fornecer informações sobre os melhores restaurantes, museus, monumentos e estabelecimentos hoteleiros para pessoas que se deslocam em cadeiras de rodas, explicou o Turismo do Algarve num comunicado.

Crimes: PJ alerta para volume anormal de queixas sobre burlas na Internet

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10819424.html
Lisboa, 18 Mar (Lusa) - A Polícia Judiciária identificou nos últimos dias um volume anormal de participações criminais sobre o "furto de identidade" de credenciais de acesso de programas de comunicação ponto-a-ponto e a redes sociais.
Num aviso hoje enviado à comunicação social, a PJ alertou os utilizadores da Internet para usarem senhas de acesso complexas, instalarem e manterem atualizados antivírus e não cederem a pedidos de ajuda sem confirmação pessoal com o pretenso visado.
A polícia lembra que os burlões, na posse de elementos pessoais, se fazem passar por terceiros, induzem familiares e amigos em erro, com base numa história que faz referência a um caso de necessidade.

CIDADANIA LX: LARGO DO RATO: devagar, devagarinho... AÍ VÊM ELES OUTRA VEZ...

CIDADANIA LX: LARGO DO RATO: devagar, devagarinho... AÍ VÊM ELES OUTRA VEZ...
.

Numa república das bananas, qualquer especulador ou "pato bravo" faz quase sempre o que quer, e onde quer, havendo sempre que saber: a quem pagar, quanto pagar e como pagar. E a questão que se põe é se tal custo justifica ou não o "investimento"!
Mas num país ocidental, ainda por cima na sua capital?...
Sabendo nós da mais-valia do turismo, como uma das poucas vantagens que nós temos, pelas características amenas do nosso clima, dentro da Europa, como se continua a permitir este tipo de atentados à qualidade e ao património da nossa urbe???
O Largo do Rato é uma das entradas para o núcleo urbano do Príncipe Real e Baixa Pombalina! Estourar com a escala desta PRAÇA, é abrir uma fenda irreparável para a destruição de um núcleo de património de referência mundial.
Isto é matar a galinha dos ovos de ouro...

E quanto à indemnizações dos projectos elaborados: aqui não é sequer o caso. Os projectos foram chumbados; encontram-se errados; nem sequer normas básicas e directas do RGEU cumprem, tais como o respeito pela altura máxima em função do afastamento às edificações frontais - tem altura a mais; não respeitam os parâmetros do PDM!!!

A legislação não obriga ninguém a aprovar uma ilegalidade, como é aqui o caso.

Agora, que cá é habitual ameaçar e atirar com advogados ( a quem pagam ), para cima de quem quer impedir os lobos de estraçalhar os melhores espaços da cidade... isso cá já é comum.
Que numa sociedade democrática ninguém teria medo deles, nós sabemos.
O que aqui vemos é empolar tais atitudes, de assustados como coelhos que logo procuram as suas tocas...

Parabéns ao L.M.S. por esta atitude cívica, que ainda é o que nos pode dar esperanças de respeito pelos princípios básicos de ordem social, com que os nossos governantes nos deviam prendar.
É para isso que os elegemos.

Ferreira arq.

quarta-feira, 17 de março de 2010

Política: Escândalos nem sempre penalizam políticos porque público revê-se neles - Investigador

Lisboa, 17 mar (Lusa) - O investigador Bruno Paixão defende que os políticos portugueses envolvidos em escândalos nem sempre são penalizados porque o público "não se sente assim tão ofendido" com as suas "alegadas transgressões", acabando até por "se rever" no "político-estrela".
A tese é sustentada no seu livro "O Escândalo Político em Portugal", que é apresentado hoje em Lisboa. A apresentação está a cargo do deputado do PSD José Pacheco Pereira.
Na obra, o ex-jornalista de Política aborda o escândalo político em Portugal enquanto "fenómeno social", que "interfere com a moral pública", partindo de casos concretos ocorridos entre 1991 e 1993 e 2002 e 2004 com as elites: governantes, deputados, autarcas e ex-políticos mediáticos.
Comentário na Lusa:
Alimentar políticas de corrupção só dá nisto: a população a passar fome, falta de produtividade, falta de qualidade de vida... e pior que isso: um destino atroz: revolta social. Isto acaba quase sempre em ditadura ou num banho se sangue. Era bem mais fácil não permitir que as pessoas que elegemos andassem a governar-se, em vez de governarem nos termos em que os mandatamos. E o problema é que os tachos já não chegam para todos... é a rapina geral do país... POR UMA ATITUDE SOCIAL DIGNA DE TODOS NÓS! Não temos que aturar estas sanguessugas do nosso suor!

terça-feira, 16 de março de 2010

China: Casas de prata e joalharia do Porto planeiam expandir negócio para Macau e Hong Kong este ano

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10795816.html
Macau, China, 13 mar (Lusa) - As casas de prata Manuel Alcino e de joalharia Monseo, baseadas no Porto, poderão vender já este ano os seus produtos em Macau e Hong Kong, no âmbito de uma estratégia de penetração no mercado da China continental.
Estruturas familiares que aliam a tradição e contemporaneidade à forma de fazer negócio é a estratégia das marcas Manuel Alcino e Monseo, com um volume de negócios ainda centrado no mercado nacional, designadamente nos centros urbanos do litoral, mas que vão estendendo tentáculos a outros mercados como forma de alargar a carteira de clientes e notoriedade.
"A China é o país que mais cresce no mundo, que tem o maior número de habitantes do mundo e não podemos ficar indiferentes a esse crescimento", disse José Silva, presidente executivo da Monseo Jewels, em declarações à Lusa secundado por Manuel Alcino, por ocasião de uma primeira visita de prospeção de mercado a Macau e Hong Kong, que encaram como "trampolins para chegar ao continente chinês".

Ciência: Semana Internacional do Cérebro leva cientistas a cem escolas

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10780819.html
Coimbra, 13 mar (Lusa) - Neurocientistas vão procurar desvendar os "segredos" do cérebro junto de cem escolas do país, ao longo da Semana Internacional do Cérebro, que começa domingo e decorre até dia 20, incluindo visitas a laboratórios, exposições e debates.
Organizada pela Sociedade Portuguesa de Neurociências (SPN), a iniciativa tem como tema central o "Cérebro e a Arte" e visa "divulgar junto do grande público, de forma simples e interativa, os avanços da investigação na área do cérebro e no tratamento das suas doenças", refere uma nota hoje divulgada pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC).
Até dia 20, neurocientistas deslocam-se a cerca de uma centena de escolas, do pré-escolar ao universitário, laboratórios científicos abrem-se a estudantes e comunidade em geral e vários espaços públicos recebem exposições, palestras e debates sobre o enigmático órgão que é o cérebro.

Arquitetura: Eduardo Souto de Moura apresenta projetos na maior feira da América Latina

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10797771.html
São Paulo, Brasil, 13 mar (Lusa) -- O arquiteto português Eduardo Souto de Moura apresentou seus recentes projetos no maior evento do setor de revestimento da América Latina, que decorreu essa semana em São Paulo.
Souto de Moura encerrou sexta-feira o ciclo de palestras ao falar sobre "Dinamismo de formas" da oitava edição da Expo Revestir 2010, ao lado de especialistas como Lars Spuybroek, da Holanda, e Eliana Bormida e Mario Yanzon, ambos da Argentina.
Numa conferência para estudantes e profissionais do setor, o arquiteto iniciou sua apresentação com o recente projeto de uma casa simples de três pisos no Porto, com custo estimado em 80.000 euros.

Râguebi: Europeu das Nações - Portugal vence Espanha e mantém-se na luta pelo acesso ao Mundial

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10798906.html
Madrid, 13 mar (Lusa) - Portugal manteve-se hoje na corrida ao Mundial de2011 de râguebi, a disputar na Nova Zelândia, ao vencer a Espanha, em Madrid, por 33-15 (27-8 ao intervalo), na nona jornada do Torneio Europeu das Nações.
Com o quinto triunfo nos últimos seis jogos frente à Espanha, Portugal mantém-se no terceiro lugar, posição que oferece uma vaga nos "play-off" de acesso ao Mundial do próximo ano, com 20 pontos.
Com os dois primeiros lugares já entregues à Geórgia e à Rússia, o encontro entre Portugal e a Roménia, a disputar sábado em Lisboa, assume caráter decisivo para as aspirações lusas.

Obesidade infantil: Comida 'plástica' nas escolas deve ser substituída por opções saudáveis - investigadora

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10798803.html
Mealhada, 13 mar (Lusa) -- Uma especialista em nutrição defendeu hoje, no âmbito de uma comunicação sobre obesidade infantil que proferiu na Mealhada, a substituição por "opções saudáveis" dos alimentos habitualmente disponibilizados pelas máquinas de venda automática instaladas nas escolas.
Não preconizando a retirada das máquinas, Ana Lúcia Silva defendeu, contudo, que elas deveriam estar carregadas com "opções mais saudáveis" como fruta, sandes feitas a partir de pão integral, iogurtes ou água.
A professora da licenciatura em Ciências da Nutrição da Universidade Atlântica falava à agência Lusa à margem do "2º. Encontro com a Educação", que decorreu hoje no Cine-teatro Messias, organizado pela Câmara Municipal da Mealhada.

PSD/Congresso: "Este era o momento para repetir o esforço de unidade nas candidaturas" -- Marcelo

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10799174.html
Lisboa, 13 mar (Lusa) -- O ex-presidente do PSD Marcelo Rebelo de Sousa lamentou hoje que não tenha havido uma única candidatura à liderança do partido, considerando que "este era o momento para repetir o esforço de unidade nas candidaturas".
No seu discurso no XXXII Congresso do PSD, em Mafra, Marcelo Rebelo de Sousa defendeu que "é preciso mudar de gente" na política e ter como líderes "gente de quem se possa dizer que trabalhou na vida, mostrou o que valia fora da política" e que "aquilo que tem em patrimónios e rendimentos seja fácil de dizer de onde veio".
"Gente séria apoiada por gente de série. Que tenha subido na vida como a maioria dos portugueses e não pelo partido, o protetor, o compadre, o padrinho", prosseguiu, considerando que, caso contrário, por mais leis que se mudem ou discursos que se façam "o povo não acredita".

segunda-feira, 15 de março de 2010

UE/América Latina: Líderes debatem estratégias para impulsionar TIC e "agenda digital"

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10804640.html
La Granja, Espanha, 15 mar (Lusa) - Representantes da União Europeia (UE) e da América Latina, incluindo Portugal e Brasil, analisam hoje em Espanha métodos e estratégias para impulsionar a sociedade de informação dos dois lados do Atlântico.
O 5.º fórum ministerial sobre Sociedade da Informação, que decorre na localidade de La Granja (Segóvia), vai aprovar uma declaração que, entre outros aspetos, reconhece o papel das tecnologias de informação e comunicação (TIC) como impulsionadoras da produtividade, crescimento económico, gestão de recursos e criação de emprego estável.
A declaração sublinha ainda a necessidade de avançar para universalizar o acesso à banda larga, defendendo uma regulação dinâmica que impulsione o investimento e a inovação.

UE: Almunia defende redução da carga fiscal sobre o emprego para aumentar competitividade

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10804766.html
Madrid, 15 mar (Lusa) -- O comissário europeu da concorrência, Joaquin Almunia, defendeu hoje uma redução da carga fiscal do fator trabalho na União Europeia para recuperar o emprego e melhorar a competitividade das empresas.
Para a Europa, considerou, seria positivo fazer "um esforço" para reduzir a carga fiscal sobre o fator emprego, já que a própria estratégia económica europeia (UE 2020) aposta em recuperar emprego.
"Não podemos pensar que a nossa competitividade esteja baseada em salários baixos, porque essa não é a forma de atuar", disse, considerando "oportuno" debater o custo fiscal dos trabalhadores.

Lisboa: Quatro acusados em caso de alvarás falsos, dois funcionários da Câmara envolvidos

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10805698.html
Lisboa, 15 mar (Lusa) - O Ministério Público acusou quatro pessoas, entre as quais dois funcionários da Câmara de Lisboa, por suspeitas dos crimes de corrupção passiva e falsificação de documentos.
De acordo com uma informação da Procuradoria-geral distrital de Lisboa, entre janeiro de 2005 e novembro de 2006, os quatro arguidos ter-se-ão alegadamente dedicado à obtenção e venda a algumas sociedades de alvarás para construção civil que eram titularidade de outras firmas e que os arguidos copiavam ou "instruíam com elementos forjados".
Estes alvarás eram alegadamente cedidos a troco de dinheiro a promotores que não estavam legalmente titulados e que, desta forma, conseguiram obter alvarás para operações urbanísticas de edificação junto dos serviços da Câmara de Lisboa.

Educação: Municípios com reservas sobre transferência de competências para as autarquias

Artigo completo em:
http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10807005.html
Cascais, 15 mar (Lusa) - A ligação entre escolas e municípios, a responsabilidade financeira na contratação de funcionários e a questão do pessoal não docente estão a gerar algumas reservas nas autarquias em relação à transferência de competências na área da educação.
(...)

Direitos Humanos: Conselho da Europa alerta para alojamento "deplorável" de ciganos em Portugal

Estrasburgo, 15 mar (Lusa) - O comissário dos Direitos Humanos do Conselho da Europa, Thomas Hammarberg, alertou o Governo português para as condições de alojamento "deploráveis" dos ciganos, reclamando medidas e realçando com "preocupação" a discriminação de que são alvos.
O apelo surge em carta dirigida ao secretário de Estado da Justiça e da Modernização Judiciária, José Magalhães, sobre as políticas migratórias, a situação das minorias, os comportamentos da polícia e a luta contra as discriminações em Portugal.
O conteúdo da missiva foi revelado numa nota de imprensa publicada hoje no portal do Conselho da Europa, quatro meses depois de o comissário ter efetuado uma visita de dois dias a Lisboa.

EUA: Apresentada proposta legislativa de regulação do setor financeiro

Washington, 15 mar (Lusa) - Um senador norte-americano revelou hoje uma iniciativa legislativa que dará ao governo poderes para fechar empresas financeiras e forçá-las a pagar pelas suas falhas e que criará uma estrutura de defesa do consumidor dentro da Reserva Federal.
A iniciativa legislativa, dos democratas, foi apresentada pelo senador democrata que preside ao comité senatorial da banca, Chris Dodd, e visa regular o mercado financeiro dos Estados Unidos da América (EUA).
Os seus termos ficam aquém da ambiciosa reestruturação das regulações financeiras federais pretendida pelo presidente Barack Obama ou incluída na legislação já aprovada pela Câmara dos Representantes.

... integrar a biodiversidade em "todos e cada um dos aspetos da nossa vida".

Ver artigo completo em:
http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10807294.html
Ambiente: UE adia para 2020 objetivo de deter perda da biodiversidade
Bruxelas, 15 mar (Lusa) - Os ministros europeus do Ambiente chegaram hoje a acordo no sentido de adiar, numa década, o objetivo a que se haviam proposto, de deter o desaparecimento da biodiversidade na União Europeia até 2010.
A falta de instrumentos, a aplicação incompleta das normas sobre espaços protegidos e a insuficiente integração da biodiversidade nas outras políticas tornaram impossível cumprir o objetivo de parar com a extinção de espécies até ao corrente ano, como fora combinado na Cimeira de Gotemburgo (Suécia) em 2001.
"Não fomos capazes de cumprir o que estava definido", reconheceu a ministra do Meio Ambiente espanhola, Elena Espinosa, à chegada a uma reunião com os homólogos europeus em Bruxelas, onde defendeu que a solução está em integrar a biodiversidade em "todos e cada um dos aspetos da nossa vida".
.
Comentário na Lusa:
Esta é mesmo uma "idade e s t ú p i d a "...
Quando já não houver nada para preservar, alguém vai perguntar: quem foram os p a l e r m a s que deixaram dar cabo disto tudo...
E foram todos aqueles que não o tentamos impedir.
..."a solução está em integrar a biodiversidade em "todos e cada um dos aspetos da nossa vida"."
É de facto uma conclusão importante.
Mas ainda mais importante seria legislar para que tal conclusão produzisse efeitos.
É para isso que elegemos governantes... para governar os nossos destinos!,não para outra coisa...

MUP - MEMÓRIAS ESPARSAS DO LUÍS

MUP - Movimento Mobilização e Unidade dos Professores: MEMÓRIAS ESPARSAS DO LUÍS

Geoblocking: Google consegue patentes para bloquear documentos e anúncios

Lisboa, 15 mar (Lusa) - A Google está "em movimentação na área da gestão de conteúdos baseados na localização do utilizador", tendo obtido, em fevereiro, duas patentes submetidas em 2004, alertou o Partido Pirata Português.
No site do Gabinete de Patentes e Marcas Registadas dos EUA, lê-se que a primeira patente, de dia 16, é relativa a documentos ou versões digitalizadas dos mesmos, ditando que o conteúdo será apresentado ao utilizador tendo em conta os direitos de acesso para o país em que se encontra, podendo ter acesso total, parcial ou negado. A segunda, datada de 23, refere-se a um sistema de anúncios e funciona em moldes similares.
Para Nuno Cardoso, do Partido Pirata Português, "é válido desconfiar que aquelas não tenham sido as únicas patentes submetidas no âmbito da geolocalização mas apenas as já validadas", podendo ter sido feitas outras "para o vídeo e para o áudio" - talvez até pelo YouTube, que a Google adquiriu em 2006 - além de importar saber "como serão considerados os documentos com multimédia embebido". Nuno Cardoso, engenheiro informático de 36 anos que trabalha na área das patentes em Lisboa, acredita que, agora, "ou a Google tenta aplicar a sua patente e cobrar a outros motores de busca ou outras entidades e vender licenças, faturando, ou bloqueia o uso dessa tecnologia por parte de outras empresas que a pudessem querer implementar, por exemplo na China, invalidando assim, em parte, o geoblocking".

Austrália 0,7 graus mais quente em 50 anos

JN 2010.0.315
Ver artigo completo em:
.
A temperatura na Austrália aumentou 0,7 graus Celsius nos últimos 50 anos, uma "prova significativa" das alterações climáticas, revela um estudo.
"Há sinais evidentes de alterações climáticas. O aquecimento afecta todo o país, em todas as estações, e os últimos dez anos foram os mais quentes", afirmou a directora da Organização de Investigação Industrial e Científica da Commomwealth (Commonwealth Scientific and Industrial Research Organisation - CSIRO), Megan Clark, à rádio ABC.
"Observam-se igualmente menos dias frios. A tendência climática a longo prazo é clara", acrescentou.
O estudo, elaborado em colaboração com o Departamento de Meteorologia da Austrália, surge após uma nova polémica sobre o aquecimento global do clima, depois da revelação de erros no trabalho do painel intergovernamental de peritos das Nações Unidas sobre a evolução do clima.
"Há necessidade de dados científicos de boa qualidade e nós estamos orgulhosos pela publicação deste documento", afirmou Greg Ayers, director do Departamento de Meteorologia australiano.
O documento revela igualmente que o nível do mar subiu entre 7 e 10 milímetros por ano, no Oeste e no Norte da Austrália, enquanto a pluviosidade é ligeiramente superior em certas regiões, e inferior em outras.
As alterações climáticas são um dos principais temas em debate nas eleições gerais deste ano na Austrália, onde as emissões de carbono por habitante são das mais elevadas do mundo.
No ano passado, o Senado australiano rejeitou duas alterações ao plano de carbono propostas pelo governo trabalhista de Kevin Rudd.

quarta-feira, 10 de março de 2010

Macau: Arquivos da Diocese Católica Romana incluídos no registo "Memória do Mundo" da UNESCO

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/10780745.html
09 de Março de 2010, 16:02

Macau, China, 09 mar (Lusa) - Uma coleção de arquivos da Diocese de Macau, em português e latim, que se reporta à presença dos jesuítas no território entre os séculos XVI e XIX, foi hoje incluída no registo "Memória do Mundo" da UNESCO.

Diários de missionários, correspondência de bispos de Macau trocada com homólogos das regiões vizinhas e com Roma, material didático desenvolvido pelos jesuítas, como um dicionário chinês-português, são alguns dos materiais que integram o espólio que conseguiu hoje uma inscrição no registo da UNESCO "Memória do Mundo" da região Ásia-Pacífico, a primeira de Macau, Taiwan e Hong Kong.

A decisão foi hoje anunciada no final da reunião geral do Comité da UNESCO para a Ásia-Pacífico, que decorreu em Macau e de onde saíram outras oito inscrições entre 12 candidaturas, duas delas alcançadas pela China, designadamente o "Compendium of Matéria Medica" e o "The Yellow Emperor´s Inner Canon", através de votos dos 16 países representados.

terça-feira, 9 de março de 2010

JN - Em prédio com mais de 100 fracções - Há uma década que não saem de casa por falta de uma rampa

JN 20100309
SANDRA BRAZINHA

Ver artigo completo em:
http://jn.sapo.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Set%FAbal&Concelho=Almada&Option=Interior&content_id=1514257

Para os moradores dos prédios da Rua José Correia Pires, no Pragal, Almada, não há como fugir aos degraus que dão acesso à rua. Num lado há escadas e do outro também, o que dificulta as deslocações. Os mais doentes não saem de casa há uma década.

"Há 10 anos que estão presos. Até os bombeiros têm dificuldades em vir buscar as pessoas. Estas escadas são um problema", desabafa Manuel Fusco, de 63 anos, residente no Rés-do-Chão esquerdo o Nº12, juntamente com a mulher Assunção da Palma Fusco, de 58 anos.

É com tristeza que confessa não conseguir levar a passear a mulher, que está acamada desde 2000. "Seria muito diferente se pudesse sair nem que fosse até ali abaixo", aponta, frisando que é fundamental "ter qualquer coisa que dê acesso à rua".

Enterrados vivos

Este não é, contudo, caso único entre as mais de 100 famílias que vivem naquela correnteza. "Nunca saem de casa. É a minha irmã, é outro senhor e também uma pessoa deficiente. Estão enterrados vivos em casa", afirma Maria da Palma, 66 anos, preocupada com o facto de a irmã, que partiu a anca numa queda provocada por um ataque de epilepsia causado por medicamentos inadequados, ter dificuldades em sair de casa até para ir ao médico.

A moradora no rés-do-chão esquerdo do Nº 14 sofre do mesmo mal. Maria Aldina Neves, de 64 anos, não consegue tirar de casa o marido de 66, que está confinado a uma cadeira de rodas. "Já vai fazer 11 anos. Só os bombeiros o levam. Eu não consigo sair daqui com ele", lamenta.
(...)

JN - Filmou acidente no local da morte do filho

JN 2010.03.09
Ver artigo completo e filme em:
http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Mundo/Interior.aspx?content_id=1514611

Uma mulher espanhola filmou um acidente aparatoso no local onde, meses antes, o filho de 22 anos havia morrido ao volante do carro. Veja as imagens.

O quilómetro 28 da "autovía M-607", o equivalente a um itinerário principal em Portugal, mudou para sempre a vida de Esther Rincón. Em Outubro, o filho, de 22 anos, perdeu a vida ao volante, naquela curva perigosa.


Meses depois, Esther Rincón filmou um acidente aparatoso no mesmo local, na mesma curva fatídica, em que o filho, Juan Calleja, perdera a vida aos 22 anos. Mais do que estupefacta, a mulher, a mãe, ficou zangada e frustrada.

Esther Rincón colocou o vídeo no sítio do Youtube e pede medidas urgentes para acabar com aquele ponto negro da M-607, uma estrada da rede secundária da Comunidade de Madrid, que liga Colmenar à capital espanhola. O protesto não ficou só pela Internet, e Esther escreveu uma carta ao Governo Regional, a exortar à resolução urgente do problema.

"O meu filho de 22 anos encontrou a morte numa manhã muito chuvosa do passado mês de Outubro, quando ia trabalhar e cumpria todas as normas de segurança rodoviária", pode ler-se no segundo parágrafo da carta, a que o jornal "El País" teve acesso. "Teve de passar na assassina M-607 por um dos oito pontos negros que existem em apenas 31 quilómetros. Uma estrada mal traçada de princípio a fim", acrescenta Esther Rincón.

Segundo a agência “Europa Press”, citando fontes do Conselho de Transportes e Infraestruturas, o Governo Regional de Madrid anunciou o reforço da sinalização e o piso da curva, na qual se registaram três acidentes em sete dias.

No início do ano, a velocidade máxima permitida na curva baixou de 100 para 80 quilómetros/hora. Depois dos acidentes do fim de semana, a Comunidade de Madrid decidiu colocar guias sonoras no pavimento, cujo reforço e correcção deverá começar nas próximas seis semanas, adianta o "El Pais".

JN - Manuel Correia Fernandes - "Pare, escute e olhe"?


JN - 2010-03-07
Ler artigo completo em:

Do ponto de vista do ordenamento do território, Portugal vive, hoje, entre a "desurbanização" e a "sobreurbanização", ou seja, entre um interior em vias de esvaziamento e um litoral cada vez mais congestionado. Pelo meio, é bem provável que ainda seja possível encontrar alguma "urbanização". No entanto, nenhum destes fenómenos é tipicamente português uma vez que, por todo o Mundo, as cidades não param de crescer e, em qualquer caso, estamos a falar de fenómenos da modernidade, ainda que a sua origem se possa confundir com a da "cidade" que remonta ao tempo em que o homem deixou de ser nómada e se fixou organizadamente no território.

A este propósito, não deixa de ser curioso verificar que a expressão "urbanizar" - ou fazer urbanismo - é muito recente. De facto, a palavra "urbanismo" é um neologismo inventado há pouco mais de um século pelo genial autor do Plano do "Ensanche" de Barcelona, Ildefonso Cerdà, que o utilizou pela primeira vez na sua "Teoria Geral da Urbanização", publicada em 1867. Curiosamente, algo de semelhante acontece com a palavra "espaço" que, não sendo, propriamente, um neologismo porque, de facto, a palavra sempre existiu, nunca tinha sido, no entanto, aplicada antes e até finais do século XIX, às "artes do espaço", como são a "arquitectura" e o próprio "urbanismo". A verdade, porém, é que, com estas ou com outras designações, estas artes ou ciências sempre existiram como "práticas" e sempre tiveram como motivação e como consequência a construção de espaço de habitar.

Outra coisa, porém, é "ordenar território" que, como a própria expressão diz, é a "arte" de dispor nele tudo o que o homem necessita para sobreviver e viver com qualidade e, portanto, em função de uma ideia ou de um conceito que tem de ser prévio. Ora, de entre as coisas que é necessário "ordenar" estão, precisamente, as "cidades", ou seja, as zonas "urbanizadas". Claro que, para além delas, precisamos de uma gama imensa de outras coisas que designamos de infra-estruturas ou equipamentos de todas as dimensões e de todas as escalas e que constituem um conjunto quase infinito de factores de "ordenamento" e de que as "cidades" são apenas um elemento.

Aliás, do ponto de vista legal, o território nacional está dividido em duas grandes categorias de espaços: o "espaço urbano" e o "espaço não urbano". Evidentemente que existem, ainda, alguns outros (espaços) que podem, ou não, sobrepor-se a estes e que, no essencial, são as nossas já muito conhecidas RAN (Reserva Agrícola Nacional) e a REN (Reserva Ecológica Nacional) cujo papel tem sido fundamental para a defesa desse recurso essencial mas não inesgotável que é o território.

No entanto e como está bom de ver, para que tudo isto faça sentido e para que as políticas de ordenamento do território e, consequentemente, as políticas de urbanização estejam ao serviço da comunidade, é necessário que haja uma ideia de para onde queremos ir, como, quando e com que meios. É isso que, em boa medida, nos tem faltado. A Madeira, a Fuzeta e os mais diversos "erros urbanísticos" que por aí nos atacam todos os dias, não são mais do que alertas e correspondem a catástrofes que nem sempre são apenas "naturais". Isso, devia fazer-nos parar para pensar mas parece que gostamos mais do estilo "pare, escute e olhe"! Infelizmente, parar para pensar não é muito a nossa especialidade. Como, alias, se vê!

sexta-feira, 5 de março de 2010

JN - Manuel António Pina: A lei da selva dos recreios

JN 2010.03.04
Ler artigo completo em:
http://jn.sapo.pt/Opiniao/default.aspx?opiniao=Manuel%20Ant%F3nio%20Pina
.
A morte de uma criança de uma escola de Mirandela, tudo indica que vítima de bullying, trouxe à luz do dia, da pior maneira, uma das situações de violência oculta mais comuns nas escolas portuguesas, caracterizada por actos de violência física ou psicológica praticados repetidamente por um indivíduo ou grupo sobre outros. "Não apanho mais, vou atirar-me ao rio", terá dito Leandro antes de se lançar ao Tua.

Tinha 12 anos e era sistematicamente agredido por colegas. Na escola, pelos vistos, ninguém deu por nada, apesar de notícias de que, há já um ano, Leandro recebera assistência hospitalar após mais uma agressão e de outras queixas de bullying entre alunos que agora a tragédia trouxe a público. Sem poder disciplinar, sem pessoal, sem meios (ao contrário dos colégios privados para onde o ME canaliza os recursos que "poupa" no ensino público), as escolas pouco podem hoje contra a lei da selva dos recreios. Aos Tribunais de Menores raramente chegam queixas de bullying e mais raramente vindas de escolas. E continua a não haver entre nós uma lei específica que proteja as vítimas e puna os agressores.